PUBLICIDADE

Resenha: Vulture – “Ghastly Waves & Battered Graves” (2019)

“Ghastly Waves & Battered Graves” é o segundo álbum da banda alemã de Speed Metal, Vulture. Dois anos após o lançamento de seu debut, “The Guillotine”, a banda alemã de Speed Metal, Vulture, lançou seu segundo disco, “Ghastly Waves & Battered Graves”, pelo selo Metal Blade Records. O quinteto conseguiu manter e até superar a qualidade apresentada em seu álbum de estreia. Vulture, Masters Of Disguise, assim como os veteranos alemãos do Iron Angel constituem as três maiores forças do atual Speed Metal germânico.

   
Divulgação / Facebook / Vulture / Foto: Lea Heindl

Vulture, High Speed Metal

Enraizada nos anos 80, a sonoridade do Vulture é forjada no peso e na velocidade da era de aço do Metal com a adição de um refinado e ligeiro toque de modernidade. O vocal de L. Steeler segue a conhecida cartilha da vertente, ora claramente influenciado em Exciter ora em Paul Ballof, e até em Araya, algumas vezes.

Os guitarristas S. Genözider e M. Outlaw proporcionam agradáveis momentos na audição com seus riffs Power/Speed e seus solos mais voltados ao Heavy Metal tradicional.

O baterista G. Deceiver e o baixista A. Axetinctör fazem uma base rítmica cheia de variações, dessa forma, dando sustentação a todas essas tendências supracitadas.

A canção que intitula o álbum é um espetáculo a parte. Uma verdadeira aula de Speed Metal e a melhor faixa do gênero lançada em 2019, pois o eleva a um nível de superioridade colossal.

Os solos de guitarra são arrasadores e os arranjos vocais, irresistíveis, pois também podem ser notadas influências em Ballof e Halford. Ao mesmo tempo, todos esses elementos inspiradores transformam Vulture em uma banda de personalidade sonora singular.

“Beyond The Blade”, terceira faixa do disco, por sua vez, é um Speed/Thrash Metal introduzido por um arranjo de teclado, que demonstra a inexistência de conceitos prontos e prisão a rótulos pré determinados.

A velocidade não para de dar as cartas do jogo

Em seguida, “Tyrantula” se destaca por sua linha de baixo agressiva e diferenciada. Já “Stainless Glare” é outra canção à parte do full-lenght, já que tem introdução que supera um minuto e meio, também incluindo teclado. Além disso, o quinteto mostra que além de ter o Metal correndo em suas artérias, é tecnicamente gigante.

“Murderous Militia” é a canção mais pesada e rápida do registro, mas perde em minha preferência somente para “Ghastly Waves & Battered Graves”. O cover do Thin Lizzy, “Killer On The Loose”, encerra o brilhante segundo registro do Vulture.

Divulgação / Facebook / Vulture

NWOTHM

Certamente, a NWOTHM também trouxe novamente à tona esse subgênero bastante relevante e muitos nomes de qualidade têm surgido na cena mundial. Em suma, “Ghastly Waves & Battered Graves” do Vulture, “Under The Witching Cross” do Bewitcher e “Surronded By Delay”, da banda curitibana Axecuter, são os três melhores lançamentos de 2019 e são altamente indicados por mim.

Nota: 8,8

Integrantes:

  • A.Axetinctör – (baixo)
  • S.Genözider – (guitarra)
  • M.Outlaw – (guitarra)
  • L.Steeler – (vocal)
  • G.Deceiver – (bateria)

Faixas:

  • 1.Fed To Sharks
  • 2.The Garotte
  • 3.B.T.B. (Beyond The Blade)
  • 4.Ghastly Waves & Battered Graves
  • 5.Dewer’s Hollow
  • 6.Tyrantula
  • 7.Stainless Glare
  • 8.Murderous Militia
  • 9.Killer On The Loose (Thin Lizzy Cover)
   

Redigido por: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -