PUBLICIDADE

Rock Minute: lançamentos 2024 (Tormentor Bestial, Fractal Gates, Rotting Christ, Axel Rudi Pell)

O quadro Rock Minute está de volta, trazendo consigo, nesse episódio de retorno, alguns bons lançamentos de 2024: Tormentor Bestial, Fractal Gates, Rotting Christ, assim como Axel Rudi Pell.

   

Introduzindo Rock Minute

Seguindo os passos e inspirado nos quadros Dica Rápida e Madrugada Metal, abrimos uma nova porta para aqueles, que assim como nós, curtem diversos estilos, porém por conta da famigerada “falta de tempo” ou mesmo a falta de curiosidade, deixam que alguns discos e/ou bandas passem despercebidos.

Sabemos que, às vezes, ouvir um single ou ir na carona de quem já conhece a banda (ou álbum) facilita. Dessa forma, o mergulho ao conhecimento pode ser feito sem grandes receios.

Em Rock Minute, falaremos em poucas linhas sobre as bandas e discos apresentados nesta sessão.

Sem mais, sejam bem vindos ao…..ROCK MINUTE

Tormentor Bestial: “Eternal Nightmare”

Rock Minute: lançamentos 2024 (Tormetor Bestial, Fractal Gates, Rotting Christ, Axel Rudi Pell)

Três anos após o lançamento de “13 Years Old”, quarto full lenght de sua carreira, Tormentor Bestial, banda paulista de Heavy/Thrash Metal, editou seu sucessor, “Eternal Nightmare”. O lançamento oficial ocorreu no dia 10 de maio, através do Audiolab Extreme Studios. O novo trabalho conta com 10 novas composições, divididas em pouco mais de 40 minutos de duração. Atualmente, o line-up do Tormento Bestial conta com pai e filhos: Luiz Amadeus (vocal/guitarra), o pai, e os filhos Pedro Teixeira (vocal/guitarra), Bruno Amadeus (baixo) e Niko Teixeira (bateria)

Com sua sonoridade mesclando de forma equilibrada (e competente) o Heavy, o Thrash Metal, além de flertes claros com o Groove Metal, o quarteto apresenta um registro que deve agradar fã dos estilos supracitados, bem como fãs de grupos como Slayer, Grip Inc, Sepultura, Machine Head, Static X, Ektomorf, Testament (antigo), Prong, Biohazard, Pantera, etc.

Heterogêneo, “Eternal Nightmare” figura na lista de discos relevantes de 2024, pois mostra acima de tudo uma banda explorando estilos diversos. Porém, ainda assim, mantém suas características musicais originais. Cá pra nós, algo que poucos sabem (e ousam) fazer com maestria. Antecedendo a chegada do novo full lenght, a banda lançou em maio do ano passado, o single “Slave Of Hipocrisy”.

Fractal Gates – “One with Dawn”

Rock Minute: lançamentos 2024 (Tormetor Bestial, Fractal Gates, Rotting Christ, Axel Rudi Pell)

Seis anos separam “The Light That Shines” de “One With Dawn”, quarto álbum de inéditas dos franceses. O atual full lenght saiu oficialmente no dia 20 de abril, o disco apresenta 14 faixas inéditas, além das canções “The Eclipse” e “Skies Of Orion”, originalmente presentes em “Altered State of Consciousness”, álbum de estreia de junho de 2009.

Seguindo a mesma fórmula de seus antecessores, “One With Dawn”, apresenta o Fractal Gates executando com perfeição seu excelente Melodic Death Metal, influenciado por bandas como In Flames, Dark Tranquility, Soilwork, Nightrage, Sky Symmetry, dentre outros.

Antecedendo a chegada do novo álbum, a banda lançou os singles “Seamless Days” e “When The Distance Paints Us”, ambos em março deste ano.

Rotting Christ: “Pro Xristou”

Rock Minute: lançamentos 2024 (Tormetor Bestial, Fractal Gates, Rotting Christ, Axel Rudi Pell)
   

Cinco anos após “The Heretics”, décimo terceiro registro da carreira, os gregos do Rotting Christ lançam, enfim, um novo trabalho de inéditas. Batizado de “Pro Xristou” (Antes de Cristo), o disco chegou às lojas oficialmente no dia 24 de maio, através da gravadora Season Of Mist.

Contendo 10 faixas inéditas distribuídas em pouco mais de 46 minutos de duração, “Pro Xristou” apresenta a mesma fórmula musical de seus antecessores, bem como dá continuidade a sonoridade abraçada pela banda há alguns anos. Ou seja, musicalmente falando, temos uma espécie de continuidade do que ouvimos em “Rituals” e “The Heretics”. Além disso, algumas canções com doses cavalares de Gothic Metal, habitual nas músicas da banda, em especial nos álbuns “A Dead Poem” (1997) e “Sleep Of The Angels” (1999).

Singles extraídos do novo full lenght: “Like Father, Like Son”, “Saoirse”, “The Apostate”, “Pretty World, Pretty Dies”, “Pix Lax Dax”.

*Destaque especial para a arte da capa, uma das mais belas lançadas até o momento.

Axel Rudi Pell – “Risen Symbol”

Dois anos após “Lost XXIII”, vigésimo primeiro registro que saiu em abril de 2022, o guitarrista alemão Axel Rudi Pell oferece aos seus fãs mais um álbum de inéditas, o vigésimo segundo trabalho de sua longa e incansável carreira.

Lançado oficialmente no dia 14 de junho através, da gravadora Steamhammer, “Risen Symbol” apresenta 09 novas canções, além do cover para “Immigrant Song” do Led Zeppelin, distribuídas em aproximadamente 58 minutos de duração.

Aos mais familiarizados com os trabalhos anteriores e principalmente com a sonoridade do alemão, já sabem o que esperar em um novo disco de inéditas, haja visto que a fórmula usada pela banda, é e aparentemente continuará sendo a mesma em toda sua discografia.

Assim como nos supracitados discos anteriores, “Risen Symbol” não foge à risca, mergulhando em canções onde a sonoridade predominante passam pelo Hard, Heavy, Power, e claro, as famigeradas baladas. Aliás, se tem alguém que consegue compor boas baladas, sem dúvidas este cara chama-se Axel Rudi Pell.

Antecedendo a chegada do novo full lenght, a banda antecipou o single “Guardian Angel” e, em seguida, a mais recente “Darkest Hour”.

Redação e indicação: Geovani Vieira

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -