PUBLICIDADE

Scorpions: “é triste ver a humanidade cometendo o mesmo erro sempre”, diz Klaus Meine

Em entrevista ao fã clube francês, Crazyscorps, o vocalista Klaus Meine falou sobre sua inspiração para a faixa “When Tomorrow Comes” e como sua raiva contra a humanidade o inspirou na composição.

   

Ele disse:

“Quando você vê o que está acontecendo no mundo, com a mudança climática, com todos esses conflitos – do Oriente Médio à Ucrânia e Rússia – e quando você vê o que está acontecendo, você fica com raiva. Com o fim da Guerra Fria, o mundo parecia estar livre; uma janela estava aberta para um futuro pacífico. E agora é o oposto. E todos nós estamos caminhando no limite. E essa música está apenas expressando o medo. Sou sempre muito otimista. E não acho que isso seja o fim do mundo. Mas é frustrante ver que a humanidade está cometendo os mesmos erros repetidamente.”

Sobre as mensagens de paz nas musicas, Meine diz:

“Bem, vivemos um dia após o outro, e todos os dias vemos as notícias terríveis na TV, todas as noites o que está acontecendo na Ucrânia. E não sabemos Não sei para onde vamos a partir daqui. Acho que depois de todos os dois anos e meio – o que quer que tenha sido – da pandemia, onde o mundo inteiro foi fechado, era um cenário muito sombrio e assustador. Não tínhamos ideia do que viria a seguir. O vírus está em mutação e o que vem a seguir? Tantas pessoas estavam morrendo. E então a pergunta, vacinação ou não vacinação? Qual é a vacinação certa? Se você ficar doente, qual é a melhor maneira de sobreviver? E será que algum dia voltaremos para a estrada novamente, faremos shows novamente? Isso será possível? Ninguém sabia. Então, tivemos muita sorte de poder usar esses tempos terríveis e entrar no estúdio e criar algo novo. Tivemos muita sorte, realmente, porque também era como estar não apenas no estúdio, mas em um campo de sobrevivência. Estávamos vivendo em nossa própria bolha, e o mundo lá fora era muito escuro. Agora, em 23, parece que, na maior parte, acabou a pandemia. Pelo menos está mais sob controle. Quero dizer, dizer que tudo acabou talvez também seja um pouco otimista demais – não sei – mas gosto de pensar que acabou, ou pelo menos pelo menos está sob controle. E talvez tenhamos que conviver com esse vírus, como tantos outros – quando você fica doente de gripe a cada dois anos, nós temos que viver com esse vírus, talvez saibamos como lidar com isso agora, e a medicina sabe o que fazer e como lidar com isso.”

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -