PUBLICIDADE

Rotting Christ: Sakis Tolis fala sobre censura por parte de Dave Mustaine

O Rotting Christ é, inegavelmente, a banda grega de Metal extremo mais influente e importante, o que se deve em grande parte à ética de trabalho de seu membro co-fundador, vocalista, guitarrista, compositor e agora empresário, Sakis Tolis.

   

Lançados em Atenas em 1987, Rotting Christ estourou durante a segunda onda do black metal no princípio dos anos 90. As origens gregas da banda foram o fator decisivo, percorrendo em oposição ao som mais gélido e primitivo de seus irmãos noruegueses.

RottingChrist/Reprodução

Em um entrevista inédita concedida ao site Blabbermouth.Net, Sakis Tolis, que estava de passagem pela America Latina com o Rotting Christ, discorreu sobre alguns temas pertinentes em relação a historia do grupo, assim como seus valores.

Questionado se o tempo extra entre o lançamentos recentes do Rotting Christ fez bem para o grupo, Sakis explicou dessa forma:

“Na verdade não, mas devido à pandemia, toda a minha agenda foi adiada. Eu estava prestes a escrever o álbum. Normalmente gravo e lanço um álbum depois de três anos, mas este demorou cinco anos devido ao Pandemia. Não tive os melhores momentos durante a pandemia. Não tive vontade de fazer nada. Comecei a compor o álbum durante a pandemia e criei um álbum depois de cinco anos, o que é algo diferente. É totalmente diferente de ‘The Heretics’ , na minha opinião.”

“Estou sempre em busca de novas ideias. A era dos dois últimos discos ( ‘Rituals’ e ‘Heretics’ de 2016 ) acabou, então eu não queria compor um álbum que soasse como os anteriores.Eu me sentiria um pouco vazio. Eu disse a mim mesmo para criar um próximo álbum mais melódico, mid-tempo e épico.”

Sobre o lançamento do primeiro single “Like Father,Like Son”, que estará presente no vindouro álbum “Pro Xristo”, questionaram Sakis sobre a intrigante composição lírica, que traz um lado mais pessoal e paterno do músico, raramente demonstrado. Ele reflete o seguinte:

“Esses valores, essa ética, são valores do metal. É inspirado no antigo metal escandinavo, como ‘Hammerheart’ e ‘Twilight Of The Gods’ do Bathory . Eu queria escrever músicas diferentes desta vez. É um conceito muito emocionante sobre o qual sempre refletimos como banda. No final, algumas pessoas acham uma música como essa estranha, mas eu digo: ‘Quero tentar isso com música metal. Quero tentar algo diferente com Rotting Christ . Não é sempre sobre destruir as coisas. Queria escrever algo sobre valores, que, na minha opinião, ainda é metal.”

“E como pai, os filhos são, para mim, a coisa mais importante da vida. É assim que fazemos a ponte e os educamos para tornar este planeta melhor. Dou tudo pelos meus filhos. Quero vê-los tornando esta porra de mundo melhor no futuro. Eu tento fazer o meu melhor. Se alguém é pai, conhece o sentimento e como é importante criar os filhos e ensiná-los como tornar o mundo um lugar melhor.”

Ao ser questionado sobre como tem sido a autogestão de sua carreira atualmente, Sakis comenta sobre sua perspectiva e motivações:

“Eu adoro isso. Como eu mesmo faço isso, me sinto muito melhor. Sabe, se eu não tivesse uma gravadora, daria tudo de graça. Percebi durante a pandemia que eu ganho a vida viajando. Não me importo com gráficos, vendas ou merchandising. Se eu tivesse controle, daria tudo de graça. Tento satisfazer a todos porque sou um fã. Eu sou humanitário. Gosto de compartilhar com as pessoas.”

“Algumas pessoas querem algo em troca se compartilharem, mas recebo o amor das pessoas todas as noites, o que é muito importante. Isso me faz continuar. Estou na América Latina há um mês. Não é fácil, cara, principalmente aos 51 anos. Mas eu faço meet and greets com as pessoas de graça. Não cobro nada. Vou tirar foto com todo mundo. Dou um pouco de amor, recebo um pouco de amor.”

No ano de 2005, Dave Mustaine ameaçou não levar o Megadeth a um festival em Atenas, Grécia, por conta de duas bandas presentes no lineup. Para Mustaine, tocar com o Rotting Christ e o Dissection iria contra seus valores como cristão, devido ao conteúdo lírico das respectivas bandas.

Dave Mustaine/Reprodução

Questionado se sua perspectiva em relação a Dave Mustaine mudou após esse ato, Sakis Tolis comentou da seguinte forma:

“Sabe de uma coisa, sou o tipo de pessoa não violenta. É preciso muito para me ofender. Mustaine tem o direito de fazer o que quiser. Não gostei da ideia. Não gosto de censura, mas tenho minhas próprias ideias sobre isso. Eu nunca censuraria alguém. Eu nunca faria o mesmo, especialmente se ele estiver na cena do metal. Somos metaleiros. Escolhemos nosso próprio caminho. É contra a sociedade, o sistema e tudo mais. Se alguém da comunidade do metal age assim, eu não dou a mínima, mas não vou respeitá-lo. Isso é tudo. Nunca direi mais nada sobre ele.”

“O que você vê no Rotting Christ é cem por cento aquilo. Você conhece nossas ideias sobre religião. Você conhece nosso modo de vida. Você sabe tudo. Eu nunca poderia agir egoisticamente. Não é disso que tratamos.”

O próximo álbum do Rotting Christ intitulado “Pro Xristoy”, chegará às lojas em 24 de maio de 2024 via Season of Mist.

RottingChrist/ProXristoy/2024
PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -