PUBLICIDADE

Resenha: Doomocracy – Unorthodox (2022)

“Unorthodox” é o terceiro full lenght da banda grega de Doom Metal, Doomocracy. Cinco anos após o lançamento de seu álbum “Visions & Creatures Of Imagination”, o Doomocracy lançou no último dia 11 de novembro (2022), pelo selo No Remorse Records, seu terceiro álbum.

   

Quando ouvi esse disco pela primeira vez, eu sequer conhecia o trabalho do Doomocracy e tive uma daquelas surpresas indescritíveis. Imaginem um registro elaborado com extremo cuidado e perfeição. Imaginou? Pois, é assim que eu defino “Unorthodox”, terceiro álbum da banda grega da cidade de Heraklion, fundada em 2011.

DOOMOCRACY – Photo By: Depictions

LINE-UP:

A pequena faixa introdutória, “Aeons Of Winter”, anuncia “Eternally Lost”, uma canção com uma atmosfera fantástica, muito além do que espero ao ouvir um lançamento do subgênero Doom Metal. Destaques absolutos para a dinâmica rítmica, a qual dá a música um ambiente Prog e, ao mesmo tempo, para o belíssimo vocal de Michael Stavrakakis, que possui, em si, uma caixa de ferramentas lotada de agudos e recursos. A performance do baterista Minas Vasilakis é um dos principais elementos responsáveis por toda a magia encantadora da sonoridade do Doomocracy.

“Prelude To The Apocalypse” consegue a façanha de soar ainda mais poderosa que sua antecessora. Pois esse é o momento oportuno para destacar a dupla de guitarristas formada por Minas Vasilakis e Angelos Tzanis. São riffs, solos e arranjos, acima do bem e do mal, além de impecáveis.

Uma canção marcante desde o primeiro contato. A pequena passagem “The Hidden Gospel” é preparação para a fabulosa “The Spiritualist”. Quando imagino que não poderia ficar ainda melhor do que está, eis que me engano redondamente. A melhor música de Doom Metal de 2022 e uma das dez melhores, se considerados todos os subgêneros. O cantor e os quatro instrumentistas fazem nascer de suas almas, o melhor que cada um deles poderia haver doado ao universo da música “Metal da Desgraça”.

DOOMOCRACY – Reprodução / Facebook

“Novum Dogma”

A introdução de “Novum Dogma” diz muito sobre ela. A mente, inesperadamente, viaja até a Idade Média nos campos de batalha e muito sangue inocente. Assim sendo, o encontro entre os universos épico e gótico traz à realidade os tristes absurdos que ocorriam na Era das Trevas da humanidade. Logo em seguida, o próximo capítulo da história é “Death: A State Of Mind”.

Eis uma pequena é linda faixa que prepara o ouvinte para “Our Will Be Done”, “Nossa Vontade Será Feita” em português, surpreendentemente, mais uma canção que me promove ao estado de pleno êxtase. Muito impressionante para um trabalho que tenho contato a pouquíssimo tempo, mas, assim é.

DOOMOCRACY – Photo By: Depictions

“October 14th 1582”

“October 14th 1582”, ou “14 de outubro de 1582”, o último dos dias que “nunca aconteceram”, de acordo com o que diz a história, o Papa Gregório VIII adotou a medida de cancelar os dias entre 5 e 14 de outubro, do ano 1582, afim de organizar o calendário Juliano.

Não consigo saber se essa faixa narrada tem alguma relação com esse fato histórico, porém, deixo essa observação aqui. A faixa título, “Unorthodox”, entra para a coleção de músicas divinas contidas nesse registro magistral de música de altíssima qualidade. Além disso, destaco a cozinha precisa do baixista Manolis Schizakis e do baterista Minas Vasilakis.

O terceiro full lenght do Doomocracy encerra com a canção “Catharsis”, que, em português, significa “Purificação” e me sinto purificado, pois conheci e degustei uma genuína obra de arte como essa. Ainda não ouvi os dois primeiros discos desses talentosos gregos, assim não posso afirmar se o atual lançamento é o seu Magnum Opus, porém, se algum dos seus álbuns for superior a esse, temos aqui uns dos maiores nomes do Doom Metal da nova geração, forjado no puro Metal do Monte Olimpo.

Συγχαρητήρια, Doomocracy, για την εξαιρετική και εντυπωσιακή δουλειά που κυκλοφόρησε.

   

MASTERPIECE

Nota 10,0

Integrantes:

  • Manolis Schizakis (baixo)
  • Minas Vasilakis (bateria)
  • Angelos Tzanis (guitarra)
  • Harry Dokos (guitarra)
  • Michael Stavrakakis (vocal)

Faixas:

  • 1.Aeons Of Winter
  • 2.Eternally Lost
  • 3.Prelude To The Apocalypse
  • 4.The Hidden Gospel
  • 5.The Spiritualist
  • 6.Novum Dogma
  • 7.Death: A State Of Mind
  • 8.Our Will Be Done
  • 9.October 14th 1582
  • 10.Unorthodox
  • 11.Catharsis

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -