Madrugada Metal: Gamma Ray

PUBLICIDADE

O quadro “Madrugada Metal” foi criado para aquelas noite de insônia, para ouvirmos e batermos as cabeças até que o sono venha. Mas, isso vocês já estão cansados de saber.

Hoje, vamos homenagear quatro álbuns clássicos da banda alemã de Power Metal, Gamma Ray, todos da fase que Kai Hansen também era o vocalista.

Ai estão eles:

“Land Of Free” (1995)

Após três discos com Ralf Scheepers como vocalista, o mesmo deixa a banda e o guitarrista Kai Hansen também assume o seu posto. Essa nova fase se iniciou com o clássico “Land Of Free”, lançado no dia 29 de maio de 1995 e produzido pelo próprio Kai em parceria com o guitarrista/tecladista, Dirk Schlächter.

O quarto registro completo do Gamma Ray é considerado por muitos fãs o melhor da banda e um dos melhores do subgênero Power Metal já gravado.

Vale a pena conferir da primeira a última faixa.

“Somewhere Out In Space” (1997)

Com um line-up reformulado, o que foi fato comum nos quatro primeiros discos, “Somewhere Out In Space” é mais um clássico impecável surgido da genialidade de Kai Hansen.

A faixa “Watcher in the Sky” conta com a participação de Piet Sielck (Iron Savior) que é seu compositor em parecia com Kai Hansen. A edição japonesa tem uma versão para a canção “Return To Fantasy” do Uriah Heep.

“Power Plant” (1999)

Muro do Classic Rock

A mesma formação que gravou “Somewhere Out In Space” o fez em “Power Plant”. Sexto full lenght do Gamma Ray, ele é especial para mim, pois foi através do mesmo que tive meu primeiro contato com a banda e, inclusive, o adquiri no lançamento.

A minha favorita é “Heavy Metal Universe” que me lembra os primórdios de Kai Hansen no Helloween. O cover de “It’s A Sin” do Pet Shop Boys ficou um absurdo de bom.

Todas as faixas são agradáveis.

A capa foi concebida pelo renomado Derek Riggs (Iron Maiden).

“No World Order” (2001)

O mesmo line-up continua pelo terceiro lançamento consecutivo, talvez tenha sido esse um dos fatores para a manutenção de qualidade e pela melhor sequência da história do Gamma Ray.

Esses quatro discos garantem a audição de um Power Metal de primeiríssima linha da escola germânica, que tem a marca registrada do gênio Kai Hansen.

AGORA CURTA OS QUATRO DISCOS EM SUA PLAY LIST E ESPERE QUE O SONO VENHA, SE ELE VIER (RS)!

Seleção e redação: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,663SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
164SeguidoresSeguir
960InscritosInscrever

Mais Acessadas

Últimas Publicações