PUBLICIDADE

MUNDO METAL ENTREVISTA: SPINE SHIVER (SOUTHERN ROCK)

Spine Shiver, banda paulista de Southern Rock, da cidade de Itupeva, cedeu entrevista ao redator do Mundo Metal, Cristiano Ruiz, falando sobre sua história e sonoridade desde que iniciou suas atividades em abril de 2018. A fim de saber mais, confira o nosso bate-papo abaixo.

   

Atualmente, o line-up do power trio conta com os seguintes músicos: Eli Colt (vocal e guitarra), Guss Kbello (guitarra solo) e Michael Rock (baixo).

Questões:

Mundo Metal: quando Spine Shiver nasceu em 2018, a ideia, a princípio, antes do lançamento da canção “The Road”, já era compor material autoral ou somente tocar covers de clássicos?

Spine Shiver:

“A primeira ideia era só para covers não específicos com músicas pouco tocadas. A banda tinha tecladista, então o foco era pricipalmente sons com teclas, como Dire Straits e Van Halen.”

Mundo Metal: logo depois do lançamento do debut “The Road”, veio a pandemia e com ela todas as suas restrições. Dessa forma, isso chegou a ser um balde de água fria na divulgação desse primeiro álbum?

Spine Shiver:

“Sim, pois estávamos programando turnê de trabalho e parcerias para shows de divulgação. Sem os cachês dos shows, optamos por gravar os videoclipes e lives para não ficarmos parados, inclusive, conseguimos fazer uma live beneficente junto a Harley-Davidson, justamente no periodo da pandemia, mas a falta de recursos e a limitação da banda em relação às midias sociais seguraram o lançamento. Por isso, até hoje tentamos levar os novos ouvintes a escutarem esse álbum.”

SPINE SHIVER / SOUTHERN ROCK / DIVULGAÇÃO ? FACEBOOK

Mundo Metal: após o lançamento do primeiro full lenght, “The Road”, saíram três singles: “The Council”, “Nightsong”, assim como o mais recente, “Most Wanted”. Todos eles estarão presentes no segundo álbum completo?

Spine Shiver:

“Sim. Além desses três, iremos trazer pelo menos mais três sons originais e ainda guardamos uma surpresa para completar o álbum.”

Mundo Metal: embora sejam estilos diferentes, algumas pessoas confundem Southern e Country Rock. Assim sendo, em quais pontos ambos se assemelham e se diferenciam?

Spine Shiver:

“Muitas vezes ao ouvirem The Road, comentam que está muito próximo ao que seria um Alternative Country, o que também não estaria tão errado, uma vez que o Southern conversa muito bem com as linhas do Country. O Southern permite uma mistura maior com Blues e Hard Rock, guitarras mais sujas e presentes, além de riffs mais quentes, as letras do Southern também normalmente estão mais ligadas a vida na estrada, motos e carros antigos, e os ritmos percursivos estão mais para o Hard Rock do que para o Country.”

Mundo Metal: quais são as influências musicais na sonoridade do Spine Shiver, dentro e fora do Southern? Além de Lynyrd Skynyrd, ZZ Top, Molly Hatchet e Blackfoot, quais outras bandas podemos usar como referências ao propósito de entendermos melhor o que é Southern Rock?

   

Spine Shiver:

“O Southern é bastamte abrangente, sendo possivel identificá-lo inclusive em músicas do Metallica, Motorhead, Ozzy Osbourne, Guns And Roses e Bon Jovi. Mas a Spine não se atém somente ao próprio estilo para trazer as referências, pois a ideia sempre foi produzir um som que mesmo que pareça conhecido, seja único. No nosso som é possivel identificar referências ao Van Halen, Billy Idol e até mesmo Iron Maiden, o que torna divertida a composição das linhas.”

Mundo Metal: o segundo full lenght já está em produção? Já há previsão para o seu lançamento? Além disso, quais são os planos para o futuro do Spine Shiver?

Spine Shiver:

“Sim, já terminamos algumas músicas e outras estão em processo de produção. Para nós a música é viva e por isso deixamos as linhas seguirem sem tanta pressão,
mas a princpio gostaríamos de lançar uma música agora no inverno e já começar a trabalhar o lançamento do álbum para que saia ainda em 2024. Sobre o futuro, estamos alinhando turnês em 4 estados que só ainda não aconteceram por questão de agenda. Em 2024 focamos em participar mais de festivais e shows mais voltados ao crescimento do nosso público. Em 2025 iremos ampliar os trabalhos e abrir mais espaços na agenda para turnês e também investir em festivais propríos alavancando o Southern e Hard Rock no Brasil.”

Mundo Metal: falem sobre a evolução do Spine Shiver desde que lançou o single “The Road” até o mais recente, “Most Wanted”, que saiu esse ano.

Spine Shiver:

“Começamos como uma banda cover que resolveu também tocar músicas próprias. Já houve alteração na formação em relação a original, e desde o princípio nos preocupamos muito com a qualidade daquilo que vínhamos fazendo, seja no estúdio ou ao vivo. Acreditamos que a maior evolução foi a profissionalização da banda e a melhoria continua dos integrantes, com estudo e prática. Defendemos que a performance ao vivo deve sempre superar o feito em Estúdio, então toda vez que melhoramos o que sai no estudio, nos obrigamos a melhorar no ao vivo e isso nos ajudou a conquistar festivais e premios, como o de melhor intérprete de 2023 no Festival de Rock de Indiaituba e chegar a final do GP Autoral Kiss Fm 2023. A melhora do trabalho com as músicas gravadas auxiliou na maior participação dos sons e da banda em rádios e também na internet.”

Mundo Metal: esse espaço serve para que você avaliem a entrevista e comentem sobre temas, os quais não perguntamos. Ou sejam, digam o que sentirem que devem dizer.

Spine Shiver (Southern Rock)

“Agradecemos toda oportunidade que temos para defender nosso som e divulgar nosso trabalho, então muito obrigado. Convidamos todos a acompanharem nossas redes sociais e também nos seguirem nas plataformas de streaming. Sobre a entrevista, acredito foi importante falarmos sobre o Southern, pois não temos muitos representantes do segmento aqui no Brasil. Iremos participar do Tenneessee Festival em São Paulo, representando o Southern, no dia 21 de Julho, no centro esportivo Tietê, junto com a Banda Malta e Edson e Hudson. Convidamos as pessoas a conhecerem e ouvirem mais este estilo e também se permitirem a ouvir algo fora da caixa que já escutam todos os dias. Segregar menos o Rock e o Metal e abraçar a liberdade tão presente das letras dos sons que escutamos.”

Mundo Metal:

Nós é que agradecemos a participação do Spine Shiver e esperamos que tão logo venham mais novidades e registros inéditos!

Entrevistado: Spine Shiver
Entrevistador: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -