Resenha EP: Savage Desire – “Living Under Sin” (2022)

PUBLICIDADE

A NOWTHM cada vez mais ganha bandas adeptas no mundo e o Brasil faz parte dessa onda de Heavy tradicional. Fundado em 2020, o quarteto paulistano Savage Desire lançou, no último dia 2 de maio, seu EP, “Living Under Sin”, em formato independente. Como uma sonoridade que pode ser definida precisamente como Hard’N’Heavy, os paulistanos venderam suas almas para a década de oitenta com todas as suas joias.

O single “Wanted’N’Wild” abre o registro fluidificando vibrações que remetem a década de ouro do Heavy Metal. Pense em Joe Elliott cantando com mais imponência e agressividade. Imaginou? Pois é, assim resumo o estilo de cantar de Leonardo Sinigalhia, que também é responsável por compor a dupla de guitarristas com Lucas Almeida, que é responsável pelos lindos riffs e solos.

“Saints And Sinners” faz minha mente vagar por outras referências. O coro do refrão me faz lembrar um híbrido entre Twisted Sister e Judas Priest, talvez, com uma pitada de Kiss. Só sei que a canção é grudenta e viciante. Já é possível cantar o refrão junto na segunda vez.

“The Best That I Can” deixa a pegada Heavy quase que totalmente de lado e se dedica ao Hard Rock. Essa mudança rítmica funcionou no contexto da audição e foi diversão garantida. Eis uma pizza no qual os ingredientes vão de AC/DC a Def Leppard.

Esse som fala, fluentemente, o idioma dos hard rockers.

Embora ainda não seja o momento do apagar das luzes, “Turn Off The Lights” entra em cena ainda mais Hard Rock que sua antecessora. Agora sim podemos citar Kiss e bandas Glam como prováveis influências. Destaco o baterista Alan Caçador e o baixista Mark Kurosaki, que juntos formam um metrônomo. É claro, eu não poderia deixar de falar dos riffs contagiantes e os solos que unem técnica e feeling.

O outro single, “In The Night”, encerra o primeiro registro do Savage Desire. Em sua introdução parece que ela iria ser uma balada, porém ela ganha ritmo e elementos que a transformam na canção mais poderosa do EP. Como explica-la? Imagine um mix entre Whitesnake (80’s), Van Halen (80’s) e Def Leppard. É exatamente essa impressão que essa música me passa. Excelente escolha para a clausura do disco.

Mais importante do que citar a qualidade técnica e competência dos quatro músicos envolvidos na banda, é notar cinco canções distintas umas das outras, mas que estão dentro da sonoridade proposta. A produção foi certeira e essa audição me deixou ansioso pelo full lenght.

Quando será que ele vem?

Parabéns Savage Desire, espero que sigam nesse bom caminho que começaram.

Nota 9,0

Integrantes:

  • Leonardo Sinigalhia (vocal, guitarra)
  • Lucas Almeida (guitarra)
  • Alan Caçador (bateria)
  • Mark Kurosaki (baixo)

Faixas:

  1. Wanted’N Wild
  2. Saints And Sinners
  3. The Best That I Can
  4. Turn Off The Lights
  5. In The Night

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,663SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
151SeguidoresSeguir
960InscritosInscrever

Últimas Publicações