PUBLICIDADE

Resenha: Kyndra – Visions And Voices (2022)

Sete anos após a sua formação, a banda de Power Metal de Juiz de Fora/MG, Kyndra, lança o seu primeiro full lenght, “Visions And Voices”, em formato independente, no último dia 11 de novembro.

   

Graças a bandas como Viper, Angra, Shaman, o Power Metal nacional tem tradição de grandes registros. Terá o sexteto Kyndra feito jus a essa gloriosa história desse subgênero em nossa cena tupiniquim?

Após a pequena introdução “Murmure de Angelorum”, a canção que intitula o debut dá boas vindas ao ouvinte em uma excelente abertura.

“Visions And Voices”, sozinha, já é capaz de demonstrar toda a competência dos músicos participantes do time Kyndra.

Zeh Dominato

O vocalista, Zeh Dominato, cuja voz me lembra, discretamente, a de Roy Khan (ex-Kamelot, Conception), dá conta do recado com técnica e feeling.

A dupla de guitarristas, formada por Mike Martins e Pablo Martins, manda bem nos riffs e solos. A cozinha composta pelo baixista Carlos Gouvêa e pelo baterista Rich Rodrigues é precisa.

KYNDRA / Power Metal / Divulgação / Facebook

“My Dreams” segue quase que a mesma fórmula de sua antecessora, exceto pela dinâmica rítmica mais variada.

O refrão dela é tão certeiro quanto ao da faixa título e seu solo de guitarra se destaca. O teclado de William Tassi completa o trabalho do trio de cordas no que diz respeito à harmonia.

“Angel Of War”

“Angel Of War” acelera o andamento do disco. Destaque para o solo de teclado de Tassi e o trabalho melódico das guitarras em seus arranjos. Além disso, o teclado comanda as ações na introdução de “Revelations (Secret Of A Life Time)”.

Essa canção soa especial no momento, pois é como se ela mesclasse todos os elementos das anteriores em um modo mais avançado e flertando com uma pegada Progressiva.

Os solos, de guitarra e teclado, soam muito bem.

“Seven Sins”

“Seven Sins” pisa mais uma vez no acelerador. O flerte com a veia Prog acontece, novamente, só que de forma ainda mais discreta.

   

Há vocais guturais, ou quase, nessa faixa e não consigo saber se são executados pelo próprio Dominato ou se por algum vocal convidado.

“Fight All My Fears”

“Fight All My Fears”, em seu início, cruza os riffs pesados com a voz mais amena de Zeh e isso funciona muito bem, porém, ele sobe sua tonalidade adiante, todavia, esse começo fez com que a canção soasse ímpar.

Chega a hora de curtir uma balada. “Bright Eyes” vem no momento certo, suaviza a atmosfera do álbum e lhe dá um clima diferenciado.

“Visions And Voices”

Já estava sentindo a falta de alguma coisa mais AOR, influência presente em muitos registros de Power Metal, e no “Visions And Voices”, essa veia Arena Rock encaixou com perfeição.

“Rejoin Your Faith” resgata a pegada das músicas anteriores. Destaco o trabalho de pedais duplos de Rich Rodrigues, pois eles dão um peso a mais a sonoridade do Kyndra.

“Fear Of Tomorrow”

O solo de guitarra é mais técnico nessa canção, pois há instantes que eu imagino que ela vai partir para o Prog Metal, pode ser coisa da minha cabeça, mas é fato em minha análise.

Sobretudo, um riff nervoso acompanhado de uma bateria repicada traz “Fear Of Tomorrow” à luz.

Talvez, eu esteja diante da mais pesada do disco e isso me agrada bastante. A música do Kyndra não pode ser definida como Melodic Power Metal ou Heavy/Power, pois, creio que essas duas tendências se revezam no decorrer do track list.

KYNDRA / Reprodução / Facebook

Iniciando com um belíssimo riff e velocidade, a canção “Why” fecha o primeiro álbum completo do Kyndra.

Minha impressão geral é muito boa e quiçá os vindouros lançamentos superem o debut em qualidade, pois, deu para perceber que ainda há muito potencial a ser explorado e esse time pode muito mais junto.

Enfim, parabéns pelo ótimo início, Kyndra.

   

Nota 8,6

Integrantes:

  • Mike Martins (guitarra)
  • Zeh Dominato (vocal)
  • Pablo Martins (guitarra)
  • Carlos Gouvêa (baixo)
  • Rich Rodrigues (bateria)
  • William Tassi (teclado)

Faixas:

  • 1.Murmure de Angelorum
  • 2.Visions And Voices
  • 3.My Dreams
  • 4.Angel Of War
  • 5.Revelations (Secrets Of A Life Time)
  • 6.Seven Sins
  • 7.Fight All My Fears
  • 8.Bright Eyes
  • 9.Rejoin Your Faith
  • 10.Fear Of Tomorrow
  • 11.Why

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

Quem é Mundo Metal?

Mundo Metal  nasceu em 2013, através de uma reunião de amigos amantes do Rock e Metal. Com o objetivo de garimpar, informar e compartilhar todos os bons lançamentos, artistas promissores e tudo de melhor que acontece no mundo da música pesada.

Não deliberadamente, veio o grupo e depois a página no Facebook, aos poucos passamos a utilizar outras redes como Instagram e Youtube e, posteriormente, nosso site oficial veio a luz. Apesar de todas as dificuldades da vida cotidiana, nunca desistimos de nossos objetivos e, hoje, nosso site está em franca expansão.

Sejam muito bem-vindos a nossa casa e desejamos de coração que voltem sempre.

Contudo, divulgar a underground está entre os nossos preceitos.

Portanto, se vocês amam a música pesada de alguma forma, o lugar de vocês também é aqui conosco.

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -