PUBLICIDADE

Resenha: Mgła – Age Of Excuse (2019)

Mgla é uma banda polonesa de Black Metal, formada pelo vocalista e instrumentista M, assim como pelo baterista Darkside, que foi incluído a horda a partir de seu terceiro disco, “Exercises In Futility”, de 2015. M é responsável, ao mesmo tempo, pelo vocal, guitarra e baixo.

   

Em 2019, eles lançaram seu quarto full-lenght, “Age Of Excuse”, mantendo o formato conceitual de todos seus registros.

Divulgação / Facebook / MGLA / Black Metal

“Age Of Excuse” possui seis partes com um total de 42h24m de duração. O tema de abertura é sombrio, envolvente e relaxante, características essas que estão presentes em todo o conteúdo do álbum.

“Esperanças decrescentes chicoteiam o chão / Entre lamentos de milênios afundados / Não há caminhos a seguir / Mas um pesadelo de repetição sem fim.”

Esse é o conceito lírico da obra, presente na canção de abertura. “Age Of Excuse II” tem o andamento levemente mais acelerado, porém uma letra ainda mais infernal.

“Uma encarnação barata em uma carne desvalorizada / A alma congela-se em um nódulo encardido / Substância do mundo, sombria e pálida / Aos pés de um espírito descolado”.

Em “Age Of Excuse III”, a parte lírica continua a análise da alma humana com pitadas de niilismo.

“Para um novo mundo viria / De vez em quando / Mais puro, mais claro, mais transparente, melhor / E o último dos incrédulos será pisoteado na maior das marchas / Para o futuro radiante / Onde são prometidas presas para ovelhas”.

Um mergulho profundo nos sentidos sem sentidos da humanidade

“Marco zero da transgressão / Se a distância irônica é a verdadeira subversão / Como é esculpido no estruturado sistema que se opõe”.

Tanto as canções quanto suas temáticas se complementam, pois não fazem total sentido separadamente. Desenvolver álbuns conceituais é a especialidades do Mgla, já que eu não lembro de outro a artista ou banda que tenha se dedicado exclusivamente a eles.

Dessa forma termina a parte IV de “Age Of Excuse”:

“Reconheça confusão saudável / A sujeira por trás do devaneio / Desenterrar loucura e sondar o absurdo / Desconstrua sem promessa de um padrão de restauração e se tornará livre através da verdade dos profetas pré-sacerdotes”.

Em seguida, “Age Of Excuse V” segue recheada de niilismo:

“Ainda há entranhas a serem arrancadas e penduradas entre as árvores sagradas / Ossos a serem quebrados, olhos a serem arrancados para a diversão de um Deus babão”.

A sonoridade do MGLA intercala momentos com ritmo mais acelerado, mas é lenta na maior parte do tempo. A parte final “Age Of Excuse VI” é a conclusão do conceito do álbum.

“O que tem que ser feito, tem que ser feito / A natureza humana é o que é / Cobrimos nossos olhos em um chamado às armas / E virar uma ponta em nossa direção / De braços dados neste conflito fútil / Onde as cartas são marcadas e as probabilidades são pequenas ou inexistentes / De mãos dadas com o destino pior que a morte / Implacável em descontentamento”.

A existência humana é reduzida a menos que nada e os homens tidos como puras cobaias que são usadas para a diversão do acaso. O som do Mgla é extremamente depressivo, mas um Black Metal de nítida qualidade.

MGLA ; Photo By: Ice Photography / Fanny Larcher Collin

Assim como ocorrera nos demais subgêneros, 2019 também foi um ano bem gentil com os amantes do Black Metal. Muitos trabalhos de qualidade e com estilos bem variados.

   

Audição recomendável.

Nota 8,8

Integrantes:

  • M. (vocal, guitarra e baixo)
  • Darkside (bateria)

Faixas:

  • 1.Age Of Excuse I
  • 2.Age Of Excuse II
  • 3.Age Of Excuse III
  • 4.Age Of Excuse IV
  • 5.Age Of Excuse V
  • 6.Age Of Excuse VI

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -