PUBLICIDADE

Resenha: Pestilence – “Exitivm” (2021)

Gravadora: Agonia Records

Direto dos Países Baixos, fomos contemplados com a obra “Exitivm”, nono full lenght da banda Progressive/Death Metal, Pestilence, lançado no último dia 25 de junho pelo selo Agonia Records. Com seu line-up completamente renovado, Patrick Mameli veio, mais uma vez, demonstrar que jamais brinca em serviço. Três anos após o convincente “Hadeon”, uma nova peça forjada no fogo do mais puro Metal extremo nasce e nos banha com sua energia metálica incandescente. Abençoados sejamos todos nós, amantes do Death Metal ousado do Pestilence.

   

O vocalista e guitarrista Patrick Mameli é mais conhecido por duas características pessoais, ele sempre extrai o melhor que os músicos podem oferecer e jamais faz um disco igual ao outro. Devo dizer que ambas as características permanecem vivas em “Exitivm”. Quando os vídeo clipes dos singles “Morbvs Propagationem” e “Sempiternvs” foram lançados, já era previsível que iria nascer outro full lenght memorável. Entre os músicos da recente formação da banda, destaco o guitarrista Rutger van Noordenburg por seus solos técnicos, criativos e recheados de feeling, já que os riffs, certamente, fazem parte do poder criativo da mente do Sr. Mameli.

Após uma pequena introdução, ” In Omnibvs “, “Morbvs Propagationem”, um dos já citados singles, abre o disco me causando tanto impacto quanto a faixa de abertura do “Hadeon”, “Non Physical Existent”. Rutger mostra seu potencial nos solos, Michiel van der Plicht executa a bateria com blast beats e repiques que dão a canção uma tonelada de peso e técnica, porém tudo encaixa formidavelmente na composição, sem soar exagerado. O baixista Joost van der Graaf acompanha a loucura do riffs, dando ainda mais consistência a cozinha, trabalhando em dupla com Michiel. Falar o que de Patrick Mameli? Ele segue sendo mesmo, só que elevado à décima potência, com seu gutural brutal e, concomitantemente, agradável e suas composições me fazem perder o fôlego em meio a tanto deleite.

“Morbvs Propagationem”

“Deficvs” introduz com um calmo dedilhado, porém se transforma quase que instantaneamente em uma bigorna desgovernada que tritura mentes. O atual álbum já se revela ainda mais trabalhado e técnico que seu antecessor, ainda que eu só esteja analisando sua segunda faixa. “Os Antigos Devoradores do plano astral / os escolhidos / No nada permanecem / A presença deles é sentida / Através das eras / O cetro divino é segurado / Sinta as mudanças na sua espinha”. “Sempiternvs”, outro single já citado, tem um dos meus riffs favoritos no disco. O modo com o qual Mameli impõe o seu gutural magistral me faz lembrar o vocalista francês Christophe Chatelet do projeto de Black Metal, Gorgon, que também me chama muito a atenção e tive a oportunidade de analisar seu mais recente lançamento aqui no Mundo Metal.

“Sempiternvs”:

“Internicionem” é mais acelerada e chega a mesclar uma pegada Thrash Metal com a sonoridade Fuzzion/Progressive/Death Metal, produzida pelo Pestilence. Vale lembrar que o Thrash Metal já foi o estilo carro-chefe da banda em seus primórdios, porém Mameli jamais deixou de se reinventar a cada passo seu e a sonoridade atual é bem distinta daquela pratica no final da década de oitenta. Há algum tempo nessa audição, eu busco uma referência que possa ter influenciado esse momento do Pestilence. Ouvindo “Mortifervm” encontro o que estava procurando. A sonoridade atual me faz lembrar os derradeiros registros da banda norte-americana, Death, principalmente o último, “The Sound Of The Perseverance”. Inclusive o vocal de Patrick me faz lembrar o utilizado pelo saudoso Chuck Schuldiner nos últimos trabalhos de sua carreira. “Domanitvi Svbimissa” mantém a pegada da faixa anterior. Rutger continua se destacando em seus solos, assim como Michiel em seus repiques que não são desse mundo. Um riff brutal e Mameli grita o nome da próxima canção, “Pericvlvm Externvm”, a qual tem o meu solo de guitarra favorito do “Exitivm”. As músicas seguem com o mesmo altíssimo nível desde a introdução do disco. Pestilence nunca deixa de me impressionar e essa minha admiração por seu trabalho só aumenta após cada novo lançamento.

“Inficiat” tem um riff devastador que eu definiria como “Death Metal sabbáthico e jazzístico”. Aliás, vou repetir uma impressão que tive de outro full lançado esse ano, o debut “Ex Oriente Lux” da banda Adarrak de Singapura, pois, novamente, pareço estar diante uma banda de Jazz tocando Death Metal. Não é por acaso que esses são os meus dois lançamentos favoritos no subgênero Death em 2021, até o momento. O Metal da Morte está arrasador esse ano. A faixa título soa ainda mais jazzística. Parece até que cada músico está executando sua parte de forma diferente e tudo se encaixando de forma mágica. Em um álbum em que as músicas tentam soar totalmente diferentes umas das outras, “Exitivm” é a mais diferente entre todas.

Já que a última faixa “Personatvs” é tão somente a despedida do disco, podemos afirmar que o mesmo é encerrado pela canção “Immortvos”. Eu não esperava outro nível para o encerramento de um álbum tão incrível. Essa música reúne agressividade, técnica e sentimento em alta, ingredientes já utilizados nessa gostosa sopa de Death Metal, porém sempre com um tempero diferente que deixa cada nome presente no tracklist inesquecível. Mais uma vez, parabéns senhor Patrick Mameli e Pestilence por mais um registro de excelência, vindo de quem sabe o que faz.

Aprovadíssimo e indicado aos fãs de Death Metal, old school ou não, e de boa música, independentemente do gênero. Vale a pena cada segundo de audição.

Nota: 9,5

Integrantes:

  • Patrick Mameli (vocal, guitarra)
  • Joost van der Graaf (baixo)
  • Rutger van Noordenburg (guitarra)
  • Michiel van der Plicht (bateria)

Faixa

  • 1.In Omnibvs (Intro)
  • 2.Morbvs Propagationem
  • 3.Deificvs
  • 4.Sempiternvs
  • 5.Internicionem
  • 6.Mortifervm
  • 7.Dominatvi Svbmissa
  • 8.Pericvlvm Externvm
  • 9.Inficiat
  • 10.Exitivm
  • 11.Immortvos
  • 12.Personatvs Mortem (Outro)

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
222SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações