Blind Guardian: desvendando as duas versões do clássico “The Bard’s Song”

PUBLICIDADE

Pode-se afirmar que “The Bard’s Song – In The Forest” foi a primeira canção do Blind Guardian a se tornar realmente popular mundialmente. A faixa encontra-se no quarto trabalho de estúdio dos alemães, o magnífico “Somewhere Far Beyond”, de 1992. Para entender um pouco sobre o que exatamente esta música significa vamos nos aprofundar um pouco nos conceitos por trás dela.

Blind Guardian – The Bard’s Song

Primeiro de tudo, precisamos saber o que é um bardo. Segundo nosso dicionário, o bardo da vida real (ou Aedo), na Europa antiga, era uma pessoa encarregada de transmitir histórias, mitos, lendas e poemas de forma oral, cantando essas histórias do seu povo em forma de poemas recitados. Era simultaneamente um músico, um poeta e um historiador. Como vocês sabem, a figura do bardo também foi inserida em universos medievais fantásticos e em jogos de RPG (Role Playing Games). Nestes ambientes fictícios, o bardo tinha mais ou menos a mesma função do bardo da vida real, porém, cantava à respeito de batalhas épicas contra feiticeiros poderosos, dragões, criaturas mitológicas e feitos incríveis de grandes heróis.

Desde o primeiro álbum de estúdio, o Blind Guardian abraçou essa temática em faixas como “Trial By The Urchon”, “By The Gates Of Moria”, “Follow The Bling”, “Hail Of The King”, entre outras. O quarteto acabou ficando associado ao ambiente de fantasia medieval e em seu terceiro álbum, “Tales From The Twilight World”, de 1990, com a balada “Lord Of The Rings”, foram também ligados ao universo criado pelo escritor JRR Tolkien (de “O senhor dos anéis”). Diferente do que se crê, “The Bard’s Song” não foi inspirada na obra de Tolkien, mas em um jogo de videogame chamado “The Bard’s Tale”. No jogo, o personagem principal é acompanhado por um bardo responsável por transmitir suas aventuras em caso do mesmo realizar grandes feitos ou morrer praticando algum ato heroico.

No início dos anos 90, o Blind Guardian passou a ser chamado de “bardo” do Power Metal alemão justamente por cantar sobre estas histórias. “The Bard’s Song” é uma canção que tem os dois pés fincados na fantasia, porém, é contada do ponto de vista do próprio bardo, ou seja, a letra não é sobre grandes feitos de terceiros, mas sobre o bardo em si, em outras palavras, a música fala sobre o papel da própria banda ao eternizar tais contos. Mais do que isso, a canção enaltece o papel da música e da arte em si, pois estas são as responsáveis em não deixar que grandes artistas e histórias sejam esquecidos. E este era exatamente o papel dos bardos medievais.

Como todos sabem, “The Bard’s Song” possui duas versões distintas, “In The Forest”, que é a versão acústica e a que ficou famosa, e “The Hobbit”, uma canção que traz basicamente o mesmo conceito da primeira, porém, com uma roupagem pesadona e com todas as habituais características Metal da banda. Uma curiosidade e, talvez, isso possa causar grande estranheza em alguns fãs é que a primeira canção a ser composta foi justamente “The Hobbit”, a versão acústica veio mais tarde pois os músicos queriam gravar algo que fosse próximo de uma música tocada por bardos reais.

Ouça as duas versões:

PUBLICIDADE

Comentários

  1. Que mancada. Primeiro que a imagem usada pra ilustrar a matéria é de um jogo de 2004. O jogo que supostamente inspirou a música é outro.
    Segundo, são duas músicas diferentes e não duas versões. The Bard’s Song (the Hobbit) é claramente inspirada no livro “O hobbit”, se pegar a letra, é basicamente a história do livro recontada em música, com menção até mesmo ao Gollum, personagem do livro.
    Por fim, o Hansi sempre apontou as inspirações das letras e ele nunca falou nada desse jogo. Sempre falou q não é uma música conceitual, que era mais sobre ele e sobre seu gosto por histórias. Inclusive “TBS In the forest” menciona a palavra “hobbit”, q foi criada pelo Tolkien e não aparece no jogo mencionado, justamente por questões autorais. Pelo que eu lembro tb, no jogo, não aparecem as criaturas fantásticas mencionadas na música, embora ele seja sobre magia e outros elementos típicos da fantasia.

    • Beleza brother? Então, o jogo é bem antigo e teve diversas versões, a imagem usada no texto é meramente ilustrativa de uma das muitas versões existentes. Sobre as músicas em si, obviamente são duas músicas diferentes, mas mencionamos o termo ‘versões’ pois se você perceber elas repetem as mesmas melodias, é claro que na “the hobbit”, por termos os instrumentos plugados, a banda consegue viajar muito mais e imprimir mais peso, mas a mesmíssima melodia da “in the forest” está presente na “the hobbit”. Já sobre o Hansi não ter mencionado nada sobre o jogo, foi justamente em uma entrevista que pegamos a informação. Tolkien está presente em grande parte das letras do Blind, mas isso não significa que a banda não possa buscar inspiração em outras coisas, e não significa que possa usar mais de uma inspiração pra escrever uma música. Abraços!

  2. Bem colocado pelo usuário. Nos últimos versos da música eles citam Hobbits, elementos exclusivos do universo literário Tolkieniano:
    “In my thoughts and in my dreams
    They’re always in my mind
    These songs of hobbits, dwarves and men
    And elves
    Come close Your eyes
    You can see them, too”
    Nesse verso Hansi fala diretamente com o ouvinte. Sua mente está constantemente cheia de músicas baseadas em personagens e histórias de fantasia e se você fechar os olhos e ouvir, a música o levará a esse mundo de fantasia, e como sabemos a conjunção de seres formada por Hobbits, Anões, Homens e Elfos são raças principais nos romances de O Senhor dos Anéis de J.R.R Tolkien.
    Ou seja, não tem como falar que a música não se refere a tal contexto ainda que fazendo uma narrativa independente. A matéria me parece meramente especulativa acerca do jogo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,663SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
149SeguidoresSeguir
960InscritosInscrever

Últimas Publicações