PUBLICIDADE

MUNDO METAL ENTREVISTA: SURGICAL STRIKE

Surgical Strike, banda alemã de Thrash Metal, representada pelo frontman Jens Albert, cedeu entrevista ao redator do Mundo Metal, Cristiano Ruiz, falando sobre o lançamento de seu segundo full lenght, “24/7 Hate”. que chegou em 1/3/2024, pelo selo Metalville.

   

Durante a entrevistas, o vocalista dos thrashers alemães respondeu questões sobre sua história, desde que nasceram em 1993 até os dias atuais. A fim de saber mais, confira o nosso bate-papo abaixo.

Atualmente, o line-up do Surgical Strike conta com os seguintes membros: Marcelo Vasquez Rocha (guitarra), Jens Albert (vocal), Florian Seybecke (baixo), Moritz Menke(bateria) e Frank Ruhnke (guitarra).

SURGICALSTRIKE / Divulgação / Web Site Official

Questões:

Mundo Metal: enfim, saiu o segundo full lenght do Surgical Strike, “24/7”. Como está o feedback dos fãs e da mídia especializada, tudo está indo de acordo com o que a banda imaginava?

Surgical Strike:

“O feedback de nosso segundo full lenght está realmente sensacional, inclusive, além de nossas expectativas. Estamos nos sentindo muito sortudos e satisfeitos pelas reações positivas ao nosso novo registro.”

Mundo Metal: desde que a banda retornou as atividades, em 2014, houve o lançamento de três registros, um EP e dois full lenghts. Entretanto, entre cada lançamento, ocorreu um intervalo de aproximadamente quatro anos. Esse espaço de tempo estava nos planos da banda ou algum problema causou atraso?

Surtical Strike:

“Pra ser sincero esses hiatos não estavam nos nossos planos! Depois do nosso primeiro EP em 2016, tivemos algumas mudanças na formação e logo depois do nosso primeiro álbum, tivemos que lidar com a pandemia e não pudemos nos encontrar e ensaiar ou mesmo compor coisas novas de uma forma normal.”

Mundo Metal: Surgical Strike, assim como fez no lançamento de “Part of a Sick World”, lançou dois videoclipes de canções presentes em seu novo álbum, “Fear Monger” e a faixa-titulo”. Assim sendo, realmente serão somente dois videos oficiais do “24/7 Hate” ou ainda pode haver alguma surpresa?

Surgical Strike:

“Podem haver algumas surpresas em breve 😉”

Mundo Metal: analisamos e resenhamos ambos os full lenghts do Surgical Strike, confirmando, dessa forma, que a banda conseguiu manter o bom nível nos dois principais registros de sua carreira até o momento. Qual a visão da banda sobre isso, qual foi a evolução das composições desde que foi lançado o EP “V-II-XII” até agora?

Surgical Strike:

“Eu acho que desde o nosso EP de estreia nossas músicas se tornaram mais melódicas e cativantes na minha opinião, nós também adicionamos um som mais ‘épico’ a elas. Mas ainda tentamos não esquecer nossas raízes thrash com certeza.”

Planos para o futuro

   

Mundo Metal: quais são os planos da banda para o futuro, primordialmente, para a divulgação de seu atual lançamento? Alguma turnê no roteiro?

Surgical Strike:

“Nosso maior objetivo é fazer uma turnê com uma banda maior, até então estamos agendando e planejando muitos shows aqui na Alemanha e países vizinhos.”

Mundo Metal: quais são as preferências temáticas das letras de suas composições, já que não encontramos as letras disponíveis e nem sempre é possível compreender tudo somente com a audição? O que significam as sequências numéricas “V-II-XII” e “24/7”? Ou seja, de modo geral, sobre o que fala a sua música?

Surgical Strike:

“Em nosso último registro, nossas letras eram muito mais políticas, enquanto em ’24/7 Hate’ elas são mais como um diário do que eu (Jens) testemunhei durante os dias pandêmicos. ‘V-II-X-II’ significa cinco a doze e é sobre o estado da humanidade, enquanto ’24/7′ é sobre um cara fictício que enlouquece completamente e fica furioso! Nossa música é sobre: PODER/AGRESSÃO/NECESSIDADE direto na sua cara.”

Mundo Metal: Das 27 canções presentes nos três registros oficiais que vocês gravaram, há alguma que pertence aos primórdios da banda (1993/1996)? Todos os integrantes participam do processo de escrever as músicas, já que somente o vocalista Jens Albert é membro desde o princípio?

Surgical Strike:

“A única música que regravamos que fez parte de nossas demos é ‘Sorrow of War 1’ no POASW. As músicas são escritas por Marcelo e Frank enquanto eu adiciono todas as letras.

Mundo Metal: ouvindo atentamento ao seu mais recente trabalho musical, é notável que a banda possui suas características peculiares, contudo, cada um de vocês devem ter suas influências dentro do Thrash e do Metal de modo geral. Quais são elas?

Surgical Strike:

“Com certeza somos todos grandes fãs de bandas de Thrash tradicionais como: HEATHEN, EXODUS, OVERKILL, FORBIDDEN , VIO-LENCE etc. enquanto também sou um grande fã de bandas como: QUEENSRYCHE, CRIMSON GLORY , FATES WARNING, VICIOUS RUMORS, Metal Church. Frank é um grande fã do Helloween enquanto Marcelo adora o JUDAS PRIEST.”

Mundo Metal: esse espaço serve para que vocês avaliem os assuntos que abordamos na entrevista, assim como para que deixem um recado para todos aqueles que apreciam o seu Thrash Metal.

Surgical Strike:

“Obrigado por me dar a oportunidade de nos ter aqui e seu apoio.
Esperamos também uma dia possamos ir para a América do Sul , porque sua cena e apoio ao Thrash são realmente incríveis.
Stay Heavy & Thrash
JENS:Surgical Strike”

   

Mundo Metal:

Nós que agradecemos a sua participação e aproveitamos a oportunidade para parabenizar Surgical Strike, mais uma vez, por seu ótimo trabalho até que, além disso, já estamos ansiosos pelo próximo full lenght. Oxalá não tarde a vir!

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -