PUBLICIDADE

Resenha: Noldor – The Unknown (2022)

O projeto Noldor, encabeçado pelo multi-instrumentista Patrick Marçal, lançou no último dia 23 de março, mais um registro, o EP “The Unknown”, mais uma vez, em formato independente. Porém, nesse novo trabalho, há uma novidade fundamental, a inclusão do vocalista Patrick Horrific. Assim sendo, a one-man-band se transformou em um duo.

   
Divulgação / Facebook / NOLDOR / PATRICK HORRIFIC

Patrick Marçal & Patrick Horrific

Marçal demonstrou a mesma competência em seus riffs, composições, assim como nos solos. Porém, aquele Melodic Death Metal presente em “Banned From The Light” deu lugar a uma sonoridade mais moderna e que busca novos caminhos, algo que remete a Anaal Nathrakh em muitos momentos da audição.

Assim que ouvi o vocal de Horrific pela primeira vez, vi que ele deu muito mais agressividade ao som do Noldor, tendo sido uma inclusão positiva ao projeto. Inclusive, a produção independente até superou a do quinto disco completo, que já era ótima.

“The Scientist”

“The Scientist” é uma das quatro faixas do EP, a qual introduz com teclado, mas não demora a ganhar peso e velocidade. Horrific demonstra sua capacidade de variar sua voz. Sem surpresa, o solo de Marçal equilibra técnica e feeling. Como resultado, tudo isso é uma desgraceira pra lá de boa. Contudo, somente para os ouvidos preparados. Destaque também para os riffs da última parte da canção.

“Senhoras e senhores em todo o mundo
Temos uma linda noite hoje
sem estrelas, sem lua e sem luz
Prepare suas famílias para uma tragédia
Isso não é tão bonito quanto parece
Quando você não consegue ver nenhum tipo de luz no céu
é porque somos engolidos pela escuridão”

“Creatures From The Unknown” soa ainda mais complexa e trabalhada que a sua antecessora, possuindo ainda mais variações rítmicas. Patrick Marçal, ao contrário do álbum anterior, usa no meio das canções alguns riffs mais simples e que dão as músicas ainda mais peso. Inclusive, a ouvi várias vezes para poder capturar todos os seus detalhes. O teclado é sempre adequadamente encaixado e funciona bem demais na sonoridade. Há nítido uso de elementos de música eletrônica, no entanto, eles combinam com a brutalidade das composições dessa nova fase do Noldor. A parte lírica é, conceitualmente, épica.

“Chame o presidente, precisamos de reforços
Tente destruir isso com nossa explosão nuclear
Se nossas armas não machucam esse demônio, precisamos tentar
nossa melhor opção agora é destruir tudo”

“Rising Hope”, minha favorita, é também a mais intensa. Patrick Horrific mostra um gutural mais poderoso do que nas demais composições. O solo de Marçal é o melhor do disco, sendo notável que ele evoluiu muito de um registro para o outro. Nenhuma outra faixa do “The Unknown” merece tanto a chancela de Metal extremo do que essa. Vale a pena ouvir no modo REPEAT, sem moderação.

“Sem a presença do diabo à luz do dia
Há um novo desafio para a humanidade
As tropas e o governo estão agora à procura de outra resposta
Com uma corrida contra o tempo, precisamos saber mais sobre!”

Divulgação / Facebook / NOLDOR / PATRICK MARÇAL

O julgamento final

“The Final Judgment”, a qual finaliza a obra, me lembrou a banda sueca The Crown em seu primeiro minuto, talvez essa referência seja pelo timbre vocal. O solo de guitarra foge um pouco do estilo de Marçal, o que fez a diferença no resultado final da canção. Em suma, a clausura do trabalho oferece mais um grande momento ao ouvinte.

“Então este é o nosso fim
eles tentaram roubar e escravizar as criaturas
e agora, esta é a nossa resposta
humanos apenas fazendo seu trabalho e pagando por isso.”

Escrever essa resenha me deixou bastante contente. Patrick Marçal soube dar um up grade a seu projeto musical e a presença de Patrick Horrific somou muito a qualidade do mesmo. Quatro canções bem compostas, bem produzidas, excelentemente bem tocadas e com letras bem escritas. Ansioso para receber um full lenght dessa nova dupla.

Aprovado e indicado, portanto, para fãs de música extrema e bem feita, sem frescuras!

Nota 9,0

Integrantes:

  • Patrick Marçal (Instrumentos)
  • Patrick Horrific (vocal)

Faixas:

  • 1.The Scientist
  • 2.Creatures from the Unknown
  • 3.Rising Hope
  • 4.The Final Judgement

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

   

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -