Vale a pena ouvir de novo: Carcass – “Heartwork” (1993)

PUBLICIDADE

O ano era 1993. Enquanto os americanos do Morbid Angel lançavam “Covenant”, quarto álbum de sua discografia e os brasileiros do Angra estreavam com “Angels Cry”, os ingleses do Carcass lançavam o excelente “Heartwork”, quarto álbum da carreira.

Contendo 10 faixas e lançado oficialmente no dia 18 de outubro daquele ano, o disco conta com a produção de Colin Richardson, conhecido por trabalhos ao lado de nomes como Anathema, Behemoth, Bolt Thrower, Gorefest, Cannibal Corpse, Cradle Of Filth, etc, o álbum marca a mudança de sonoridade e também das letras que abordavam as visões da banda sobre uma sociedade decadente, deixando de lado os temas e letras sangrentas dos trabalhos anteriores.

“Heartwork” atingiu a 67a posição das paradas britânicas, o que não era normal (à época) para uma banda de Death Metal. O disco também revelou alguns singles, dentre eles: “Carnal Forge”, “Buried Dreams”, “Arbeit Macht Fleisch”, “No Love Lost” e “Heartwork”. As duas últimas citadas, ganharam videoclipes que integraram as programações voltadas a música pesada da MTV.

Crédito: Photo by página Black/Death Nostalgia no Facebook

Apesar dos números e das críticas também positivas, incluindo artistas de outras bandas que classificaram o registro como: “Um dos melhores discos de Death Metal de todos os tempos”, o álbum dividiu opiniões entre as alas mais radicais de fãs que “malharam” o novo direcionamento do quarteto.

Em maio de 2013, Heartwork foi incluído no Decibel Magazine Hall Of Fame, tornando-se o 100º disco homenageado e o segundo trabalho da banda a figurar no Decibel Hall Of Fame, já que “Necroticism – Descanting the Insalubrious” havia realizado tal feito.

Em 2017, a Rolling Stone classificou Heartwork como 51º em sua lista de ”The 100 Greatest Metal Albums Of All Time”.

Crédito: Photo By página Black/Death Metal Nostalgia no Facebook

Em 2008, o álbum ganhou relançamento. Em sua nova versão, o disco conta com um DVD contendo entrevista e documentário.

Aos amantes do bom e velho Death Metal: Vale a pena ouvir de novo.

Integrantes:

  • Jeff Walker (vocal e baixo)
  • Bill Steer (guitarra)
  • Michael Amott (guitarra)
  • Ken Owen (bateria)

Faixas:

  1. Buried Dreams
  2. Carnal Forge
  3. No Love Lost
  4. Heartwork
  5. Embodiment
  6. This Mortal Coil
  7. Arbeit macht Fleisch
  8. Blind Bleeding the Blind
  9. Doctrinal Expletives
  10. Death Certificate

Redigido por: Geovani “Banda Beijo” Vieira

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,663SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
151SeguidoresSeguir
960InscritosInscrever

Últimas Publicações