PUBLICIDADE

A lenda Jimmy Page completa 80 anos

O lendário guitarrista Jimmy Page, famoso por ter sido membro do Led Zeppelin, completa 80 anos na data de hoje. James Patrick Page nasceu na cidade de Heston, na Inglaterra, no dia 9 de janeiro de 1944. Vamos conhecer um pequeno resumo de sua obra?

   

A vida, a arte e a genialidade de Jimmy Page

A princípio, Page começou a trabalhar como músico de estúdio na metade dos anos 60. Logo depois, ele integrou o The Yardbirds,entre os anos de 1966 e 1968, tornando-se cada vez mais conhecido na cena músical britânica. Após sua saída do Yarbirds, ele, enfim, formou o Led Zeppelin, que contava também com o vocalista Robert Plant, o baixista/tecladista Jon Paul Jones e o baterista John Bohnam.

JimmyPage / Reprodução / Acervo

Led Zeppelin I & II

No ano seguinte a sua fundação, Led Zeppelin lançou o seu debut, “Led Zeppelin I” e, em seguida, ainda em 1969, veio o segundo full lenght, “Led Zeppelin II”. A maneira criativa com a qual o quarteto mesclava Blues e Rock de uma maneira agressiva e, ao mesmo tempo, suave, levou a banda a um crescimento quase que meteórico.

A interpretação vocal fantástica de Robert Plant, os riffs, dedilhados e solos ímpares de Page, a precisão de Jon Paul Jones e batida pesada de Bohnam mostraram claramente ao mundo que uma eterna lenda acabara de surgir.

*Uma característica única de Jimmy Page é que ele mantinha a base de guitarra mais alta que os solos.

Led Zeppelin III e o álbum sem título

Em 1970, chegou o Led Zeppelin III e ainda que os álbuns anteriores tivessem canções de destaque, “Immigrant Song”, “Celebration Day” e “Since I’ve Been Loving You” já demonstravam que houvera evolução. Porém, nada se compara ao álbum que foi lançado em 1971, o qual jamais recebeu um título oficial. Embora, como já mencionamos, o disco não tinha nome, ele é conhecido por essa razão como “Led Zeppelin IV”. Mas, como já mostramos em uma matéria publicada recentemente, trata-se somente de um apelido.

Só o lado A dessa bolacha já seria suficiente para que ela fosse considerada fundamental em qualquer discografia, pois, ter “Black Dog”, “Rock’N’Roll” e “Starway To Heaven” não é pouco coisa. Como resultado, quase trinta milhões de cópias vendidas, sendo um dos maiores best-sellers do Rock pós-Beatles. Jimmy Page gravou em “Starway To Heaven” o seu dedilhado mais conhecido, assim como um dos seus solos mais cultuados.

Houses of the Holy” e “The Songs Remains The Same”

Três anos depois do álbum “sem título”, chegou “Houses Of The Holy”. Ainda que o seu êxito nem tenha chegado a metade do seu antecessor, vendendo “somente” 12 milhões de cópias, não dá para ignorar um disco com as clássicas: “The Song Remains The Same”, “The Rain Song”, “D’yer Mak’er” e “No Quarter”. Além disso, os teclados de Jon Paul Jones começaram a se destacar bem mais, dando ainda mais magia a sonoridade do quarteto. Ainda assim, Page continava com a sua criatividade no ápice. Enquanto Led Zeppelin fazia a turnê desse disco, ocorrera a produção de seu filme, “The Song Remains The Same”.

Physical Graffiti” / “Presence” / “In Through The Out Door”

Ainda em 1973, Led Zeppelin inicou a produção de seu sexto disco, que é duplo, no entanto “Physical Grafitti” só saiu em 1975. Todas as suas músicas soaram bem para os fãs, mas o destaque ficou por conta de Kashimir. Um fato curioso sobre essa canção, é que ela foi composição de Page, Plant e Bonham, mas nela se destaca o arranjo de teclado de Jones, o qual deveria ser objeto de estudo científico.

Em 1976, foi a vez de “Presence” e em 1979, “In Through the Out Door“, sétimo full lenght do Led Zeppelin, foi o último disco lançado pelo quarteto enquanto ainda estava em atividade e dele nasceu o seu último hit, “All My Love”. Nesse disco, o teclado se dastacou bem mais, pois Page vivia uma crise criativa por causa do seu vício em heroína.

Morte de John Bonham e “CODA”

John Bonham faleceu no dia 25 de setembro de 1980 e, logo depois, no dia 4 de dezembro de 1980, o Led Zeppelin encerrou publicamente suas atividades. Posteriormente, no dia 19 de novembro de 1982, ainda saiu um álbum póstumo, “Coda”, dedicado a memória de Bonham.

   

Nesse hiato de 43 anos desde o fim do Led Zeppeling, houve reuniões para apresentações esporádicas, sempre com algum baterista convidado, como por exemplo, Phil Collins (Genesis), Jason Bonham, que é filho de John, entre outros.

Jimmy Page pós Led Zeppelin

Após o fim do Led Zeppelin, Jimmy Page se envolveu em alguns projetos. Com o The Firm, ele gravou dois discos, “The Firm” (1985) e “Mean Business” (1986), posteriormente, em 1993, ele participou do projeto Coverdale•Page, com o vocalista do Whitesnake, David Coverdale. Um ano depois, em 1994, ele lançou o álbum “No Quarter”, com seu companheiro de Led Zeppelin, o vocalista Robert Plant.

Rock Birthday Mr. Page

JimmyPage/ Reprodução / Acervo

Qual sua música favorita do Led Zeppelin e qual solo de Jimmy Page é o seu preferido?

Redação: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -