PUBLICIDADE

Guns N’ Roses: “foi emocionante voltar a estar juntos”, diz Slash sobre trabalhar com Axl de novo

O Guns N’ Roses foi uma das bandas mais importantes para o Rock no final dos anos 80 assim como no início da década de 90. O sucesso avassalador de álbuns como “Apetite For Destruction” e as duas partes de “Use Your Illusion”, transformaram o grupo em uma máquina gigantesca de fazer dinheiro.

   

Com a fama, sobretudo, chegaram também os problemas internos e de relacionamento. Por conseqüência disso, a formação clássica foi se dissolvendo e um dos membros mais notórios, o icônico guitarrista Slash, saiu de forma nada amigável. Como todos sabem, o desentendimento com o vocalista Axl Rose durou cerca de 20 anos.

Neste meio tempo, foram diversos os ataques mútuos, as declarações cheias de farpas e indiretas, as falas pouco amigáveis e as inúmeras provocações. Felizmente, tudo acabou se resolvendo e, hoje, os dois estão reconciliados e trabalham juntos novamente. Foi sobre isso que o guitarrista falou em uma nova entrevista concedida a radio californiana 98 Rock (KRXQ-FM).

Quando questionado sobre como foi se reunir com Axl após duas décadas de animosidade, Slash disse o seguinte:

“Sim, foi ótimo. Quer dizer, Deus, é uma longa história, mas foi ótimo quando Axl e eu começamos a conversar novamente, porque eu sentia falta dele. Nós tínhamos desenvolvido tanta animosidade que só piorou cada vez mais com o passar do tempo. Então, quando finalmente conversamos e comecei a falar sobre tocar, Deus, foi um peso enorme tirado dos nossos ombros e foi emocionante voltar a estar juntos. E havia aquela química que acontece, da qual você meio que esquece o quão intensa é quando você sobe no palco juntos ou apenas trabalhando juntos. Então, sim, é muito legal e estou muito feliz que conseguimos superar tudo isso.”

Photo: Jamie Taylor/Alamy Live News

Em uma entrevista de 2021 concedida a revista Revolver, Slash já tinha tocado neste tema. Na época ele disse:

“Eu trabalhei com diferentes cantores, intermitentemente, por um tempo, e então quando conheci Axl e começamos a tocar juntos, ele foi o único cantor que trouxe um conteúdo emocional que me afetou em um nível emocional, em um nível de energia muito alto. Uma música de repente atingiu um nível totalmente novo e eu senti isso. E foi quando percebi onde a música e os vocais realmente se encontram. Porque antes disso, todos com quem trabalhei eram péssimos e eu sentia que não tinha utilidade alguma fazer isso com eles, e eu preferia tocar instrumentalmente. Mas com Axl, foi quando eu realmente cheguei àquele sentimento pungente que você tem quando as coisas se conectam em um nível lírico, vocal e musical.”

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -