O artigo definitivo sobre “Stairway To Heaven” (Led Zeppelin)

PUBLICIDADE

Se você habita ou habitou o planeta Terra entre os anos de 1971 até 2021, então é certo que em algum momento de sua vida, você ouviu as estrofes e as melodias de “Stairway To Heaven”, música do grupo britânico Led Zeppelin.

Conhecida como a “música comprida” do Led Zeppelin, “Stairway To Heaven” é um daqueles casos onde uma canção de uma banda de Rock (propriamente dito) consegue agradar gregos e troianos. Mesmo que alguém diga não curtir “Rock”, certamente ele(a) dirá que esta música possui uma linda melodia e a reconhecerá como uma das melhores e mais belas canções de todos o tempos. É claro que esta não é uma verdade absoluta, mesmo porque música é algo subjetivo e na maioria das vezes esta “verdade” é apenas uma forma do fã enaltecer o trabalho de sua banda predileta, soando exagerado em alguns momentos, principalmente, quando resolve tecer elogios infindáveis.

É preciso entender que as pessoas têm “ouvidos” diferentes, e sendo assim a música irá tocar de forma diferente cada um. Dito isso, é hora de falar de “Stairway To Heaven”

Reprodução

Em 8 de novembro de 1971, o Led Zeppelin lançava o 4º álbum de sua carreira e, por mais estranho que parecesse, este não trazia nenhum título e por este motivo ficou conhecido por “IV” ou “Led Zeppelin IV”.

Após algumas críticas negativas dirigidas ao disco anterior, “Led Zeppelin III”, o guitarrista e líder da banda, Jimmy Page, decidiu que o disco vindouro decididamente não traria nenhum título e decidiu também que cada um dos quatro integrantes devia escolher um símbolo qualquer para representá-lo na capa. Estes símbolos poderiam ser aleatórios. Sendo assim, cada um dos quatro integrantes escolheu um símbolo para representá-los na capa e no encarte interno, e apesar do disco também ser conhecido pelo apelido “Runas”, apenas os dois símbolos do meio são realmente runas, os outros dois são símbolos mágicos ou de múltiplos sentidos.

As gravações tiveram início em Dezembro de 1970 e seguiram até março de 1971. No final, a banda entregava um disco contendo 8 faixas inéditas. A principal faixa do álbum, “Stairway to Heaven”, foi criada em 1970 quando Jimmy Page e Robert Plant estavam em Bron-Yr-Aur, uma residência em Gwynedd, País de Gales, após a quinta turnê norte-americana do Led Zeppelin.

De acordo com Page, a parte instrumental foi escrita por ele durante longas noites. A primeira parte surgiu em uma noite em Bron-Yr-Aur, Page sempre mantinha um gravador de fitas cassete por perto e a ideia para “Stairway To Heaven” surgiu de fragmentos de músicas já gravadas.
Na ocasião, John Paul Jones, baixista da banda explicou que após Bron-Yr-Aur, a música foi apresentada a ele:

“Eles (Page e Plant) voltaram das montanhas galesas com a introdução e o riff da guitarra. Eu literalmente a ouvi em frente de uma grande fogueira em uma casa de campo. Eu peguei uma flauta e toquei um riff bem simples que nos deu uma introdução, depois fui até um piano para a sessão seguinte, acompanhando as guitarras”.

Reprodução

O primeiro esboço de letra, escrito pelo vocalista Robert Plant próximo a uma lareira numa noite em Headley Grange, foi parcialmente improvisado e Page afirmou que grande parte da letra foi escrita naquele momento. Page estava dedilhando as cordas e Plant estava com lápis e papel. Plant relatou:

“De repente minha mão estava escrevendo as palavras: ‘Há uma senhora que está certa que tudo o que reluz é ouro, e ela está comprando uma escadaria para o céu’. Eu simplesmente sentei, olhei para aquelas palavras e quase pulei da cadeira”.

Em novembro de 1970, Page deu uma dica sobre a existência da nova música a um jornalista em Londres:

“É uma idéia para uma faixa realmente longa… Você sabe, como ‘Dazed and Confused’ e outras músicas nesse estilo que eram divididas em seções. Bem, queremos tentar algo novo com órgão e violão que aos poucos aumentam de intensidade e, em seguida, entram as partes elétricas… Poderá ser uma faixa de quinze minutos até”.

Numa entrevista de 1977, Page explicou:

“Eu ainda tenho a fita original que estava gravando no momento em que tocamos a “Stairway To Heaven” completa com a banda. Eu já tinha preparado tudo na noite anterior com John Paul Jones, anotado as mudanças e coisas assim. Naquele momento estávamos morando na mesma casa e trabalhando juntos regularmente, então, no dia seguinte, começamos a trabalhar nela. Havia apenas uma parte onde havia um pequeno problema. Por alguma razão desconhecida, John Bonham não conseguia acertar o ritmo na parte com as doze cordas antes do solo. Mas, fora isso, tudo fluiu muito bem”.

Photo: David Redfern/Redferns

Apesar de não ter um single lançado, tornou-se a canção de maior sucesso daquele ano, é considerada até hoje uma das melhores gravações musicais de todos os tempos. É importante relatar que de cara o disco atingiu as primeiras posições das paradas de sucesso do Canadá e do Reino Unido. Imediatamente, alcançou o segundo lugar da Billboard 200 nos Estados Unidos, enquanto “Stairway to Heaven” tornou-se um sucesso nas rádios e embalou o álbum inteiro. Em dois meses tornou-se o mais adquirido pelo público naquela ocasião.

Voltando a faixa “Stairway to Heaven”: a música apresenta em seus oito minutos e dois segundos de duração, uma variação rítmica que vai do Soft ao Rock vigoroso, flertando também com o Folk Rock, já que seu início traz belíssimos dedilhados de violão que genialmente se conectam ao som de flautas, conduzidas pelo baixista John Paul Jones, originando assim uma combinação perfeita de ritmo e melodias encantadoras.

Encantadores também são os vocais de Plant, que com um domínio espetacular de voz e timbre suave, mergulha nas melodias proferidas pelos violões e flautas e o resultado final é no mínimo emocionante.

Durante quatro minutos e dezessete segundos, somos conduzidos por uma música de melodias brandas e harmonias calmas, quebradas após o referido tempo pela bateria de John Bonham, pelas linhas de baixo de John Paul Jones e pelas guitarras geniais e precisas de Jimmy Page. Após o “grande encontro” entre voz e os demais instrumentos, a música eleva seu ritmo, mergulhando de cabeça no Hard Rock ou no Classic Rock (depende de como queira defini-la).

Evidentemente, o resultado final não poderia ser outro senão surpreendente.

Salvo algumas exceções, não é comum músicas chamarem a atenção por suas letras já que na maioria das vezes a melodia é a grande responsável por cativar o ouvinte. Não no caso de “Stairway to Heaven”. A beleza de sua melodia e o título “chamativo”, gerou inúmeras curiosidades sobre sua letra e criação.

Photo: Adc/REX/Shutterstock

Afinal de contas, o que a música tenta transmitir? O que sua letra de fato retrata? E, finalmente, qual o significado de sua letra?

A própria explicação de Plant para a letra foi que era uma divagação cínica sobre uma mulher que sempre conseguia tudo o que queria sem dar a isso a devida reflexão ou consideração. O primeiro verso começa com aquele cínico movimento da mão, que foi suavizando depois. A letra da música refletia aquilo que Plant estava lendo no momento. E o cantor estava estudando minuciosamente a obra do antiquário britânico Lewis Spence. O livro Magic Arts in Celtic Britain, de Spence, foi mencionado posteriormente como uma das fontes para a letra da música.

A versão que menciona o livro de Spence parece ser a mais acertada, e o livro trata das crenças e práticas ocultistas na Grã-Bretanha celta, mas numa tentativa de entender o significado de “Stairway to Heaven”, muitas coisas foram faladas e várias foram as especulações. Na verdade, ninguém até hoje foi capaz de decifrar a verdadeira mensagem por trás da faixa. Alguns chegaram a afirmar que se tratava de uma música sobre esperança, porém de acordo com o vocalista Robert Plant, a própria banda não quis revelar para o publico tudo sobre a composição:

“Eu estava com lápis e papel e, por algum motivo, também estava de muito mau humor. Então, de repente, minha mão estava escrevendo as palavras: ‘Há uma senhora que tem certeza de que tudo que reluz é ouro, e ela está comprando uma escada para o céu’. Eu apenas sentei lá e olhei para o rascunho e quando terminei, quase dei um pulo. ficamos relutantes em explicar ao público o que a canção realmente significa”

Reprodução

Enquanto a música era elaborada no Headley Grange Studios, Page se lembra de Plant escrevendo a letra:

“Estávamos criando e isso exigia muita concentração, mas estávamos conseguindo o objetivo e as seções estavam começando a surtir efeito e tudo estava funcionando e se tornando coeso. Lembro-me claramente de Robert sentado no chão, encostado na parede, escrevendo, enquanto tudo acontecia. Fizemos mais alguns ensaios e então Plant se aproximou e começou a encaixar a letra com a melodia. Pelo que me lembro, ele tinha noventa por cento da letra pronta.”

A grandiosidade e a riqueza instrumental da canção certamente traria uma certeza: executá-la ao vivo seria um grande problema para o quarteto. Em especial para o guitarrista Jimmy Page:

“Eu empreguei tantas guitarras nesta canção. Há duas de 12 cordas tocando, há uma acústica, há um solo e como eu os executaria ao vivo?”


O próprio Page explica:

“A resposta para isso foi uma guitarra de braço duplo, para que eu pudesse fazer a abertura com as seis cordas, ir para a 12 cordas. Fazer o solo com as seis cordas e depois voltar para a 12 cordas. Dessa forma, parecia fazer mais sentido”.

Ele conta que as multidões responderam rapidamente à música:

“Lembro-me de notar que, quando tocamos no L.A. Forum, em agosto de 1971, houve uma ovação de pé, não de todos, mas de um bom número de pessoas, e pensei: Meu Deus!”.

A performance de estreia da música ocorreu oficialmente em 05 de março de 1971 no Ulster Hall em Belfast, capital da Irlanda. O baixista John Paul Jones lembra que a plateia não ficou impressionada:

“Eles ficaram de saco cheio de esperar para ouvir algo que conheciam”.

Nas rádios, a música estreou em 1º de abril de 1971. A estreia aconteceu no Paris Cinema, Teatro localizado em Londres, Inglaterra, transmitida no dia 4 do referido abril pela BBC. A música foi executada em quase todas as apresentações seguintes da banda, ficando ausente do repertório em raras ocasiões. Estas ocasiões eram: toque de recolher ou quando acontecia algum problema técnico. Até o ano de 1975, a música era a grande responsável por encerrar as apresentações. Ou seja, “Stairway To Heaven” era definitivamente a música que fechava os shows do quarteto. Nestas apresentações, ela ganhava versões mais longas. Algumas delas ultrapassam os dez, doze ou até mesmo quinze minutos, já que na hora dos solos era normal que Jimmy Page se prolongasse.

Photo:  Chris Walter

Algumas observações sobre a magistral “Stairway To Heaven”:

  • Citada como uma das melhores do Rock. Embora a canção tenha sido lançada em 1971, demorou até 1973 para ter realmente status de “hino”. Como Page disse:

“Eu sabia que era bom, mas eu não sabia que ia ser quase como um hino…Mas eu sabia que era a joia do álbum, com certeza”.

  • No 20 º aniversário do lançamento original da canção, foi anunciado através de fontes de rádio dos EUA que a música tinha registrado um número estimado de 2,874 milhões de reproduções nas rádios
  • Em 2000, a canção tinha sido transmitida na rádio ao longo de três milhões de vezes.
  • A música figurou no 2º lugar da Billboard 200 nos Estados Unidos, alcançou a 37ª posição na parada de singles do Reino Unido, foi classificada com o número 31 nas 500 Melhores Canções de Todos os tempos da Revista Rolling Stone, foi eleita como as “Dez Melhores Canções de Sempre” pela revista Classic Rock Magazine, e também foi o sucesso mais pedido de todos os tempos nas rádios norte americanas.
  • A gravadora da banda, Atlantic Records, estava muito interessada em lançar essa faixa como single, mas o empresário da banda, Peter Grant, recusou-se a fazer isso em 1972 e em 1973 devido sua duração. O resultado dessa decisão foi que as pessoas começaram a investir no quarto álbum como se fosse um single. Nos Estados Unidos, a Atlantic lançou “Stairway to Heaven” como single promocional de 7″ em 1972.
  • Em 9 de Março de 2020, um painel de 11 juízes de São Francisco confirmou uma decisão de 2016, ao não encontrar evidências de que o Led Zeppelin tenha plagiado a introdução da música “Taurus”, da banda Spirit que através de seu compositor Randy California, acusou os britânicos de plágio.
  • Em 2009, a revista Guitar World elegeu o solo de Jimmy Page na faixa em primeiro lugar na lista dos “100 Maiores Solos de Guitarra na História do Rock and Roll”. No mesmo ano a população da cidade de Nova York também a deixou na primeira posição na pesquisa da Classic Rock que listou as “1.043 Maiores Canções de Todos os Tempos”.
  • Das várias homenagens que recebeu através de regravações de artistas diversos como Rick Wakeman, White Skull, Mastodon, Great White, Dweezil Zappa, Dolly Parton, Gregorian, The Royal Philharmonic Orchestra, etc, sem dúvida a melhor versão foi executada pelo Heart, em uma homenagem à banda em 2012, com Ann e Nancy Wilson, liderando uma banda com diversos músicos, uma orquestra e um belíssimo coral, além de Jason Bonham na bateria. O frontman do Led Zeppelin, Robert Plant, mal consegue segurar a emoção e derramou lágrimas durante a apresentação.
  • No Brasil, “Stairway To Heaven” integrou a trilha sonora da novela Top Model, exibida entre setembro de 1989 a maio de 1990, pela Rede Globo.
Photo: Michael Putland / Photoshot

[… Stairway to Heaven, cristalizou a essência da banda. Ela tinha tudo e mostrou a banda em sua melhor forma… como uma banda, como uma unidade. Não estou falando apenas de solos ou coisas desse tipo, ela tinha tudo. Nós tivemos o cuidado de nunca lançá-la como single. Ela foi um marco para nós. Todo músico quer fazer algo de qualidade duradoura, algo que permanece relevante por muito tempo e acho que conseguimos isso com ‘Stairway’. [Pete] Townshend provavelmente achou que conseguiu isso com Tommy. Eu não sei se tenho a habilidade para fazer isso de novo. Eu tenho que trabalhar muito antes de poder chegar perto desses estágios de total e consistente brilhantismo.]

(Robert Plant)

Letra em português:

Há uma senhora que tem certeza de que tudo que brilha é ouro
E ela está comprando uma escada para o céu
Quando ela chega lá ela sabe, se as lojas estão todas fechadas
Com uma palavra ela pode conseguir o que veio buscar
Ooh, ooh, e ela está comprando uma escada para Paraíso

Há uma placa na parede, mas ela quer ter certeza
Porque você sabe que às vezes as palavras têm dois significados
Em uma árvore perto do riacho, há um pássaro canoro que canta
Às vezes todos os nossos pensamentos são enganosos
Ooh, isso me faz pensar
Ooh, faz me pergunto

Tenho um sentimento quando olho para o oeste
E meu espírito está chorando por ir embora

Em meus pensamentos eu vi anéis de fumaça por entre as árvores
E as vozes daqueles que estão olhando
e isso me faz pensar,
realmente me questiona

E é sussurrado que logo se todos nós chamarmos a melodia
Então o flautista nos levará à razão
E um novo dia amanhecerá para aqueles que ficarem por muito tempo
E a floresta irá ecoar com risos

Se houver agitação em sua
cerca viva, não se assuste agora, É apenas uma fonte limpa da Rainha de Maio
Sim, há dois caminhos pelos quais você pode seguir, mas no longo prazo
ainda há tempo de mudar o caminho que você está no
Ooh, isso me faz pensar
Ooh, Ooh, me faz pensar

Sua cabeça está zumbindo e não vai, caso você não saiba
O flautista está chamando você para se juntar a ele
Querida senhora, você não pode ouvir o vento soprar? Você sabia?
Sua escada está no vento sussurrante

E à medida que avançamos pela estrada
Nossas sombras mais altas do que nossa alma
Lá anda uma senhora que todos nós conhecemos
Que brilha uma luz branca e quer mostrar
Como tudo ainda se transforma em ouro
E se você ouvir com atenção
A melodia chegará a você finalmente
Quando tudo é um e um é tudo, sim
Para ser uma rocha e não para rolar.

E ela está comprando a escada para o céu

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,663SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
152SeguidoresSeguir
960InscritosInscrever

Últimas Publicações