PUBLICIDADE

Resenha: Iron Savior – “Firestar” (2023)

“Firestar” é o décimo quinto full lenght da banda de Power Metal, Iron Savior, o qual saiu na data de hoje, 6/10/2023, pela AFM Records. No ano seguinte ao álbum de regravações “Reforged – Ironbound” (2022) e dois anos após o elogiado “Skycrest”, de 2020.

   

Não há possibilidade alguma de comentar qualquer disco de Power Metal alemão, sem que mencionemos a grandiosidade e a superioridade da escola teutônica desse apreciado subgênero, além disso, jamais esquecendo o nome de Kai Hansen, ainda que ele só tenha participado dos três primeiros discos, “Iron Savior” (1997), “Unification” (1999) e “Dark Assault” (2020). Embora “Firestar” esteja distante desses primórdios do Iron Savior, as raízes de Piet Sielck e Hansen atuando juntos na banda pré-Helloween, Gentry, e posteriormente Iron Savior, permanecem vivas na sonoridade do atual quarteto.

IRON SAVIOR / Reprodução / Facebook

Iron Savior (line-up)

O vocalista e guitarrista Piet Sielck segue sendo o portador da alma do Iron Savior, demonstrando que mantem a chama criativa acesa a cada novo lançamento, ainda que, atualmente, esteja enfrentando uma batalha contra um câncer, o qual ele anunciou recentemente. Antes que eu me esqueça, gostaria, igualmente, de salientar a inegável competência dos demais instrumentistas que completam o line-up , Jan-Sören Eckert (baixo e vocal), Joachim Küstner (guitarra) e Patrick Klose (bateria).

IRON SAVIOR / Reprodução / Instagram

“Firestar“ – Singles – Videos

O tema instrumental “The Titan” dá ao álbum uma introdução elegante e, concomitantemente, épica. Desse modo, deixando a atmosfera apta para receber a excelente ”Curse of the Machinery” (single), não deixando brechas para dúvidas no ouvinte, ou seja, Iron Savior arrasou mais uma vez, através de seu Power Metal característico e ímpar. Em seguida, temos o single “In the Realm of Heavy Metal”, o qual eu já achara fantástico mesmo antes de ter acesso e poder ouvir o disco repetidas vezes.

As guitarras, tanto riffs, quanto solos, merecem absolutos elogios, não só nessa canção, quanto em todas as demais do registro.


“No reino do trovão e do aço / Onde monstros e dragões são reais / Onde há heróis e reis / Cavalgue para a batalha / Onde todos nós nos unimos / No reino do Heavy Metal”


“Demise of the Tyrant” desenvolve uma pegada Heavy/Power com riffs que estão entre minhas preferências no full lenght, refrão intenso e grudento, uma verdadeira preparação para a guerra dos guerreiros do Heavy Metal contra os seus tiranos, os quais tentam lhes tirar a paz, a qual quase sempre reinou entre eles, assim sendo, qual verdadeiro amante do Metal não deseja o falecimento de todos os tiranos do mundo?

A faixa-título, “Firestar”, foi curiosamente o seu primeiro single, fomentando as melhores expectativas para o restante das composições, as quais se confirmaram, finalmente, após dezenas de audições seguidas, motivadas pelo inegável prazer exalado pelo conteúdo musical.

Tenta resistir a esse refrão, a fim de falhar desgraçadamente:

“Eu fui feito pelos deuses / Na noite eterna / Entre um milhão de estrelas / Eu vi a luz / Amanhecer do salvador / O único / Fora no vazio / Minha hora chegou.”

Heavy/Power Metal de primeira classe

“Through the Fires of Hell” é a canção que mais soa Heavy Metal tradicional dentre as onze do tracklist, ainda que o ele se converta em Power durante o seu instigante refrão. O fato é que seu ritmo mais cadenciado é o responsável por essa característica mais Heavy, além disso, o estilo dos solos de guitarra também contribui para tais conclusões.

Piet Sielck Photo eventfotografitte.de

Em um disco pleno de ótimos momentos, uma música como “Mask, Cloak and Sword” jamais poderia deixar de estar presente, pois, ainda que use a mesmíssima receita, consegue ter o seu sabor especial, além de solos de guitarra que chegam ao ponto de serem emocionantes. Há algo de Judas Priest na introdução de “Across the Wastelands”, contudo essa impressão é passageira, terminando logo que a voz de Sielck entra em cena, voltando nos momentos mais instrumentais.

Trinca apoteótica de “Firestar”

O intenso riff de “Rise from Ashes” inicia a trinca final da décimo quinto capítulo completo da saga Power Metal chamada Iron Savior e, mais do que a temática lírica das canções que o compõe parece propor, uma batalha exala o seu cheio de sangue inocente no ar, embora a certeza da vitória dos justos paire nas alturas na mesma intensidade. Qual de nós nunca teve que “Renascer das Cinzas”? Afinal, “Nada é Eterno”, segundo diz, em inglês, a canção “Nothing is Forever”. Nossas armas, nossas chances, nossa batalha, nossa vida é agora, pois, a letra também diz, “O Universo Muda”, não podemos mais perder tempo.

   

Embora isso já tenha passado algumas vezes, é sempre incrível quando a canção favorita de um disco é aquela que o encerra e, melhor ainda, quando há deleite em todas as dez faixas anteriores a ela. “Together As One” é a canção de Power Metal de 2023 para mim, pelo menos, por enquanto, ainda que eu creia que dificilmente alguma irá me seduzir mais do que ela o fez.

Eu não deveria encerrar essa resenha de outra forma que não fosse dizendo:

„Herzlichen Glückwunsch, Iron Savior und Piet Sielck, viel Kraft und Glück in eurem Kampf, das ist es, was mein Herz so sehr sehnt.“

Nota: 9,3

Integrantes:

  • Piet Sielck (vocal e guitarra)
  • Jan-Sören Eckert (baixo e vocal)
  • Joachim Küstner (guitarra)
  • Patrick Klose (bateria)

Faixas:

  • 1.The Titan
  • 2.Curse of the Machinery
  • 3.In the Realm of Heavy Metal
  • 4.Demise of the Tyrant
  • 5.Firestar
  • 6.Through the Fires of Hell
  • 7.Mask, Cloak and Sword
  • 8.Across the Wastelands
  • 9.Rise From Ashes
  • 10.Nothing is Forever
  • 11.Together as One

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -