PUBLICIDADE

Sadus e a decisão certa de voltar!

Sadus, um dos principais nomes americanos do Thrash/Death, lançou um disco de inéditas depois de quase 17 anos sem novidades, e de acordo com Jon Allen, essa foi a melhor decisão!

   

Não, o melhor caminho não foi dar um tempo, mas sim voltar. Sobre o processo de volta, o baterista do Sadus, Jon Allen, conta dessa forma:

“Eu me casei novamente e fui para o Texas e simplesmente não deu certo. Mas Darren apareceu e tocou comigo umas quatro ou cinco vezes enquanto eu estava lá. Somos tão old school. É como, ‘eu’ Não vou enviar isso para você pela Internet. Vamos fazer uma jam e é assim que vai ser.’ Ele continuou aparecendo e tocando, mas eu não achava que estava funcionando. Finalmente, me divorciei. Voltei para a Califórnia. Fui morar com Darren. Nos conhecemos desde os 14 ou 15 anos. anos. Mudei-me e morei na sala dele por um tempo. Começamos de onde havíamos parado quando ele estava vindo para o Texas. Ele tinha alguns riffs e foi muito mais fácil quando voltei. Eu não Não trouxe tudo, mas trouxe minha bateria elétrica. Certifiquei-me de que podíamos fazer música. Começamos a escrever, então provavelmente foi em 2018.”

Logo após falar um pouco sobre como tudo começou, Jon explica o porquê de Steve DiGiorgio não tocar em “The Shadow Inside”:

“Éramos todos amigos e ele fazia o que queria porque trabalhava como músico em tempo integral. Os empregos que Darren e eu tínhamos eram paralelos ao SADUS, mas Steve decidiu fazer isso em tempo integral. Tivemos que apoiá-lo nisso. Ele fez muitas coisas e agora está valendo a pena. Ele faz shows o tempo todo, como o último álbum do MEGADETH.”

Allen ainda revelou sobre os planos de tocar ao vivo:

“Temos três festivais agendados para o próximo ano. Temos Alcatraz, Brutal Assault e Bloodstock Open Air – são todos em agosto. Vamos fazer esses três e tentar reservar algo antes ou depois disso e fazer um pequena corrida. Enquanto conversamos, nosso antigo empresário está juntando as coisas. Temos que manter a bola rolando. É uma coisa boa agora. Estamos atacando enquanto o ferro está quente. Acho que o velho estilo de thrash metal está realmente chegando de volta. Acho que vamos pegar essa nova onda um pouco. Não conhecemos outra maneira. Experimentamos e tivemos uma abordagem natural no estúdio.”

Sobre a decisão de voltar e o feedback do seu trabalho, Allen conta como se sente:

“Isso me faz sentir que o próximo será mais fácil para nós decidirmos para onde iremos, porque as pessoas estão gostando. Nós só queríamos fazer algumas coisas. Essa é a força por trás disso, saber: ‘Vocês conseguem fazer isso. As pessoas vão gostar.’ Se você se mantiver firme, as coisas acontecerão do jeito que você deseja.”

A banda de Thrash Metal, Sadus, nasceu na cidade californiana de Antioch, em 1985, ou seja, em plena explosão do Thrash Metal. O debut “Ilusions” chegou três anos depois, tendo originalmente no line-up, Darren (vocal e guitarra), Rob Moore (guitarra), Steve DiGiorgio (baixo) e Jon Allen (bateria). Após sua fundação, a banda ficou na ativa por trinta anos e em 2015, encerrou suas atividades. Logo depois, em 2017, houve a anúncio do retorno. Há pouco tempo atrás, eles, novemente, fizeram um anúncio de encerramento das atividades, dizendo que o projeto do novo disco seria “arquivado”. No entanto, ainda em 2022, saiu um single, “It’s the Sickness”, e em 17/11/2023, “The Shadow Inside” saiu pela Nuclar Blast.

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -