PUBLICIDADE

Clássicos: Twisted Sister – Come Out And Play (1985)

Atlantic Records

“Come Out And Play” foi o quarto full lenght a ser lançado pela banda de Hard/Heavy/Glam americana, Twisted Sister, sucedendo o clássico “Stay Hungry”, que fora lançado no ano anterior.

   

Twisted Sister teve um início espetacular. “Under The Blade”, “You Can’t Stop Rock’N’Roll” e “Stay Hungry” foram avassaladores e fizeram a cabeça dos rockers na América e no mundo todo. “Come Out And Play” não ficou atrás, pois chegou conquistando seu espaço com a galera, fazendo com que quase metade de suas músicas se tornasse obrigatória no set list das turnês.

Divulgação / Twisted Sister

A faixa título abre o álbum com um clima de suspense e uma letra fantástica.

“Você tem medo de coisas que acontecem durante a noite? / Atrás das portas do armário estão as coisas quando você apaga a luz / Não tenha medo da noite, há uma luz no escuro brilhando / Não tenha medo, não tenha medo, não tenha medo da luz / Entre em nosso mundo, uma ostra em volta de uma pérola / Vocês todos estarão seguros por dentro, um lugar perfeito para se esconder, você verá / Diversão por decreto / Cavalgue acima da tempestade, da média e da norma / Um êxtase recém-descoberto, uma fantasia selvagem tornada realidade / Tudo pra você / Oh bem vindo ao nosso show / Oh bem vindo a nossa vida / Apenas me siga e você se libertará / Agora você não vai sair e tocar?”.

Essa canção tem uma vibe tão positiva, que ela mereceria uma resenha unicamente pra sua completa análise, porém temos que seguir em frente. Só afirmo que quem não se sentir convidado a cantar junto, certamente, é insensível (rs).

Divulgação / TWISTED “FUCKING” SISTER

O cover da banda pop feminina The Shangri-Las, “The Leather Of The Pack”, combinou perfeitamente para a sequência de “Come Out And Play”. O clima anos 60 original da canção se misturou a atmosfera das gangs de rua, que eram moda nos anos 80, principalmente por influência de filmes como “The Warriors” (1979). O legítimo Hard Rock, “You Want What We Got”, é divertido e até dançante.

“Eu sei o que você quer / Voce quer o que temos / Eu sei o que você quer / Você quer o que nós vamos te dar”.

Divulgação / Twisted Sister / “Be Chrool to Your Scuel” making off

Uma letra cheia de duplos sentidos e insinuações deixa a audição ainda mais prazerosa. Desde o princípio, o Twisted Sister produziu verdadeiros hinos em louvor ao Rock’N’Roll, “You Can’t Stop Rock’N’Roll”, “Bad Boys (Of Rock ‘N’ Roll)” e “I Wanna Rock”, pois a faixa “I Believe In Rock’N’Roll”, igualmente, se encaixa nesse grupo de homenagens ao Rock, além de ser impecavelmente ótima para os ouvidos. A sonoridade é um pouco mais voltada ao Heavy Metal tradicional em “The Fire Still Burns”. Tive a oportunidade de vê-los tocando essa canção ao vivo em 2013 e digo que ela tem algo, inexplicavelmente, muito especial.

“Be Chrool to Your Scuel” deixa o clima de seriedade de “The Fire Still Burns” de lado e volta à sessão divertimento que é a cara do Twisted Sister. A faixa tem a participação mais que especial de Alice Cooper e o clipe é muito engraçado. Cooper e Snider mandam muito bem juntos e deveriam ter gravado muitos mais. As lindas baladas também foram uma marca registrada da banda. “You’re Not Alone (Suzette’s Song)” e “The Price” tinham marcado os álbuns anteriores e “I Believe In You” seguiu esse mesmo caminho. Lindas frases de baixo de Mark Mendonza somadas a envolvente e a afinada voz média alta de Dee Snider produzem uma canção inigualável, mas é claro, sem me esquecer das guitarras de French e Ojeda, que são divinas. “Out On The Streets”, injustamente, não está entre as músicas badaladas do álbum, mas a acho incrível.

“Você está nas ruas, vivendo por conta própria / Você está na rua, tão longe de casa / Quando você está na rua, você não consegue entender o que está acontecendo / Você está nas ruas, seu coração é sua única casa”.

Essa letra tem o espírito e a marca do Twisted Sister. As duas canções que encerram disco, “Looking Out For #1” e “Kill Or Be Killed”, são uma repetição de fórmulas já utilizadas no restante do álbum, porém são ótimas faixas , ainda que não tragam nenhum elemento novo a obra. Se você não conhece Twisted Sister, você deve ser de outro planeta, porém, se conhece e ainda não conhece “Come Out And Play”, você precisa corrigir isso, urgentemente. A melhor parte de ter escrito essa resenha foi ouvir essa pérola novamente. Isso me fez muito bem e pode te fazer bem também.

Agora não vai sair (da sua inércia) e colocar “Come Out And Play” pra rolar?

Nota 9,3

Integrantes:

  • Jay Jay French (guitarra)
  • Eddie “Fingers” Ojeda (guitarra)
  • Dee Snider (vocal)
  • Mark Mendonza (baixo)
  • A.J. Pero (bateria)

Faixas:

  • 1.Come out in Play
  • 2.Leader of the Pack (The Shangri-Las cover)
  • 3.You Want What We Got
  • 4.I Believe In Rock’N’Roll
  • 5.The Fire Still Burns
  • 6.Be Chrool to Your Scuel
  • 7.I Believe In You
  • 8.Out On The Streets
  • 9.Looking Out For #1
  • 10.Kill Or Be Killed

Redigido por: Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
223SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações