PUBLICIDADE

Resenha: Against Evil- “Fatal Assault” (2015)

O EP “Fatal Assault” é o primeiro registro do Against Evil.

   

Formada em 2014, na cidade de Visakhapatnam, India, o Against Evil teve seu primeiro full , “All Hail The King”, lançado esse ano em 2018 e o Mundo Metal também falou sobre esse brilhante álbum, porém, esse não foi seu primeiro registro oficial.

Em 2015, o Against Evil lançou seu EP “Fatal Assault”, do qual iremos comentar, pois a versão nacional do “All Hail The King” , lançado pelo selo Nomade Records , veio com o EP completo de bônus para a felicidade de quem o adquiriu.

AGAINST EVIL / Reprodução / Facebook

“Battle Call”

Fatal Assault” começa com uma pequena introdução chamada “Battle Call”, um bonito dedilhado de guitarra que prepara o clima para a faixa seguinte, “The Enemy Within”, puro Heavy Metal tradicional, sem firulas, simples e direto, mostrando a clara influência da banda em monstros sagrados que brilharam no estilo na década de oitenta, como Judas Priest , Accept e Iron Maiden, entre outros menos conhecidos.

“The Enemy Within”

“The Enemy Within” é daquele tipo de música que é impossível escutar a primeira vez e não repetir a faixa em seguida. Em seguida, é a vez de “Speedbreaker”, que mescla Heavy e Hard, subgênero que a banda também declara como uma de suas influências musicais. A faixa é muito interessante, pois, mostra que o Against Evil consegue executar mais de um estilo, sem perder a qualidade e a temperatura. “Wings of Steel” volta ao Heavy tradicional e as influências já mencionadas, uma bela canção, por mais que não seja algo propriamente novo, o Against Evil consegue deixar a sua marca registrada em cada segundo de audição.

“Bullet Proof”

“Bullet Proof” é a canção mais diferenciada do EP, ela mostra claramente influências no movimento noventista NWOAHM (New Wave Of American Heavy Metal), porém sem aqueles grooves exagerados tão marcantes. Essa influência também pode ser notada em alguns momentos da faixa “Sentenced To Death”, presente no debut “All Hail The King”, porém de forma bem mais discreta que em “Bullet Proof”. O EP encerra com a canção que foi a escolhida para ser o single do trabalho, “War Hero”, ela segue a mesma linha tradicional das faixas “The Enemy Within” e “Wings of Steel” e a exemplo dessas duas, também é uma bela canção apesar da minha preferida continuar sendo “The Enemy Within”.

AGAINST EVIL / Reprodução / Facebook

Não é mais novidade para os amantes de Metal, o quanto a NWOTHM tem surpreendido pelo surgimento de excelentes bandas, com registros épicos e candidatos a clássicos, e o Against Evil não foge dessa regra. Assim sendo, pode-se dizer que “Fatal Assault” tenha sido uma introdução do que viria a ser o full “All Hail The King”. Em minha opinião pessoal, “All Hail The King” superou seu antecessor na produção dos vocais, não que os arranjos vocais do deste EP deixem a desejar de forma alguma, mas no disco de estreia esse ponto foi ajustado e o resultado é muito superior. Esta primeira empreitada dos indianos do Against Evil merece ser indicada da mesma forma que foi o full e, acrescento, é importante conhecer este lançamento para entender a evolução da banda.

Congratulations Against Evil!

Nota: 8,8

Integrantes:

  • Siri Sri (vocal, baixo)
  • Noble John (bateria)
  • Shasank Venkat (guitarra)
  • Sravan Chakravarthi (vocal, guitarra)

Faixas:

  • 1.Battle Call
  • 2.The Enemy Within
  • 3.Speedbreaker
  • 4.Wings of Steel
  • 5.Bulletproof
  • 6.War Hero

Redigido por: Cristiano “Big Head” Ruiz

Confira as resenhas dos demais álbuns, “All Hail The King” (2018) e “End Of The Line” (2021), a fim de conhecer os demais registro do Against Evil.

   

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -