PUBLICIDADE

Resenha: Watain – “The Agony & Ecstasy of Watain” (2022)

“The Agony & Ecstasy of Watain” é o sétimo disco da banda sueca de Black Metal, Watain.

   

Desde que havia sido lançado o álbum “Trident Wolf Eclipse”, em 2018, já havia expectativa sobre o lançamento do sétimo full lenght do Watain.

“The Agony & Ecstasy of Watain” vai chegar no dia 29 de abril, pelo selo Nuclear Blast, porém vamos falar, antecipadamente, sobre o seu conteúdo. Fundada em 1998, a banda sueca de Black Metal jamais decepciona os seus admiradores. Será que essa afirmação se mantém?

Que tal conferirmos se sim ou não?

“Ecstasies In The Night Infinity” abre os portais das trevas, nas quais está escondido o sétimo pergaminho, “The Agony & Ecstasy of Watain”.

Com uma sonoridade sombria e muita velocidade rítmica, aflora o início da forma com a qual ele era aguardado, relaxando o ouvinte para a sequência da audição. O single “The Howling” é discretamente mais cadenciado que a faixa de abertura, porém, a supera, elevando ainda mais o interesse pela obra.

“O uivo… Você ainda consegue ouvir? O eco fraco da grande guerra / O tremor espectral do colapso gigante / Do grito primordial e um sonho cortado”.

“Serimosa”

Chegamos a mais um single, “Serimosa”, o qual ganhou uma versão em lyric vídeo. Ela é a canção mais lenta da trinca inicial, porém é mais poderosa das três, fechando um trio fabuloso, marcando um começo perfeito para o registro.

“…eu posso sentir que você está se aproximando / Aproximando-se dos meus sentidos, Serimosa / De mundos esquecidos conjurados / Para mutilar e possuir-me…”

Divulgação / Facebook / WATAIN / “The Agony & Ecstasy of Watain”

“Black Cunt”

“Black Cunt” é a anunciação da segunda trinca do disco. Em alguns momentos, a música da impressão que flertará com uma pegada Doom, porém isso não chega a ser concreto.

Contudo, o trabalho dos guitarristas E. Danielsson, que também é o vocalista, e P. Forsberg é de altíssimo nível, tanto os riffs, quanto os solos, assim que, buscando sempre uma pegada criativa e própria.

“Leper’s Grace” trouxe muita rapidez a tona, novamente, beirando o Speed/Black Metal, todavia, ela intercala variações no andamento que formam o seu destaque.

No entanto, o pequeno instrumental etéreo “Not Sun Nor Man Nor God”, dono de um lindo solo de guitarra, serve de ponte para “Before The Cataclysm”, canção de maior duração do full lenght, 7m23s, é a mais trabalhada no quesito de alternâncias rítmicas, contendo trechos que realmente abraçam o Doom e solos de guitarra completamente baseados no feeling.

Divulgação / Facebook / Instagram / WATAIN

“We Remain”

Enfim, a derradeira trinca abre com mais um single que antecipou o lançamento do álbum, “We Remain”, que introduz com uma convidada, a vocalista holandesa Farida Lemouchi, além do solo de guitarra de outro convidado, o sueco Gottfrid Ahman.

   

Decerto, possamos definir essa faixa como um descanso para os ouvidos após tanto “barulho” e também uma preparação para as duas músicas finais.

“Funeral Winter” resgata a veia rápida e violenta que forma a personalidade sonora do Watain. Podemos concluir que o “descanso” da antecessora foi providencial para o momento. “Septentrion “ encerra o disco, possibilitando dar a resposta a pergunta proposta no início da resenha.

Watain jamais decepciona.

Divulgação / Facebook / WATAIN

Você que é fã de Black Metal de altíssima qualidade, pode diminuir sua ansiedade, pois o disco é mesmo excelente ou aumenta-la de vez até que ele chegue as “prateleiras”.

Aprovado e indicado para fãs de Black Metal de altíssima qualidade.

Nota 8,7

Integrantes:

  • E.Danielsson (vocal, guitarra)
  • P.Forsberg (guitarra)
  • H.Jonsson (compositor)

Músicos convidados:

  • H.Eriksson (guitarra)
  • E.Forcas (bateria)
  • A.Lillo (baixo)
  • Farida Lemouchi (vocal, faixa 8)
  • Gottfrid Åhman (solo de guitarra, faixa 8)

Faixas:

  • 1.Ecstasies In Night Infinity
  • 2.The Howling
  • 3.Serimosa
  • 4.Black Cunt
  • 5.Leper’s Grace
  • 6.Not Sun Nor Man Nor God
  • 7.Before The Cataclysm
  • 8.We Remain
  • 9.Funeral Winter
  • 10.Septentrion

Redigido por: Cristiano “Big Head” Ruiz

Quem é Mundo Metal?

Mundo Metal nasceu em 2013, através de uma reunião de amigos amantes do Rock e Metal. Com o objetivo de garimpar, informar e compartilhar todos os bons lançamentos, artistas promissores e tudo de melhor que acontece no mundo da música pesada.

   

Despretenciosamente, veio o grupo e depois a página no Facebook, aos poucos passamos a utilizar outras redes como Instagram e Youtube e, posteriormente, nosso site oficial veio a luz. Apesar de todas as dificuldades da vida cotidiana, nunca desistimos de nossos objetivos e, hoje, nosso site está em franca expansão.

Sejam muito bem-vindos a nossa casa e desejamos de coração que voltem sempre.

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -