Álbuns injustiçados: Riot – “Thundersteel” (1988)

PUBLICIDADE

CBS

Neste quadro iremos destacar discos que são excepcionais em qualidade musical, porém, não obtiveram o reconhecimento que mereciam. Muitos deles são absolutamente desconhecidos do grande público e, é neste espaço, que tentaremos corrigir algumas injustiças históricas que aconteceram no universo do Heavy Metal.

Muitos nunca sequer ouviram falar dos estadunidenses do Riot, outros ouviram uma música aqui e outra ali, mas pouquíssimos são os que realmente conhecem a obra completa desta banda tão fantástica. Em meio a tantos trabalhos de qualidade acima da média, um deles se destaca em absoluto: “Thundersteel”, de 1988. Sem medo de estar falando uma tremenda besteira, digo a vocês com total certeza e conhecimento de causa, “Thundersteel” se equipara em qualidade, criatividade e construção, com grandes clássicos ovacionados como “Powerslave” (Iron Maiden), “Painkiller” (Judas Priest) e “Restless And Wild” (Accept), entre outros de mesma estirpe.

Você ao ler isso pode pensar que é um mero exagero deste que vos escreve, pode achar que é uma supervalorização de obra feita por um fã ou, até mesmo, achar que devo estar sofrendo de delírios e devaneios oriundos de alguma enfermidade. Mas não! O sexto registro de estúdio do Riot é tão espetacular quanto poderia ser e qualquer elogio não seria capaz de traduzir em palavras o poderio de fogo apresentado no álbum.

O Riot tem uma carreira bastante peculiar desde seu início e, através dos anos, sofreu com diversas tragédias e acontecimentos fatídicos, mas nunca deixou de se reinventar e seguir em frente. Nesta altura do campeonato, o Riot já havia experimentado bastante em sua sonoridade, desde o debut “Rock City”, com uma vibe Hard and Heavy setentista, passando por petardos Heavy como “Fire Down Under” e explorando novos horizontes no subestimado “Born In America”, a banda sempre demonstrou muitas qualidades. Nestes tempos, também já tinham sofrido com perdas importantes no line-up, como a do vocalista Guy Speranza, mas nada que fosse capaz de frear o imparável líder e guitarrista Mark Reale.

Em 1988, a banda nos apresentava uma versão de si mesma que era mais porrada e cascuda que as anteriores. “Thundersteel” é um disco que mescla a rapidez do Speed Metal com a solidez do Heavy tradicional e as melodias estonteantes do Power. Se comparado a seus registros anteriores, é de longe o mais veloz e pesado, e estas características se encaixaram com perfeição às características dos próprios integrantes da época. Tony Moore canta de forma sublime e nos entrega uma performance quase inigualável, os guitarras de Mark são um show de riffs, linhas e solos viscerais, Don Van Stavern tritura seu baixo de maneira descomunal e os dois bateristas que gravaram o disco, Bobby Jarzombek e Mark Edwards, alternam momentos de brilhantismo.

É inaceitável que um trabalho que contenha verdadeiros hinos do porte de “Fight Or Fall”, “Flight Of The Warrior”, “Bloodstreets” e a faixa título “Thundersteel”, só pra mencionar algumas, não tenha vendido milhões de cópias e não seja colocado no panteão de obras imortais do gênero. Eram épocas difíceis, as gravadoras escolhiam quem seria o próximo Iron Maiden ou o próximo Metallica e, infelizmente, o Riot era uma banda subestimada para os engravatados donos do dinheiro. O álbum até conseguiu chamar certa atenção na época, mas nada que pudesse de fato alavancar o grupo e fazê-los alçar voos mais altos, uma pena…

Bom, se você não conhece está obra de arte, não perca mais tempo e ouça sem moderação. Se já conhece, sabe muito bem do que estou falando. Se quiser nos mandar sugestões de álbuns para figurar neste quadro, deixe o seu comentário e faça seu pedido. Desejo a todos uma boa audição!

Ouça o álbum na íntegra:

Integrantes:

Tony Moore (vocal)
Mark Reale [R.I.P. 2012] (guitarra)
Don Van Stavern (baixo)
Bobby Jarzombek (bateria nas faixas 1, 4, 6, 8, 9)
Mark Edwards (bateria nas faixas 2, 3, 5, 7)

Faixas:

  1. Thundersteel
  2. Fight or Fall
  3. Sign of the Crimson Storm
  4. Flight of the Warrior
  5. On Wings of Eagles
  6. Johnny’s Back
  7. Bloodstreets
  8. Run for Your Life
  9. Buried Alive (Tell Tale Heart)
PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,663SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
151SeguidoresSeguir
960InscritosInscrever

Últimas Publicações