PUBLICIDADE

Resenha: Tragedy In Hope – “Sleep Paralysis” (2021)

“Sleep Paralysis” é o full lenght de estreia da One-Man-Band russa de Black Metal, Tragedy In Hope, o qual será lançado no dia 12 de fevereiro de 2021 de forma independente. O projeto é executado pelo músico Sasha Giller, que grava todos os vocais e quase todos os instrumentos.

   

Já me surpreendo logo na faixa de abertura. Já inicialmente, “Lucid Dream” me mostra um Black Metal que eu nunca havia escutado. Sasha Giller demonstra que tem uma forma peculiar de produzir sua música, desenvolvendo vocais bem mais complexos do que já ouvi dentro do subgênero.

Sasha Giller

As variações vocálicas são, ao mesmo tempo, o calmo/melódico e o extremamente raivoso, com um toque psicodélico que faz toda a diferença. ”The Celebration Of Despair And Woe” se aproxima um pouco mais do que conheço por Black Metal, porém Sasha mantém a chama do seu estilo próprio plenamente acesa.

As alternâncias de voz chamam ainda mais a atenção nessa segunda faixa. Noto também algo de Alice Cooper e King Diamond, porém pode ser apenas impressão particular.

SASHA GILLER / Divulgação / Facebook

“Fighting With The Rain”

Em seguida, “Fighting With The Rain” tem um lindo solo de guitarra. Talvez haja certa influência no Progressivo dos anos 70, eu não fiquei 100% convencido disso, mas é o quê a sonoridade me transmite.

” Bonecos de pano sombrios / encharcado até os ossos / pobres crianças das trevas / afogado em tristeza / é como lutar contra a chuva / é como lutar contra a chuva / perseguindo um arco-íris dia após dia”.

“Winter Wedding Ceremony” reúne em uma única canção todos os ingredientes propostos até então. Além disso, a atmosfera é, concomitantemente, sombria e psicodélica.

The Mistress Of Dark Art”

A cada faixa que passa, percebo mais elementos diferentes na sonoridade. Após “The Mistress Of Dark Art”, eu conclui que há um toque de Depressive/Black Metal em todo o contexto.

SASHA GILLER / TRAGEDY IN HOPE / Reprodução / Facebook

“Nightmare Lullaby” é o tipo de canção de ninar que faria com que as crianças jamais voltassem a querer dormir. Há uma sensível pitada de Doom Metal, o que torna o disco cada vez mais interessante. A temática lírica e a sonoridade de Tragedy In Hope são ideais para os melhores filmes dos gêneros terror e suspense. Quase no fim de debut, “Insomnious Autumnal Night” continua a assombrar as almas posers indefesas. Sasha Giller mostra durante todo o álbum a sua competência e versatilidade musical, já que não há como lhe negar tais adjetivos. A faixa título encerra o álbum com maestria, introduzindo com um riff fantástico.

Esse disco me faz ter a esperança que, assim como 2020, o ano de 2021 nos presenteará com incríveis lançamentos em todos os subgêneros do Metal e não há nenhuma tragédia em tal esperança.

Se você é fã de Black Metal, deve-se dar a chance de conhecer o trabalho do russo Sasha Giller de seu projeto chamado Tragedy In Hope.

   

Aprovado e indicado para você.

Nota 8,7

Integrantes:

  • Sasha Giller (vocal, guitarra, baixo, teclado)
  • Alexander Dovgan’ (bateria)

Faixas:

  • 1.Lucid Dream
  • 2.The Celebration Of Despair And Woe
  • 3.Fighting With The Rain
  • 4.Winter Wedding Ceremony
  • 5.The Mistress of Dark Art
  • 6.Nightmare Lullaby
  • 7.Insomnious Autumnal Night
  • 8.Sleep Paralysis

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -