PUBLICIDADE

Madrugada Metal: Black Sabbath – Tony Martin, a era injustiçada

Tema do Madrugada Metal de hoje: Black Sabbath – Tony Martin, a era injustiçada

   

Criamos o quadro “Madrugada Metal” para aquelas noites de insônia, para ouvirmos e batermos as cabeças até que o sono venha, no entanto, isso vocês já estão carecas de saber.

Após a saída de Ozzy Osbourne do Black Sabbath, vários vocalistas passaram pela banda, quatro deles deixando belos registros, mas nem todos tiveram o devido reconhecimento por parte dos fãs. Ronnie James Dio, embora conseguira uma nova leva de admiradores surfando na onda da NWOBHM e três discos impecáveis, não obteve a consideração de parte dos fãs da era mais clássica. Já Ian Gillan gravou um full lenght de canções perfeitas, porém com um produção precária. Em relação a Glenn Hughes e ao disco “Seventh Star”, podemos nos referir da mesma forma.

Enfim, temos Tony Martin, que foi o mais longevo dos substitutos de Ozzy, que apesar de seu talento vocal, jamais conquistou o respeito que mereceria. Pelo menos até agora, pois o recente lançamento do pacote “Anno Mundi”, que traz 4 dos 5 álbuns da sua era em versão remasterizada, serviu para fomentar novas opiniões a respeitos dos discos. Dessa forma, elegemos 4 dos 5 para a madrugada de hoje e esperamos que vocês se divirtam muito.

“The Eternal Idol” (1987):

Madrugada Metal: Black Sabbath – a era Tony Martin

Logo após a saída Glenn Hughes, antes mesmo do fim da turnê de divulgação do “Seventh Star”, Ray Gillen assumiu o seu lugar e ele foi a primeira voz a gravar “The Eternal Idol”. Contudo, ele não permaneceu na banda e foi a partir daí que Tony Martin iniciou sua história no dinossauro britânico. Assim sendo, Martin regravou as vozes e no dia 23 de novembro de 1987, “The Eternal Idol” se encaminhou para as lojas. Ainda que na época, a mídia especializada tenha criticado bastante a “mudança de sonoridade” do Black Sabbath, o disco possui canções épicas e deveria, sim, receber um melhor reconhecimento.

“Headless Cross” (1989)

Madrugada Metal: Black Sabbath – Tony Martin, a era injustiçada

Enquanto a mídia e os fãs receberam “The Eternal Idol” com certa estranheza inicial, “Headless Cross” foi, desde o início, o mais bem sucedido da era Tony Martin. A sequência inicial de faixas, “The Gates of Hell/Headless Cross”, “Devil And Daughter” e “When Death Calls”, simplesmente, caiu nas graças da galera. Ainda assim podemos considerar que foi pouco em relação a outras fases da banda, talvez pela insuficiente qualidade da produção. Em contrapartida, a presença de Brian May como convidado especial em “When Death Calls” foi um dos fatores que favoreceram a recepção do disco.

“Tyr” (1990)

Madrugada Metal: Black Sabbath – a era Tony Martin

Em seguida, ou melhor, no ano seguinte, foi a vez de “Tyr”. Por mais que as canções “Anno Mundi (The Vision)” e a balada “Feels Good to Me” fizeram com que o disco valesse à pena. Mas o fator produção, mais uma vez, fez com que o registro recebesse certo menosprezo. Mesmo que, de um modo geral, as músicas sejam audíveis, sua qualidade estava bem abaixo do que já se apresentava na época. Entretanto, o pacote “Anno Mundi” veio para corrigir todas as essas imperfeições e fazer justiça para a era Martin.

“Cross Purposes” (1994)

Madrugada Metal: Black Sabbath – Tony Martin, a era injustiçada

Para essa última escolha tínhamos “Cross Purposes” e “Forbidden”, desse modo, optamos pelo álbum que saiu em 1994. Mesmo que a remasterização tenha dado uma impressão bem melhor a ambos os discos, a superioridade de “Cross Purposes” e “Forbidden”, por sua vez, ainda se mostra o menos inspirado dos anos, os quais, Tony Martin foi o frontman do Black Sabbath.

Curta esses marcantes discos, nessa madrugada de inverno, mesmo que não esteja fazendo tanto frio assim, e dê uma nova chance a Tony Martin e aos seus discos no Black Sabbath.

Seleção e redação: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -