PUBLICIDADE

Testament: novo disco estará finalizado em duas semanas e tem “coisas bastante agressivas”

O Testament está terminando a gravação de seu novo disco. E se existe uma banda que ainda não errou nos anos 2000, na verdade, desde o final dos anos 90, com o maravilhoso “The Gathering”, só tem lançado pedradas certeiras com o mais puro suco do Thrash Metal norte americano, esta banda se chama Testament.

   

Como noticiamos há alguns dias, o grupo pretendia adiantar um pouco o lançamento de seu novo disco e para que isso ocorresse, precisariam finalizar as gravações até o final deste mês. Pois em uma nova entrevista concedida ao The Metal Voice do Canada, o vocalista Chuck Billy, falou um pouco mais sobre o assunto e confirmou que em algumas semanas estará tudo pronto. Ele contou:

“A bateria está pronta e metade dos vocais e a maioria das guitarras estão prontos. Ainda não há solos ou baixo. Steve DiGiorgio está em turnê com o DEATH TO ALL e Alex Skolnick geralmente espera até que Eric Peterson tenha feito todos as guitarras rítmicas, mas estamos tentando realizar isso tudo até partirmos para a turnê, que será em 10 de julho, então estamos tentando gravar tudo antes disso.”

Ele conta mais:

“Começamos em novembro. então, desde novembro começamos a trabalhar nisso, inclusive, durante as nossas férias. Chris Dovas tem aparecido bastante e tem trabalhado muito com Eric. Neste início de ano, ele apareceu dezenas de vezes e realmente colocou muito fogo em Eric e o deixou entusiasmado e escrevendo algumas coisas bastante agressivas, algumas coisas realmente desafiadoras. Chris é um cara jovem, de 25 anos, um baterista muito rápido e ótimo tecnicamente. Então isso deu um pouco de vida nova à banda e às composições, o que é emocionante. Sempre escrevemos coisas diferentes para cada álbum e, mais uma vez, este é outro álbum do TESTAMENT que terá algumas coisas novas que estamos explorando, então estamos ansiosos por este lançamento.”

Photo: Daniela Adelfinger. All rights reserved.

Sobre as letras, Chuck revela:

“Eu escrevo a maioria delas com Del James. Del trabalha com o GUNS N’ ROSES. Ele está trabalhando com eles e escrevo com ele há muito tempo. Acho que ele teve grandes sucessos como ‘November Rain’, e trabalhamos juntos por mais de 20 anos. Então eu sempre vou trabalhar com ele porque eu tenho muitas ideias e conceitos, mas ele realmente interpreta e entende as palavras certas, ele sabe como dizer o que estou pensando. E trabalhamos rápido. Quando nos reunirmos, tocaremos duas músicas por dia. Então não brincamos. Chegamos lá, nos cumprimentamos, sentamos e vamos direto para o trabalho. É isso o que fazemos.”

Chuck ainda relaciona todo o que passou na sua vida com o momento atual da banda. Ele diz:

“Sinceramente, devo dizer que depois de vencer o câncer e de termos a formação original reunida novamente, tudo meio que mudou porque… Sempre estivemos em uma competição amigável com outros artistas, observando o que está acontecendo e quem está fazendo o quê. E acho que nesse ponto, quando nos reunimos e eu senti que… pensei que não iria mais conseguir tocar música, em primeiro lugar, e quando tive a chance de voltar com a banda original, Eu me senti muito abençoado, tipo, ‘Uau, estou tendo a oportunidade de fazer o que amo e fazer isso de novo, mas também com os caras com quem comecei. É meio estranho voltarmos a isso agora.”

Reprodução

Sobre o relacionamento entre eles, ele continua:

“Nós nunca brigamos. Nós nunca discutimos. Foi simplesmente relaxante. E sobre os críticos, não nos importávamos com o que a imprensa pensava. Quero dizer, nós escrevemos para nós mesmos. Então, muitos desses discos estavam apenas nos deixando felizes.

Nas músicas que estávamos escrevendo, não estávamos pensando: ‘Ok, isso tem que ser assim’ e ‘onde está nossa música de rádio?’ e ‘O que os fãs vão pensar se fizermos uma balada?’, Tudo isso saiu naturalmente. E eu acho que com o tempo, o que importa é fazer boa música e se divertir. E cada disco é um desafio porque você sempre quer fazer melhor e fazer o próximo disco soar melhor, ter músicas melhores.

E acho que onde estamos hoje, mais uma vez, especialmente tendo Chris, o novo baterista, estamos progredindo. Na verdade, eu e Eric dissemos, tipo, não sei, há cerca de três semanas atrás, estávamos saindo juntos e, como eu disse, as músicas novas são bem agressivas e estamos fazendo algumas coisas pesadas, e ele disse: ‘Você já pensou, aos sessenta anos, vamos tocar thrash metal e estamos escrevendo músicas como essas?’. E eu disse, ‘Na verdade, não’, mas é bom que ainda nos sintamos jovens de coração e jovens em nossas mentes e é bom que ainda não estamos lutando para fazer isso.”

Ainda não temos mais novidades sobre o novo álbum da banda, mas fiquem atentos para possíveis notícias!

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -