PUBLICIDADE

Resenha: VoidCeremony – “Entropic Reflections Continuum: Dimensional Unravel”

“Entropic Reflections Continuum: Dimensional Unravel” é o debut da banda de Death Metal, VoidCeremony.

   

Após lançar três EPs seguidos, a banda de Progressive Death/Black Metal da cidade de Ramona/CA nos Estados Unidos, Voidceremony, lançou seu primeiro full-lenght, “Entropic Reflections Continuum: Dimensional Unravel”, no dia 26 de junho de 2020.

Já nos primeiros segundos de audição, já dá pra notar a qualidade técnica dos músicos, pois a faixa “Desiccated Whispers” revela quatro competentes instrumentistas. Tais músicos poderiam tocar Fuzzion, mas optam pelo Metal extremo.

Garrett Johnson e Jon Reider

Os riffs dos guitarristas Garrett Johnson e Jon Reider, que também são vocalistas, são, ao mesmo tempo, complexos, cheios de contratempos e variações rítmicas. Surpreendentemente, é o baixista I. Mann que sola nessa primeira canção, demonstrando uma impressionante intimidade com o seu instrumento.

“Sacrosanct Delusions”

A bateria de C. Koryn acompanha todos esses compassos insanos de forma precisa. “Sacrosanct Delusions” é a segunda lição dessa aula do que chamo Jazz Extreme Metal. Técnica não é tudo na música, mas confesso que há bandas que sabem fazer dela uma grande vantagem, e Voidceremony é uma entre essas.

I. Mann

O baixista I Mann também sola nessa canção, provando de vez que é diferenciado. No entanto, há solos de guitarra pela primeira vez no full-lenght. A faixa se encerra com um lindo solo de bateria.

Divulgação / Facebook / VoidCeremony

A veia Progressiva surge em “Empty, Grand Majesty (Cyclical Descent Of Causality)”. Enquanto isso, os guturais, que aparecem nela periodicamente, me fazem lembrar que estou ouvindo Metal extremo e não uma banda Progressiva de alto gabarito.

C. Koryn

Os solos de guitarra consolidam o seu alto nível nessa música. C. Koryn executa seu número com altíssimo grau de dificuldade e o faz de forma, impecavelmente, sincronizada. O riff mais brutal do disco dispara “Binded To Unusual Existence”. Apesar do virtuosismo dos membros da banda, a sonoridade se mantém brutalmente pesada do início ao fim da obra fonográfica. Alguns podem torcer o nariz e achar que os músicos “fritam” demais em suas performances, porém em uma audição sem esse preconceito, percebe-se que tudo é feito embasado na mais alta beleza musical.

“Abandoned Reality”

A introdução puramente Death Metal da canção “Abandoned Reality”, logo depois se converte na fórmula Prog que já está sendo usada até o momento. A banda me impressiona, tecnicamente, tanto quanto Behemoth e Nile o fazem, mas claro que se trata apenas do debut, eu tenho que aguardar o que o quarteto de Ramona vai produzir futuramente.

“Solemn Reflections Of The Void“

A canção “Solemn Reflections Of The Void“ encerra o primeiro álbum do Voidceremony com as mesmas qualidades demonstradas em todo o seu tempo de duração. Em contraste com o que acontece com os Progressivos modernos, a prazerosa audição não dá aquela impressão de “álbum infinito”.

Divulgação / Facebook / VoidCeremony

Embora o Prog esteja muito presente nesse trabalho de estreia do Voidceremony, eu entendo que a melhor definição para o álbum seja Blackned/Death Metal. Aprovo e indico essa produção para os amantes de Metal extremo e que não sejam preconceituosos em relação a virtuosismo.

   

Nota 9,1

Integrantes:

  • Garrett Johnson (vocal e guitarra)
  • Jon Reider (vocal e guitarra)
  • C. Koryn (bateria)
  • I. Mann (baixo)

Faixas:

  • 1.Desiccated Whispers
  • 2.Sacrosanct Delusions
  • 3.Empty, Grand Majesty (Cyclical Descent Of Causality)
  • 4.Binded To Unusual Existence
  • 5.Abandoned Reality
  • 6.Solemn Reflections Of The Void

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -