PUBLICIDADE

David Vincent: “nada se parecia com o que fazíamos”, disse ele sobre os primórdios do Morbid Angel

David Vincent, ex-vocalista do Morbid Angel, atualmente no I Am Morbid e Vltimas, cadeu entrevista para Jonathan Smith do canal Sonic Perspectives. O tema foram seus primeiros anos de como cantor de Death Metal. Além disso, ele comentou sobre alguma possível influência que recebera outros vocalistas da Florida, como John Tardy (Obituary) e Glen Benton (Deicide).Vincent falou dessa maneira:

   

“Bem, acredito que comecei antes deles, mas isso não vem ao caso. Nos primeiros dias do Morbid Angel, nós praticamente nos isolamos e fizemos o que fizemos. E não estávamos necessariamente tentando copiar ninguém porque, bem, não havia nada para copiar; não havia nada que se parecesse com o que estávamos fazendo. E nós meio que abrimos nosso próprio caminho e, felizmente, isso se desenvolveu e se tornou uma coisa única. Mas, novamente, havia muito menos bandas naquela época. Então, o fato de que das bandas que estavam por aí, todos eram únicos em seu próprio estilo, o que realmente não é o caso do que tenho escutado atualmente. Há muita coisa que parece muito, muito semelhante.”

Em seguida, David também abordou o fato dos vocais do Death Metal se tornarem cada vez menos inteligíveis nas últimas décadas. Ele disse:

“Bem, todo mundo tem que fazer o que é certo para si mesmo. Isso não é certo para mim. Mas, novamente, não tenho muitos comentários sobre o que as outras pessoas fazem. Ou sou fã disso ou não. Não, mas isso não importa. Felizmente, existem opções suficientes por aí onde as pessoas podem descobrir se querem ouvir isso ou aquilo ou o que quer que seja. Então, do ponto de vista vocal, eu não diria que ‘estou inspirado ou tenho alguma influência de cantores de Death Metal, entre aspas. Eu faço o que faço, e os cantores que ouço são de todos os lugares, mas não de Metal extremo.”

No 15/3/2024, outra banda de David Vincent, Vltimas, lançará seu segundo full lenght, “Epic”, pelo Season Of Mist, ouja, o sucessor do debut, “Something Wicked Marches In”, de 2019.

Reprodução / Facebook / Vltimas
PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -