PUBLICIDADE

Resenha: Against Evil – “Give’Em Hell” (2024)

“Give’Em Hell” é o terceiro full lenght da discografia da banda indiana de Heavy Metal, Against Evil, o qual verá a luz em 12/7/2024, de acordo com a divulgação do selo Doc Gator Records. O sucessor do álbum “End of the Line” sairá, portanto, pouco mais de três anos após seu lançamento. A história do Against Evil começou no ano de 2014, na cidade de Visakhapatnam. Ou seja, há uma década, o quarteto indiano produz a sua competente sonoridade. Tudo começou com o EP “Fatal Assault”, em 2015, no ano seguinte a sua fundação. No entanto, o primeiro full lenght, “All Hail the King”, só foi lançado em 2018, em formato independente.

   

Conforme mencionamos anteriormente, em 2021, foi a vez do segundo álbum completo, “End of the Line”, já por seu atual selo. Desde que iniciou sua discografia, a música do Against Evil se torna mais pesada a cada lançamento. Ainda assim, suas canções não ficam tão distantes do que conhecemos por Heavy Metal tradicional, mesmo havendo elementos de Hard Rock, Speed, Power e até Thrash Metal.

AGAINST EVIL / Divulgação / Facebook

Line-up

A formação do Against Evil é a mesma desde que a banda iniciou suas atividades. Noble John é o baterista, Shasank Venkat é o guitarrista (solo), M Sravan Chakravarthi também e guitarrista, enquanto Siri Sri é baixista. Além disso, Sravan e Siri alternam os vocais principais. Talvez provavelmente, a manutenção do line-up do quarteto seja um dos fatores responsáveis pelo aprimoramento de suas composições. Muitos bandas, principalmente na fase inicial de sua história, sofrem com as constantes trocas de integrantes, mas, felizmente, esse problema jamais assombrou a jornada do Against Evil.

AGAINST EVIL / Reprodução / Facebook

Trinca inicial

Temos, como primeiro passo do disco, a pequena faixa, pesada e instrumental, “Lock‘N Load”. São apenas 0m46d que servem de introdução para música que intitula o atual lançamento, a qual vem logo em seguida. “Give’Em Hell”, que também foi o primeiro single, apresenta a voz de Siri pela primeira vez no registro. Ela é uma canção simples, direta, agressiva e sem firulas, porém com a personalidade musical que Against Evil traz consigo desde sua fundação, desenvolvendo-a cada vez melhor com o passar dos anos.

Logo depois, é a vez da voz de Sravan iniciar o seu trabalho em “Full Speed Ahead”. Eis uma canção que mescla de forma equilibrada, Heavy, Speed, assim como uma discreta pitada de Thrash Metal. Ela é a ainda mais acelerada que sua antecessora. Dessa forma, fazendo ferver a temperatuda durante a audição de “Give’Em Hell”.

Trinca Central

Desde quando ouvimos “Warriors” pela primeira vez, essa composição nos chamou a atenção por fomentar um pouco daquela atmosfera típica do Epic Heavy/Power Metal. Trazendo, certamente, alguma referência do debut “All Hail the King”, inclusive, fazendo lembrar, um pouco, os alemães do Grave Digger. “Stay Dead” vem na sequência, a fim de trazer a pegada da faixa-título de volta. Assim sendo, aquele Heavy Metal de cara fechada volta a cena do crime, com a intenção de vitimar mais audições ultra sensíveis.

Se alguém apostou que não haveria Hard Rock no disco, errou feio! Apesar do nome ser “Lights Out”, essa canção não tem nada a ver com a clássica música do U.F.O. Ainda que ambas exalem o puro aroma do Rock pesado, pleno de liberdade, quem leu o título e esperava um cover do U.F.O, se deparou com uma canção que chega a lembrar Kiss com a voz de Gene Simmons. Em suma, Hard Rock de primeira categoria, com a assinatura do Against Evil.

Trinca Final

Assim que soam os primeiros riffs de “Hellfire”, nos deparamos com uma banda que, como vinho, se torna bem melhor com a experiência. Não é que Against Evil não nos agradasse antes, é que a sua evolução transformou um quarteto que, a princípio, era uma promessa, em um nome consolidado no Heavy Metal asiático.

AGAINST EVIL / Metal Archives / Divulgação

Antes de ouvirmos o atual lançamento, tínhamos como canções favoritas do quarteto indiano, as faixas: “The Enemy Within”, “Wings of Steel”, “The Army Of Four”, “All Hail the King”, “Stand up and Fight!”, “Mean Machine” e “Metal or Nothin'”. Entretanto, após várias audições, já podemos acrescentar “Creature of Night” como parte dessa seleção, sendo a nossa preferida do terceiro disco do Against Evil. Aliás, o solo de guitarra mais lindo de Shasank também está nessa composição, assim como o arranjo de bateria de Noble John.

Cabe a faixa “Killing Machine”, a tarefa de encerrar o terceiro full lenght da história do Against Evil e ela faz com que o disco termine da mesmo modo com o qual ele começou, com peso e agressividade forjados em forma do mais puro Heavy Metal indiano. Parabéns, mais uma vez, Against Evil, por mais um ótimo disco, assim como uma história isenta de equívocos musicais até o presente momento.

Nota 9,4

   

O link do spotify será atualizado na data oficial de lançamento, 12/7/2024.

Integrantes:

  • Noble John (bateria)
  • Shasank Venkat (guitarra)
  • M Sravan Chakravarthi (vocal e guitarra)
  • Siri Sri (vocal e baixo)

Faixas:

  • 1.Lock‘N Load
  • 2.Give‘Em Hell
  • 3.Full Speed Ahead
  • 4.Warriors
  • 5.Stay Dead!
  • 6.Lights Out
  • 7.Hellfire
  • 8.Creature of Night
  • 9.Killing Machine

Redigido por: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -