PUBLICIDADE

KK’s Priest: “a democracia é sempre a melhor política. E não havia o suficiente lá”, diz KK sobre o Judas Priest

Em entrevista ao guitarrista do The Sword, Kyle Shutt, do podcast “The High Way With Kyle Shutt”, KK Downing (ex-Judas Priest, KK’s Priest) comentou sobre sua biografia, “Heavy Duty: Days And Nights In Judas Priest”, lançada no ano de 2018 e co-escrita pelo jornalista escocês Mark Eglinton.

   

Downing disse:

“Foi algo diferente, de verdade. Foi definitivamente interessante. Demorou bastante. Mas estou feliz por ter feito isso porque queria que os fãs me conhecessem um pouco melhor, de verdade. Porque os fãs sabiam de mim, mas não necessariamente tinham uma visão sobre mim, minha vida e minha personalidade.”

Reprodução/Facebook

Em outra ocasião, o guitarrista disse ao VintageRock.com que sua biografia lhe deu a sensação de encerramento definitivo de seu período com o Judas Priest.

“Eu acho que é o mesmo com qualquer relacionamento de longo prazo, seja marido ou mulher, ou pai e filho ou qualquer outro. Vocês passam bastante tempo juntos, e idiossincrasias aparecem. Acho que não havia certo ou errado em particular. Algumas pessoas têm mais tolerância do que os outras, e é preciso um baita milagre para ficarmos juntos por 40 anos. Alguém tem que doar. E tem que ser doar e receber. Mas, inevitavelmente, torna-se um pouco desequilibrado e gosto de pensar que a democracia é sempre a melhor política. E não havia o suficiente lá, Eu acho que não. Mas meio que aconteceu. Rob e Glenn saíram e fizeram suas longas carreiras solo, e isso se tornou um pouco perturbador. Eu nem mencionei isso no livro. Mas Rob realmente lançou dois álbuns e fez sua própria turnê no ano exato antes de eu sair. E então, quando eles disseram, ‘KK, queremos que você comece a escrever um EP de cinco faixas’, eu disse ‘de jeito nenhum! Rob acabou de lançar dois álbuns no ano passado, e nós estamos lançando apenas um EP? Algo não está certo.’ Isso bastou, realmente, e eu sai de lá. E, como eu disse no livro, tentei faze-lo da forma mais diplomática que pude. Mas, em poucas palavras, foi o suficiente, na verdade. Foi assim.”

A banda de KK Downing, KK’s Priest, lançou seu debut, “Sermons Of The Sinner”, no último dia 1 de outubro, pelo selo EX1 Records.

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -