PUBLICIDADE

Resenha: Chaoslace – “Inhumane Terror Cult” (2018)

Formada em março de 2004, Chaoslace, banda paulistana de Death Metal, lançou o seu tão almejado full lenght “Inhumane Terror Cult”, em março de 2018, ao mesmo tempo que completava 14 anos na estrada do Metal underground nacional. Logo após três demos tapes e o single “Hatestorm”, veio então o disco completo. Chaoslace, que a princípio tocava Thrash/Death Metal, tornou-se uma banda de Brutal Death Metal, demonstrando claras influências em nomes como Morbid Angel, Deicide, Cannibal Corpse, etc…

   
CHAOSLACE / Reprodução / Metal Archives / Facebook

Faixas “Inhumane Terror Cult”

Logo depois da já pesada “Intro” , O álbum abre com a faixa título, “Inhumane Terror Cult”, espalhando sangue, violência e brutalidade para todos os lados, através do peso e velocidade dessa canção. Chaoslace, dessa forma, demonstrou que valeram à pena os 14 anos de espera por seu registro oficial. Em seguida, toda essa fúria inicial segue crescendo ainda mais em “Blasphemy” que é só um dos hinos anti-cristãos presentes em “Inhumane Terror Cult”.

A quarta faixa, já conhecida anteriormente pelos admiradores da banda, “Elimination”, mantém o ritmo avassalador executado em todas as faixas do disco. Enquanto “Manifesto Against Pedophile Lords”, por sua vez, é uma crítica severa aos conhecidos casos de pedófilos de batina. Aliás, o trio paulistano continua descendo o cacete verbal no catolicismo em “Destroying The Catholic Epidemy” e a cada canção que passa, o álbum parece cada vez mais rápido e pesado. Da mesma forma, o ataque a religião persiste em “Anti-Religious Victory” e é temática presente em grande parte das letras do Chaoslace

A pancadaria não tem descanso

“Sickness of Christ” é a mais curta canção do álbum depois da “Intro”, já que são 1:37m que afrontam pessoas que têm audição e sensibilidade delicadas. “Curses Behind The Diabolical Shadows” esteve presente, assim como foi título da terceira demo-tape lançada em 2010. “Rot OnThy Cross”, penúltima canção do álbum, segue o mesmo padrão presente anteriormente nas composições, inclusive no quesito qualidade. A última faixa “Lethal Agressor” é a minha favorita do debut e o Chaoslace não teria como encerrar de melhor forma esse trabalho, pois essa canção é diferenciada de todas as demais, possuindo mais variações rítmicas e com pitadas de Thrash Metal oitentista que por alguns segundos lembram Slayer na fase do “Hell Awaits”. Porém, é claro, sem deixar de ser o Brutal Death Metal apresentado durante todo o conteúdo do “Inhumane Terror Cult”.

Conclusão

Chaoslace acertou em cheio em seu primeiro full-lenght e espero que a banda continue crescendo nos vindouros registros, mas, desde o seu lançamento, não houve anúncio de nenhum possível novo disco. Esse trabalho é indicado para todos os fãs de Death Metal old school, pois apesar dele não apresentar nenhuma grande inovação dentro do Metal Extremo, as canções são muito agradaveis para os apreciadores do “Metal da Morte”. Parabéns, Chaoslace!

Nota 8,3

Integrantes:

  • Leandro Nunes (guitarra e vocal)
  • Diogo Rodrigues (bateria)
  • Geovanni Fregnani (baixo)

Faixas:

  • 1.Intro
  • 2.Inhumane Terror Cult
  • 3.Blasphemy
  • 4.Elimination
  • 5.Manifesto Against The Pedophile Lords
  • 6.Destroying The Catholic Epidemy
  • 7.Anti-Religious Victory
  • 8.Sickness of Christ
  • 9.Curses Behind The Diabolical Shadows
  • 10.Rot on Thy Cross
  • 11.Lethal Aggressor

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -