Vale a pena ouvir de novo – Lohy Silveira (Homenagem póstuma)

PUBLICIDADE

Setembro de 2001: O mundo conhecia a fúria devastadora de “Annihilation”, segundo álbum oficial da banda porto-alegrense de Death Metal, Rebaelliun.

Contendo 09 faixas inéditas divididas em aproximadamente 38 minutos de duração, o disco marca a estreia do baixista e vocalista Lohy Silveira, assumindo o posto que anteriormente pertenceu a Marcelo Manzari, baixista e vocalista responsável pelas vozes nos excelentes “Burn The Promised Land” (1999) e “Bringer Of War”, EP lançado em 2000.

Calcado na sonoridade brutal do Death Metal old school, o álbum nos remete aos grandes trabalhos editados na década de 90, sobretudo nas linhas de vozes de Lohy, cujas referências e prováveis influências nos trazem à mente nomes relevantes do Metal extremo mundial. Dentre eles: David Vincent (Morbid Angel), Aad Kloosterwaard (Sinister), Patrick Klopf (Disharmonic Orchestra), Lee Wollenschlager (Malevolent Creation), Ross Dolan (Immolation), Dave Ingram (Benediction), Glen Benton (Deicide), George Corpsegrinder (Cannibal Corpse), Martin van Drunen (Pestilence), etc.

Gravado e mixado em fevereiro e março de 2001, no Stage One Studio, em Bühne, Alemanha, “Annihilation” pode ser descrito como o cartão de visitas de Lohy Silveira, que mostra além de suas habilidades no contra baixo, um trabalho excepcional nos vocais principais, agregando e somando na musicalidade do Rebaelliun.

Após uma pausa nas atividades em 2002, o grupo anuncia o retorno às atividades em 2016, lançado no ano seguinte “The Hell Decrees”, terceiro trabalho de inéditas, o primeiro após o retorno oficial da banda.

Sem nenhuma alteração em seu line up, o disco é mais um grande capítulo na carreira do quarteto, destacando os trabalhos insanos e destruidores de vozes de Lohy Silveira, sem dúvidas, uma das maiores e melhores vozes do Metal extremo brasileiro.

Porém em 2018, mais especificamente no dia 27 de fevereiro, a banda sofre seu primeiro impacto causado pela morte precoce de Fabianno Penna, guitarrista e um dos membros originais do Rebaelliun, aos 42 anos de idade.

Reprodução / Facebook / REBAELLIUN / LOHY SILVEIRA

O segundo impacto aconteceu nesta semana, precisamente, no fatídico e triste dia 03 de junho, quando mais uma vez a banda lida com a notícia do falecimento de um de seus integrantes, o baixista e vocalista, Lohy Silveira.

Em comunicado oficial , os membros remanescentes do Rebaelliun noticiaram a morte de Lohy, causada por uma parada cardiorrespiratória, que culminou em sua partida.

  • *Além do Rebaelliun, o músico integrou a banda Blessed, com quem lançou as demos “Redrum” e “Dessecation”, ambas em 1993.
  • *Como músico de estúdio, participou de trabalhos ao lado das bandas Blackning, DyingBreed, Exterminate, Hideous Monarch e Pandemmy.
  • *Nascido em 14 de maio de 1978, o jovem músico acabara de completar 44 anos de vida.

Em homenagem e respeito ao jovem músico, destacamos em nossa sessão o disco “Annihilation”. Sua escolha deve-se ao fato de ser o disco de estreia de Lohy no Rebaelliun.

Aos amantes do bom e velho Death Metal… Vale a pena ouvir de novo.

Ps: Rebaelliun preparava uma turnê europeia para o próximo ano, onde tocariam em Berlim ao lado do Satan Worship.

Redigido por: Geovani “Gigio” Vieira

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,663SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
164SeguidoresSeguir
960InscritosInscrever

Mais Acessadas

Últimas Publicações