PUBLICIDADE

MUNDO METAL ENTREVISTA: ENDRAH (DEATH METAL/HC)

Endrah, banda paulistana de Death Metal/HC, cedeu entrevista ao redator do Mundo Metal, Cristiano Ruiz, falando sobre sua história e sonoridade desde que iniciou sua discografia com o lançamento do EP “DEMONstration”, no ano de 2004. Além disso, respondeu questões sobre seu novo full lenght, “Bloodshed and Violence”, que marcará a estreia de seu atual line-up. A fim de saber mais, confira o nosso bate-papo abaixo.

   

A atual formação da banda conta com os seguintes músicos: César “Covero” (guitarra/vocal), Adriano “Kardec” Vilela (baixo/vocal) e Bruno Santin (bateria).

Questões:

Mundo Metal: enfim, após doze anos de espera, vai sair o seu terceiro full lenght, “Bloodshed and Violence”. Assim sendo, o que podemos esperar das novas composições presentes desse atual registro?

Endrah:

“Muita brutalidade e ódio nas composições. Conseguimos nesse novo álbum uma qualidade sonora jamais entregue em outros trabalhos da banda,estamos muito satisfeitos com o resultado.”

Mundo Metal: o que mudou na sonoridade da banda desde que lançou o EP “DEMONstration”, em 2004, até o atual “Bloodshed and Violence”?

Endrah:

“a banda esta muito mais consistente agora nessa nova fase em trio. Conseguimos dar o peso e agressividade que faltava com os novos vocais. Os sons novos estão muito mais técnicos e agressivos que os anteriores, mas sem perder a nossa identidade e complexidade nos instrumentais, mesclando blast beats, com grooves, quebrando as barreiras entre o hardcore e o death metal.”

Mundo Metal: atualmente, Endrah se tornou um trio, já que o vocalista americano Ryan “Relentless” Raes deixou a banda, oficialmente, em 2023. Posteriormente, Adriano e Covero passaram a dividir as vozes. Dessa forma, podemos esperar as atuais composições como uma sonoridade mais crua?

Endrah:

“Pelo contrário, Podem esperar os vocais muito mais agressivos e com muita variação de timbres nas composições, algo que nunca tivemos na história da banda. Explorando desde guturais a vocais death metal na linha chuck schuldiner. Esperamos que nosso publico aceite bem essa mudança. Nós achamos ódio puro!”

Mundo Metal: quais as exepctativas dos membros da banda em relação a aceitação do novo full lenght e quais os planos para logo depois de seu lançamento?

Endrah:

“Em trabalhos anteriores, havíamos recebido algumas criticas em relação as linhas de voz, na qual não tinha variação de timbres, era sempre a mesma coisa, uma linha mais reta. Acreditamos que agora esta fluindo exatamente como deveria ser. Muita gente vai ser pega de surpresa com a nova Sonoridade da banda, masesperamos 99% de aceitação nessa nova formação.”

Mundo Metal: apesar de parecer uma pergunta estranha, é um curiosidade antiga, há alguma relação entre a temática lírica do Endrah e as artes marciais?

   

Endrah:

“A relação da banda com as artes marciais vem desde o início. Os integrantes do Endrah sempre praticaram artes marciais, ou gostavam de sair na porrada heheheh. Covero é faixa preta de Jiu-jitsu e tem uma academia em Caieiras-SP. O Kardec(Adriano Vilela) é nivel preta de Muay Thai. Hoje temos um projeto na cidade de Bauru-sp com a equipe Chute Boxe, sob a liderança do Grão Mestre João Emilio , no qual transformarmos jovens talentos do M.M.A em lutadores profissionais. Projeto completa 6 anos de existência e hoje temos 3 atletas no maior evento do Mundo, o UFC. Um deles já esta no top 15 da divisão peso pena. E temos diversos outros atletas em eventos de renome, como Bellator, PFL.”

“Apesar disso, a parte lírica da banda, antigamente, sempre abordou temas relacionados a luta, problemas sociais, brigas etc.Nesse novo Álbum, mudamos completamente a abordagem e as letras serão extremamente agressivas, assim como as composições. Nos inspiramos em casos reais de crimes hediondos, carnificinas, mortes, ódio, violência, gore, etc… A capa do novo album já demonstra o quão violento será esse Play!”

Mundo Metal: quantas canções haverá no novo disco e quantos singles o anteciparão?

Endrah:

“Esse álbum terá 10 faixas inéditas. Iremos lançar uma musica de cada vez, ou seja , 10 singles, já iniciando na próxima semana com a primeira faixa do Álbum intitulado ‘Madness’.”

Mundo Metal: onde ocorrera a gravação do novo disco e quem foram os responsáveis pela produção, mixagem, assim como pela masterização?

Endrah:

“Optamos por gravar todo o Album no estúdio Casarão music em PiracicabaSp. O Bruno Santin é de lá e indicou o trabalho do Franco Torrezan. Fizemos um ensaio la no estudio e o Franco gravou tudo e nos entregou um trabalho fantástico desse ‘ao vivo’. Com isso, decidimos gravar a primeira música do álbum la, para um teste, pra realmente conhecer o trabalho dele. O resultado foi absurdo, uma qualidade impar. Gostamos tanto que já fomos gravando as outras músicas na sequência.O Franco entende muito do som e esta fazendo um trabalho incrível com o Endrah. Estamos muito felizes com o resultado.”

Mundo Metal: esse espaço serve para que a banda avalie a entrevista, da mesma forma para que comente sobre algo que não perguntamos. Ou seja, fiquem a vontade e digam o que sentirem que devem.

Endrah (DEATH METAL/HC):

“Aguardem que essa nova fase do Endrah está avassaladora! Podem esperar muito ódio nas composições sempre! Fiquem ligados e sigam a gente nas redes sociais. @endrah_official
Youtube.com/endrah
E spotify Endrah!”
“O ódio e destruição não param!”

Mundo Metal:

Vamos aguardar ansiosos enquanto o álbum não chega! Mantenha-nos informados sobre qualquer atualização, pois publicaremos em nossos notícias diárias.

Entrevistado: Endrah
Entrevistador: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -