PUBLICIDADE

MUNDO METAL ENTREVISTA: VULTURE (SPEED METAL/ALEMANHA)

Vulture, banda alemã de Speed Metal, através de seu guitarrista Stefan Castevet, cedeu entrevista ao redator do Mundo Metal, Cristiano Ruiz, falando sobre sua história e sonoridade desde que iniciou sua discografia com o álbum “The Guillotine”, em 2017. Além disso, respondeu perguntas sobre a sua carreira e seu mais atual registro, “Sentinels”, que saiu no dia 12/4/2924, pelo selo Metal Blade Records. A fim de saber mais, confira o nosso bate-papo abaixo.

   

Desde quando iniciou sua carreira, o line-up da banda conta com os seguintes músicos: A Axetinctör (baixo), S Castevet (guitarra), M Outlaw (guitarra), L Steeler (vocal) e G Deceiver (bateria).

Vulture / Photo by Peter Vangelder

Questões:

Mundo Metal: enfim, após quase três anos de intervalo, saiu o quarto full lenght da discografia do Vulture, “Sentinels”. O feed back dos fãs e da imprensa especializada está de acordo com as expectativas da banda?

Vulture (Stefan):

“Definitivamente sim! Estamos super felizes com a ressonância que recebemos dos fãs e da imprensa. As pessoas parecem notar que estamos tentando soar um pouco mais diretos aqui e ali e tentando soar mais como fazíamos quando começamos a banda naquela época.”

Mundo Metal: logo após do lançamento do terceiro álbum, o ótimo “Dealin’ Death” (2021), foi lançado o single “High Speed Metal”, que é o slogan da banda. Surpreendentemente, ele não está presente no track list de “Sentinels”, por quê?

Vulture (Stefan):

“Tínhamos tantas músicas na manga para o lançamento que simplesmente tivemos que cortar algumas faixas. Como High – Speed Metal já foi lançada, achamos que seria mais fácil não “desperdiçar” espaço no LP com uma faixa que todo mundo já conhece, haha!”

Mundo Metal: de qual fornma o quinteto avalia a evolução de sua sonoridade desde que lançou “The Guillotine” até os dias atuais?

Vulture (Stefan):

“No momento, parece que estamos voltando ao ponto de partida. Isso é absolutamente incrível. Podemos ter nos perdido aqui e ali, especialmente em “Ghastly Waves”, tentado jogar a carta segura com “Dealin Death” e agora estamos de volta aos trilhos. Pelo menos é assim para mim!”

Stefan Castevet / Vulture / Reprodução / Metal Archives

Mundo Metal: como está a divulgação, por parte da banda, do atual disco “Sentinels”. Quais são os planos do Vulture para o futuro?

Vulture (Stefan):

“Fizemos muitos videoclipes e filmamos cenas de bastidores para um documentário de estúdio. Além disso, estamos tentando fazer o máximo de shows possível para nós.”

Mundo Metal: tal como redigimos em nossa resenha, todas as faixas do atual registro, “Sentinels”, são fantásticas. Porém, o tema instruemtal “Der Tod trägt schwarzes Leder” ganhou destaque por duas razões óbvias, por ser Heavy tradicional e por seu título ser em alemão. Assim sendo, o que inspirou a criação dessa canção e o seu título?

   

Vulture (Stefan):

“Queríamos ter uma faixa instrumental no disco que lembrasse um pouco a vibração do giallo. Os filmes Giallo são uma forma de suspense do cinema italiano da época. A estética daquela época é algo que realmente amamos e achamos que combina muito bem com o VULTURE. Der Tod Trägt Schwarzes Leder é o título de um desses filmes e se traduz diretamente como “A morte usa luvas pretas”. Não poderia ser mais VULTURE.”

Mundo Metal: muitos apreciadores do Speed Metal, incluindo os redatores do Mundo Metal, acreditam que Vulture está entre os ícones desse subgênero, atualmente. Como a banda encara esse reconhecimento que acaba por ser uma responsabilidade?

Vulture (Stefan):

“Obrigado por estas palavras tão gentis! Não sei se estamos nos sentindo responsáveis ​​por alguma coisa, mas além disso já estamos nos sentindo bastante pressionados haha. Isso é algo em que estamos tentando trabalhar, na verdade. Fique um pouco mais relaxado, deixando a música e os riffs fluírem ao invés de forçá-los a serem algo super extravagante. “

Mundo Metal: o intervalo de lançamento entre três primeiros álbuns foi em média de dois anos, porém, entre os dois mais recentes, essa média aumentou para quase três anos. Qual foi a razão desse pequeno atraso, se é que realmente foi um atraso?

Vulture (Stefan):

“Não, não foi! Nós apenas levamos mais tempo, colocamos muito mais esforço na gravação de demos e simplesmente escrevemos mais músicas do que antes para podermos fazer algumas escolhas antes de gravar.”

Mundo Metal: esse espaço serve para que vocês do Vulture avaliem a entrevista, da mesma forma para falem sobre algo que não perguntamos. Ou seja, fiquem a vontade e digam o que sentirem que devem.

Vulture (Speed Metal – Stefan):

“Estamos felizes pela recepção!!! Foi um prazer!!!”

Mundo Metal:

O prazer foi nosso e, desde agora, já estamos esperando por novidades do Vulture.

Entrevistado: Vulture (Speed Metal – Stefan)
Entrevistador: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -