PUBLICIDADE

MUNDO METAL ENTREVISTA: BRIAN RUSH – SKELETAL REMAINS (USA)

Skeletal Remains, banda californiana de Death Metal, através de seu baixista Brian Rush, cedeu entrevista ao redator do Mundo Metal, Cristiano Ruiz, falando sobre sua história desde quando iniciou suas atividades, oficialmente, na cidade de Whittier, em 2011. Além disso, Brian falou sobre a discografia do Skeletal Remains, do debut “Beyond the Flesh”, em 2012, até seu recente lançamento, “Fragments of the Ageless”. A fim de saber mais, confira o nosso bate-papo abaixo.

   

Atualmente, o line-up da banda conta com os seguintes músicos: Mike De La O (guitarra), Chris Monroy (voz e guitarra), Pierce Williams (bateria) e Brian Rush (baixo).

Brian Rush – Reprodução – MUNDO METAL ENTREVISTA: SKELETAL REMAINS (USA DEATH METAL)

Questões:

Primeiramente, gostaríamos de parabenizar Skletal Remains pelo excelente trabalho em seu mais recente registro.

Mundo Metal: após quase quatro anos de hiato, enfim, saiu o seu quinto full lenght, “Fragments of the Ageless”. A recepção por parte da imprensa especializada e dos fãs atingiu as expectativas da banda?

Skeletal Remains (Brian Rush):

“Foi uma recepção incrível. Estamos agradavelmente surpresos com a quantidade de feedback positivo que recebemos sobre este álbum.”

Mundo Metal: entre os álbuns “The Entombment of Chaos” e “Fragments of the Ageless”, houve um intervalo maior que entre os lançamentos anteriores, pois foram quase quatro anos. Dessa forma, supomos que esse atraso foi causado pela pandemia, estamos corretos?. Em 2020, foi possível divulgar “The Entombment of Chaos” de alguma forma, visto que o mundo entrou em lock down?

Skeletal Remains (Brian Rush):

“Sim, a lacuna aconteceu principalmente por conta da pandemia, assim como o adiamento da turnê. Tão logo as restrições de bloqueio terminaram, fizemos uma grande turnê para promover “Entombment” de 21’ a 23’.

Mundo Metal: como vocês avaliam a evolução da sonoridade do quarteto, desde quando foi lançado o debut “Beyond the Flesh” até o lançamento mais recente?

Skeletal Remains (Brian Rush):

“Cada álbum foi um avanço em composição e brutalidade. ‘Beyond the Flesh’ tem arranjos simples e cativantes, enquanto ‘Fragments’ é muito mais sutil, intrincado e robusto.”

Mundo Metal: permitam-nos saber como está sendo a divulgação do álbum “Fragments of the Ageless”, em relação a shows e turnês? Além disso, quais são os planos do Skeletal Remains para o futuro?

Skeletal Remains (Brian Rush):

“Acabamos de terminar uma turnê com nossos amigos em Exhumed e Morbikon, e estamos nos preparando para ir para a Europa e Ásia neste verão. No outono, temos um pacote turístico extremamente especial para os EUA e Canadá que é imperdível para qualquer fã do death metal underground moderno; Bewitcher e Phobophilic, com Torture Rack, Witch Vomit e Morgul Blade em datas selecionadas!”

   

Mundo Metal: em qual estúdio aconteceu a gravação do disco “Fragments of the Ageless”, quem foi o responsável pela produção, assim como pela mixagem? As nove composições são recentes ou foram escritas nesse hiato entre os dois álbuns mais recentes? Como surgiu a ideia de gravar um cover de uma canção presente, originalmente, em uma demo do Hate Eternal?

Skeletal Remains (Brian Rush):

“A bateria foi gravada no Trench Studios em Los Angeles. Guitarras e baixo foram gravados em nossos estúdios caseiros. Os vocais e a reamplificação foram feitos no Falcon Studios em Los Angeles. Parte da pós-produção foi feita por Mike Low e mixagem e masterização por Dan Swano. As músicas foram todas escritas em momentos diferentes. Algumas foram escritas antes mesmo de eu tocar na banda, e algumas foram finalizadas pouco antes de gravar. Para o cover de Hate Eternal, um dia Chris nos perguntou: ‘O que vocês acham de fazermos um cover desse som?’ e todos topamos, era simples assim. Acho que parece bem legal ouvir isso com uma produção boa!”

Sobre o tema instrumental “…Evocation (The Rebirth)”

Mundo Metal: todos os temas de “Fragments of the Ageless” soaram formidáveis, mas o mais surpreendente foi o da canção instrumental “…Evocation (The Rebirth)”. Inegavelmente, em músicas assim, os instrumentistas ficam mais livres para explorar sua habilidade técnica. Como surgiu a ideia criativa de incluir essa faixa?

Skeletal Remains (Brian Rush):

“Esta foi uma das últimas músicas escritas para o álbum. Mike e eu estávamos no espaço de ensaio escrevendo e ele disse ‘Acho que consegui alguma coisa’ e escreveu os dois primeiros riffs. Foi muito natural. Queríamos apenas escrever algo completamente diferente para complementar o resto do álbum e também fazer algo que as pessoas não esperariam. Eu não estava com minha guitarra, então tive que usar a de Mike e invocar meu Rand Burkey interior para alguns riffs no meio. Chris chegou mais tarde naquele dia e escreveu algumas partes que foram capazes de juntar com as partes que havíamos escrito até o final. O solo de baixo foi apenas algo inesperado, originalmente escrito sobre o riff principal do tremolo. Eu nem esperava que o mantivéssemos lá. Acabou ficando e Pierce escreveu o groove da bateria para acompanhá-lo.”

Mundo Metal: haverá mais algum videoclipe referente ao quinto full lenght, já que quase metade das faixas ganharam video oficial?

Skeletal Remains (Brian Rush):

“Provavelmente não, a menos que alguém queira fazer isso de graça para nós…estamos sem dinheiro.”

Mundo Metal: esse espaço serve para que vocês avaliem a entrevista, da mesma forma para falem sobre algo que não perguntamos. Ou seja, fiquem a vontade e digam o que sentirem que devem.

SKELETAL REMAINS (USA DEATH METAL) – BRIAN RUSH

“Não consigo enfatizar o suficiente o quão excepcional será a turnê ‘Fragmenting North America’. Todas essas bandas com as quais estamos excursionando são absolutamente fenomenais, e poder vê-las todas juntas em um ambiente intimista é algo que não acontece com frequência com esse tipo de formação. Há uma experiência extremamente visceral reservada para você, que simplesmente não consegue não se pode ter em grandes locais.”

Mundo Metal:

Uau, que pena que estamos longe, pois parece imperdível mesmo!

Entrevistado: Skeletal Remains (US DEATH METAL) – BRIAN RUSH
Entrevistador: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -