PUBLICIDADE

GARIMPO MUNDO METAL: SAVAGE BLOOD

Mundo Metal apresenta: SAVAGE BLOOD

   

Criamos este quadro para você que não se contenta com o óbvio. Ele foi feito para todo aquele que, apesar de amar os medalhões, sabe que são as bandas menores que precisam de mais atenção. E quer algo melhor do que começar as suas garimpagens à partir das nossas garimpagens?

Seja bem vindo ao GARIMPO MUNDO METAL.

A partir de hoje, suas audições vão ficar muito mais interessantes. Nós garantimos.

SavageBlood / Reprodução / Metal Archives

Savage Blood

Mesmo antes de entrar para o Mundo Metal, eu já era garimpeiro. O novo sempre me atraiu, porém, desde que aqui estou, essa característica passou a ter uma intensidade imensurável. São incontáveis as vezes que me deparei com álbuns fantásticos de bandas que, fora daqui, eu jamais teria conhecido. Cheguei a conclusão que, embora eu já fosse garimpeiro, eu estava completamente limitado e desatualizado.

Assim que eu me deparei como a sonoridade do Savage Blood em 2020, eu conheci um subgênero híbrido que até então eu não me dava conta. Estou me referindo ao Power/Thrash Metal. De acordo com o que eu disse na ocasião, em um dos parágrafos de minha resenha, “Power/Thrash Metal é um subgênero incomum que ainda causa rejeição por parte de alguns “troozaums”. Porém, eu, ao contrário, cada vez mais descubro excelentes trabalhos, os quais carregam tal sonoridade. Além disso, Savage Blood é um dos exemplos mais perfeitos que encontrei para a definição do Power/Thrash que faz a minha cabeça.”

O line-up, atualmente conta com: Peter Diersmann (vocal), Timios Zouridakis e Jörg Steinhake (guitarra), Michael Wächter (baixo), além de Marc Könnecke (bateria).

Vem comigo agora, a fim de conhecer um pouco da carreira do Savage Blood.

Savage Blood – Photo By Kommodore Johnsen / Peter Diersmann

“Savage Blood” – EP (2016)

O quinteto de Power/Thrash Metal surgiu no ano de 2016 na cidade alemã de Osnabrück, primeiramente, lançando seu ep homônimo. São cinco canções que exalam o perfume do Power/Thrash, mas sem soarem como cópia de nomes mais famosos do Power Thrash, como Iced Earth ou Angel Dust. Embora seja perceptível que o vocalista Peter Diersmann estava com os dois pés calcados no Teutonic Thrash nessa época.

“Downfall” 2020

Quatro anos depois do debut, foi a vez do primeiro full lenght, “Downfall”, chegar no exato dia 26/6/2020, ou seja, em plena pandemia. No entanto, esse é indiscutivelmente o melhor registro concebido pelo Savage Blood até então. Destaco as faixas, “Downfall”, “Violent Attack”, “We Sweat Blood”, assim como “Die in Spirit”. Porém, todas as canções são ótimas, recheadas de peso, melodia e refrãos marcantes.

“Wheel of Time” (2023)

O segundo disco “Wheel of Time” chegou no dia 16 de novembro de 2023, pela primeira vez por um selo, MDD Records, já que os dois primeiros registros tiveram formato independente. Apesar de eu preferir seu antecessor, “Wheel of time” também me agradou bastante. Destaco, principalmente, “Battle Cry”, o single “Warrior of Fortress”, que já noticiamos anteriormente aqui, além da faixa título que fecha a obra. Posso dizer o mesmo que eu disse sobre “Downfall” de 2020, escolhi minhas favoritas, contudo todas as composições merecem aprovação.

   

Garimpeiro da vez: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -