PUBLICIDADE

Vale a pena ouvir de novo!: Fates Prophecy – “Into The Mind” (1998)

Fevereiro de 1998: Os alemães do Primal Fear lançavam “Primal Fear”, álbum de estreia da nova banda de Mat Sinner em parceria com Ralph Scheepers, conhecido por seus trabalhos ao lado de Kai Hansen no Gamma Ray.

   

Oficialmente o disco contém 11 faixas inéditas voltadas ao Heavy Metal, influenciado por grupos como Accept, Saxon e Judas Priest, além do cover para “Speed King” do Deep Purple.

Nas lista de convidados especiais as presença de Kai Hansen (Gamma Ray) e Frank Roessler (Sinner).

Junho de 1998: Os thrashers do Slayer lançavam “Diabolus In Musica”, oitavo álbum da carreira.

Trazendo uma sonoridade diferente de seus antecessores e descrito como “experimental”, o disco não foi bem recebido pela crítica.

Apesar das alfinetadas recebidas, “Diabolus In Musica” atingiu a 31a posição da Billboard 200, vendeu 46 mil cópias na primeira semana de seu lançamento.

Enquanto isso, os paulistas do Fates Prophecy lançavam “Into The Mind”, excelente álbum de estreia e um dos discos mais incríveis do chamado Metal Nacional.

Divulgação / Facebook / Fates Prophecy

Após os singles “Time To Live” e “Pay For Yours Sins”, o quinteto estreia em alto estilo com um disco contendo 12 faixas inéditas calcadas no Heavy Metal oitentista, ou tradicional como muitos preferem chamar.

Gravado, produzido e mixado por Paulo Anhaia, o álbum chegou às lojas em junho de 1998 via Megahard Records.

Bem recebido por público e crítica e considerado um dos melhores lançamentos do referido 1998, o disco foi distribuído na Europa, Japão, Estados Unidos, e consequentemente no Brasil.

A grandiosidade musical de “Into The Mind” rendeu-lhe reconhecimento e elogios em revistas de grande porte como Roadie Crew, Metalhead, Heavy Melody, Rock Brigade, etc.

   

O bom desempenho do disco elevou o nome do Fates Prophecy que carinhosamente foi chamado de “Iron Maiden Brasileiro”, realizando inúmeros shows , já que suas sonoridade é claramente influenciada pelo quinteto inglês, principalmente os trabalhos de guitarras lembrando a dupla Dave Murray e Adrian Smith.

Programas como Backstage da Brasil 200 FM, também enalteceram o excelente trabalho apresentado no debut.

Apesar de trazer uma tracklist de altíssimo nível, os destaques vão para as faixas “To Father Son”, “Time To Live”, “Back To Madness”, “Fates Prophecy”, “Land Of Proud”, “Walk Alone” e “Pay For Your Sins”.

*Prestes a lançar o segundo trabalho de inéditas, o vocalista André Boragina perde a batalha contra o câncer. André faleceu no dia 04 de outubro de 2001.

Divulgação / Facebook / Fates Prophecy

Em abril de 2002, a banda lança “Eyes Of Truth”, segundo álbum de inéditas, ainda com os vozes do falecido vocalista.

Aos amantes do bom e velho Heavy Metal… Vale a pena ouvir de novo.

Integrantes:

  • Paulo de Almeida (guitarra)
  • Conrad Michelucci (guitarras)
  • André Boragina (R.I.P. 2001) (vocal)
  • Alexandre Ferreira (baixo)
  • Sandro Muniz (bateria)

Faixas:

  • 1.Time to Live
  • 2.Land of Proud
  • 3.Pay for Your Sins
  • 4.Back to Madness
  • 5.The Preacher
  • 6.Predictions
  • 7.Never Too Young to Die
  • 8.Dream Maker
  • 9.Sands of Time
  • 10.To the Father, Son….
  • 11.Walking Alone
  • 12.Fates Prophecy

Redigido por: Geovani “Keith Richards” Vieira

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -