PUBLICIDADE

Vale a Pena Ouvir de Novo!: Black Sabbath – “Black Sabbath ” (1970)

Formado em 1968, na cidade de Aston, distrito de Birmingham, Inglaterra, Black Sabbath nasceu quando os amigos Anthony Iommi e William Bill, ambos do Mythology, leram um anúncio onde o vocalista John Osbourne estava à procura de músicos para formar uma banda.

   

Após um breve encontro com Ozzy, os amigos Iommi e Bill conheceram Terence Butler e Jimmy Phillips, guitarristas e amigos de Ozzy na banda Rare Breed, na qual tocavam juntos.

A ideia de formar a banda finalmente nasceu e logo a primeira mudança de papel fora feita com Butler assumindo o contra baixo e a entrada de Alan Clarke, saxofonista contratado, dando origem ao Polka Tulk Band que logo depois mudaria de nome passando a se chamar Polka Tulke.

Com suas primeiras composições calcadas no Blues, a banda começou a montar seu repertório, porém Alan Clarke e Jimmy Phillips deixam seus postos fazendo com que os membros remanescentes mudassem de nome mais uma vez:

Earth.

Tocando covers de nomes como The Beatles, Cream, Blue Cheer e Jimmy Page, o grupo gravou sua primeira demo tape em 1968, conseguindo chamar a atenção e um relativo sucesso, levando-os a tocar em alguns pubs locais e mais tarde o mesmo sucesso atingia outros países, graças ao agente Jim Simpson, um dos responsáveis pelo sucesso do ainda pequeno grupo.

Após descobrirem a existência de outro grupo inglês chamado Earth, os músicos decidiram que era preciso mudar de nome mais uma vez.

A escolha partiu de Butler ao assistir “I Trevi Volti Della Paura”, longa metragem de 1963, estrelado por Boris Karloff e dirigido pelo diretor italiano Mario Bava, exibido nos Estados Unidos e Inglaterra sob o título “Black Sabbath”.

Além da ideia do novo nome, Butler também escreveu uma música homônima.

BLACK SABBATH / Reprodução / Facebook

Novo Nome:

Após as mudanças de line up e de nome, também seria mudada sua sonoridade, adicionando ao seu estilo guitarras mais pesadas, além de adicionar em suas composições, letras com temáticas mais obscuras e sombrias.

As mudanças trouxeram um novo nome para o estilo, classificado por críticos da época como Heavy Metal.

Sob o nome Black Sabbath, foi realizado o primeiro show em Workington, Inglaterra, em 30 de agosto de 1969.

Após assinarem um contrato com a Phillips Records, o grupo lançou, em janeiro de 1970, seu primeiro single, “Evil Woman”, música originalmente gravado pela banda americana Crow, seguido de “The Wizard”, segundo single editado em fevereiro do referido ano, mas que a princípio não fora bem recebido.

   

Ainda em 1969, e antes mesmo de gravar seu disco de estreia, o quarteto se apresentou no programa de rádio Top Gear de John Peel, onde tocaram as faixas: “N.I.B”, “Black Sabbath”, Sleeping Village” e “Behind Wall Of Sleep”.

Finalmente, no dia 13 de fevereiro (sexta-feira) de 1970, foi lançado seu álbum de estreia auto-intitulado.

Contendo cinco faixas inéditas divididos em apenas 38 minutos de duração, além dos covers para “Evil Woman” e “Warning”, gravados respectivamente por Crow e Aynsley Dunbar Retaliatio, o disco foi gravado em apenas dois dias.

Segundo Tony Iommi:

“Pensamos: temos dois dias para fazer isso e um deles é mixar’. Então tocamos ao vivo. Ozzy estava cantando ao mesmo tempo; nós apenas o colocamos em uma cabine separada e lá fomos nós. Nunca tivemos uma segunda execução da maior parte do material”.

Bem recebido, o registro alcançou a 8a posição na parada de álbuns do Reino Unido, terra natal do quarteto.

Fora de seu país, “Black Sabbath” (o disco), lançado três meses depois (em maio) no Canadá, atingiu a 8a posição e a 23a posição nos na Billboard 200 americana, onde permaneceu por mais de um ano.

“Black Sabbath” também foi sucesso de vendas em países como Alemanha (8a posição), França (10a posição), Finlândia (13a posição) e Holanda (6a posição).

Apesar de não agradar alguns críticos que não economizaram em palavras, o álbum garantiu à banda a primeira exposição como mainstream e foi certificado com disco de platina nos Estados Unidos da América e disco de ouro no Reino Unido e Canadá.

Apesar de causar alguns debates prós e contra, “Black Sabbath” ganhou o título de 1º álbum de Heavy Metal.

Mais que um álbum de estreia, “Black Sabbath” figura na lista de grandes discos relevantes e importantes na história da música e principalmente do que conhecemos hoje como HEAVY METAL.

BLACK SABBATH / Reprodução / Acervo

Algumas observações sobre o disco:

  • *De acordo Tony Iommi, o disco foi gravado em uma única sessão que durou doze horas. Segundo ele, além do efeitos sonoros de sinos, trovões e chuva apresentados no início da faixa de abertura e dos solos duplos de guitarras nas faixas “N.I.B.” e “Sleeping Village”, praticamente não houve overdubs adicionados.
  • *A fotografia que estampa a capa do disco foi tirada em Mapledurham Watermill, situada no rio Tâmisa em Oxfordshire, Inglaterra, pelo fotógrafo Keith McMillan (creditado como Keef), responsável pela parte de design. A personagem vestida com uma capa preta em frente ao moinho de água é na verdade a modelo Louisa Livingstone, na época com idade entre 18 e 19 anos.
  • *Apesar de não ter nenhuma relação com o Heavy Metal, Louisa tem um projeto de música eletrônica chamado Indeba. Na década de 70 e 80, atuou como atriz em algumas séries de TV, porém seus papéis não foram de grande impacto.
  • *O disco foi incluído na lista dos “1001 Albums You Must Hear Before You Die” (1001 discos que você precisa ouvir antes de morrer).
  • *Black Sabbath, faixa que abre o disco, é considerada como a primeira canção Doom Metal.

Aos amantes do bom e velho Heavy Metal….Vale a pena ouvir de novo.

Integrantes:

  • Ozzy Osbourne (vocal)
  • Tony Iommi (guitarra)
  • Geezer Butler (baixo)
  • Bill Ward (bateria)
   

Faixas:

  • 1.Black Sabbath
  • 2.The Wizard
  • 3.Behind The Wall Of Sleep
  • 4.N.I.B.
  • 5.Evil Woman, Don’t Play Your Games With Me
  • 6.Sleeping Village
  • 7.Warning

Redigido por: Geovani “Loves Sepultura” Vieira

PUBLICIDADE

Comentários

  1. Clássico dos clássicos!!!! Um dos melhores discos do Sabbath, a capa assusta muita banda de Black Metal por aí…sem contar que a música Black Sabbath tem grande destaque no album!!!! Lembro de ter lido algo em que Steve Vai mete o pau no disco, dizendo que está mal gravado, guitarra desafinada e som fora do tom…ainda bem que eu nunca fui fã de Steve Vai!!!! Valeu galera!!!! fui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -