PUBLICIDADE

Resenha: Tuto Hallgrim – “Do It Yourself”(2019)

“Do It Yourself” é o debut de Tuto Hallgrim.

   

Lançado no final de 2019, “Do It Yourself” é o primeiro trabalho solo do guitarrista Tuto Hallgrim, o qual atua como professor de música. Tuto sempre estudou Jazz e música brasileira, no entanto, retrata nesse álbum, que contém dez faixas instrumentais, a sua verdadeira paixão, o Metal e suas vertentes.

Hallgrim produziu tudo sozinho, gravando as guitarras, baixo e programando a bateria de todas as dez canções de seu full-lenght. Músico por influência de sua mãe, professora de piano, ele se apaixonou por Rock desde que o Kiss veio ao Brasil, pela primeira vez, em 1983.

TUTO HALLGRIN / Divulgação / Facebook

Influências

Tuto demonstra todas as suas influências no Metal através das faixas do “Do It Yourself”. Primeiramente, “Rebellion Thrash”, como o próprio nome já diz, representa seu apreço pelo Thrash Metal. “Metal Influences” e “Nightmares”, que vem em seguida, são canções de Heavy Metal tradicional. Enquanto “Living In The 80’s” é puro Hard Rock da década de oitenta. Impressionante o feeling e a criatividade de seus solos de guitarra adequados para cada um dos diferentes estilos.

Logo depois, o Metal extremo está representado por “Devastation Storm”, revelando o seu gosto pelo Death Metal. Já em “A Travelers Journey”, Hallgrim mostra que também é hábil no baixo, além de ser, inegavelmente, um monstro nas seis cordas. Na canção “Drakkar”, ele revela a influência em vários guitarristas, Yngwie J Malmsteen, Vinnie Moore, Marty Friedman e Joe Satriani foram os que eu notei através de atenta audição. “Strong Emotions” remete a um mescla de Speed/Power Metal, embora eu não tenha conseguido definir com precisão. Além disso, ela é a canção mais rápida do disco.

De volta ao Heavy tradicional

“Confusion Worse Confounded” é, ao mesmo tempo, mais cadenciada e tem uma pegada mais Heavy Tradicional, recheada de riffs variados, intercalando solos de guitarra e baixo. O álbum “Do It Yourself” encerra com a faixa “Vulture”, a qual também é Thrash Metal, finalizando com a mesma vibe de sua canção de abertura, “Rebellion Thrash”.

Tuto Hallgrim encarou um projeto audacioso e obteve um resultado espetacular. Entretanto, ele é mais um daqueles talentos subestimados, infelizmente, pelo mainstream. Indicado, portanto, a todos os apaixonados por Metal, independente do subgênero, por guitarra e por boa música.

Nota 8,4

Integrante:

  • Tuto Hallgrim (guitarras, baixo, teclado, bateria programada)

Faixas:

  • 1.Rebelion Thrash
  • 2.Metal Influences
  • 3.Nightmars
  • 4.Living In The 80’s
  • 5.Devastation Storm
  • 6.A Travellers Journey
  • 7.Drakkar
  • 8.Strong Emotions
  • 9.Confusion Worse Confounded
  • 10.Vulture

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -