PUBLICIDADE

Resenha: Coffin Hunters – “Wake The Dead” (2022)

“Wake The Dead” é o segundo full lenght da banda americana de Heavy/Rock, Coffin Hunters, porém antes, vamos saber como eles chegaram até aqui.

   

Em 2019, tive a honra de resenhar “The Fire Knight”, primeiro full lenght do Coffin Hunters, banda de Heavy Metal tradicional californiana, fundada em 2017, tendo lançado o EP “Coffin Lord” no mesmo ano.

Simplesmente adorei a sonoridade daquele primeiro trabalho completo do quarteto e quando isso acontece, sempre vem a ansiedade de um próximo registro e aparece aquela pergunta na mente:

Será que vão repetir a dose no próximo disco?

Que tal sabermos a resposta juntos?

A faixa título, “Wake The Dead”, abre o segundo capítulo completo da história do Coffin Hunters e já introduzo dizendo, que bela abertura. Contudo, sinto uma atmosfera que me leva ao pleno deleite da alma. Uma mistura entre o Heavy 80’s e o Hard Rock 70’s reunindo os melhores ingredientes dos dois gêneros.

Sean Rivera & line-up

A voz de Sean Rivera está soando ainda melhor que no registro anterior, pois, ela está afinadíssima, melódica e extremamente poderosa. Sweden está apavorando ainda mais nos riffs e solos de guitarra, da mesma forma, Brian Cities executa um baixo com frases e timbre impecáveis. Enquanto o estreante baterista, Brennan Kunkel, dá ritmo intenso a toda essa sonoridade fabulosa.

Divulgação / Facebook / COFFIN HUNTERS

“Second Sight”

Uma incrível linha de baixo introduz “Second Sight”, que é mais cadenciada que sua antecessora, mas soa ainda mais intensa. Cities conduz essa canção com suas quatro cordas e o solo de Sweden lhe acompanha na genialidade, porém a cereja desse bolo fica mesmo por conta da voz de Rivera.

“Solitude”

“Solitude” dá sequência a masterpiece com destaque para a linha de bateria de Kunkel, que dá show com seus repiques e bumbos. Eric usa awah em uma parte do seu solo e minha mente enlouquece de vez, pois é meu efeito favorito. “Dreams Of You” me remete a Rush em seus primórdios, porém na parte instrumental, já que as linhas de voz de Sean soam diferentes nessa faixa. Em suma, mais uma excelente música do segundo full lenght do Coffin Hunters.

Para explicar melhor a sonoridade desse álbum do Coffin Hunters, basta imaginar uma versão Heavy Metal de Grand Funk Railroad, pois foi essa a minha impressão nas primeiras audições.

SEAN RIVERA / COFFIN HUNTERS / Photo By: Glenn Herring

“Creation Burned” acelera um pouco o ritmo, pois, Rivera explora tons mais baixos de sua voz no início, para depois retornar ao seu médio alto que é sua principal característica vocal. As referências 70’s ficam cada vez mais evidenciadas com o soar dos acordes, pois Coffin Hunters foi absolutamente feliz na produção de sua nova personalidade sonora.

“Money To Burn” flerta um pouco mais com o Heavy Metal do final da década de 70, aquele que o Judas Priest praticava em seus primeiros lançamentos. A cozinha de Brian e Brennan se torna mais devastadora a cada segundo que passa. Essa canção tem o meu solo de guitarra favorito desse álbum.

“To The Grave”

   

“To The Grave” inicia com acordes que dão um clima sombrio, os quais voltam a aparecer em intercalados momentos durante a música. O timbre de todos os instrumentos me agradou, mas o de baixo foi o melhor, sem dúvidas. Em seus momentos finais, “To The Grave” mete o pé no acelerador, assumindo sua veia Heavy tradicional e é enlouquecedor para quem é surpreendido com tal variação. “Wake The Dead” encerra com a faixa título de seu primeiro registro, o já citado EP “Coffin Lord”. Confesso não conhecer ainda a versão original, porém ela tem uma deliciosa levada Doom/Stoner, que me faz parecer uma mistura entre Black Sabbath e, novamente, Grand Funk Railroad. É muito bom quando a audição de um disco me faz voltar as minhas raízes e, no caso, os anos 70 são meus principais alicerces como fã de Rock e Metal.

Divulgação / Facebook / Instagram / COFFIN HUNTERS

Respondendo a pergunta, “Wake The Dead” supera “The Fire Knight” em todos os quesitos, inclusive na produção, que apesar do formato independente, foi de qualidade mais que satisfatória. Fico feliz demais quando um lançamento supera as minhas expectativas.

Valeu a espera pelo segundo full lenght do Coffin Hunters. Ouça “Wake The Dead”, sem moderação.

Nota 9,1

Integrantes:

  • Brian Crites (baixo)
  • Eric H. OrSweden (guitarra)
  • Sean Rivera (vocal)
  • Brennan Kunkel (bateria)

Faixas:

  • 1.Wake The Dead
  • 2.Second Sight
  • 3.Solitude
  • 4.Dreams Of You
  • 5.Creation Burned
  • 6.Money To Burn
  • 7.To The Grave
  • 8.Coffin Lord

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -