PUBLICIDADE

Pantera: Zakk revela parte do setlist dos shows de reunião e conta sobre a dificuldade de tocar as músicas de Dime

O guitarrista Zakk Wylde (Ozzy Osbourne, Black Label Society) conta que está aprendendo a tocar algumas músicas do Pantera para os futuros shows de reunião da banda. Além dele, o baterista do Anthrax, Charlie Benante também foi convocado para completar o time juntamente a Phil Anselmo e Rex Brown.

Em uma nova aparição no programa de Ola Englund, Zakk Wylde comentou sobre seu envolvimento em todo este processo:

   

“Sempre houve conversas sobre isso por anos. especialmente quando Vinnie ainda estava vivo. ‘Vou esperar até esse dia chegar e Se vocês decidirem que querem fazer isso, vocês sabem que eu sempre estarei aqui para vocês.’ foi então que Phil me ligou uma noite e disse: ‘Zakk, eu estava conversando com Rex. Estamos pensando em fazer isso. Estávamos pensando se você gostaria de homenagear Dime’. E eu fiquei tipo, ‘Claro, cara’. Como eu poderia dizer não? Então agora, era apenas a questão de, ‘Tudo bem, me envie as músicas do setlist para que eu possa começar a aprender essas coisas, cara.'”

Perguntado sobre o material, ele continuou:

“Sim, claro. Estou trabalhando nisso há um tempo. Eu tive que pegar um pedal whammy. Eu nunca tive uma dessas coisas. Grady Champion (o técnico de guitarra de Dimebag) provavelmente estará comandando a coisa toda, ele é o cara que trabalhou com Dimebag. Então, sim, sou um orgulhoso proprietário de um pedal whammy agora. E Eu tenho minhas guitarras Dime, aquelas que ele realmente me deu… Eu tenho meu equipamento, Obviamente, o que Dime usou e que eu não uso. e, obviamente, é noise gate. claro, se você vai fazer o riff principal de ‘Cowboys From Hell’… sabe, com Minhas coisas, é como se fosse um puro ‘relâmpago’ o tempo todo. mas com as coisas de Dime, teria, tipo, dois pedais de distorção ao mesmo tempo. Eu me lembro do seu equipamento, ele disse, ‘Zakk, que pedais você usa?’. Meus pedais de overdrive, ele tinha uma dessas coisas em sua prancha. Eu disse, ‘Dime, você tem muito overdrive aí.’ Mas para ele, não havia o suficiente. Ele amou. E há uma arte para controlá-lo.”

Sobre o tracklist, Zakk ainda revelou:

“Para mim, é como aprender as coisas de Randy Rhoads, ou seja, é como quando estou tocando ‘Mr. Crowley’ ou ‘I Don’t Know’ ou qualquer coisa assim. Para mim, é divertido. Mas se estamos tocando ‘Goddamn Electric’, esse tipo de solo está além… quero dizer, todos os solos são incríveis, eles são simplesmente incríveis. Vai ser divertido quando eu estiver tocando ‘Walk’ e coisas assim, ou ‘Cowboys From Hell’ ou qualquer coisa assim. Alguns dos outros sons que separamos como ‘A New Level’ e coisas assim, tudo isso é legal. Acho que podem ter pessoas indo ao show só para ver ‘Becoming’, sabe, ver a gente tocar ela. Qualquer uma dessas coisas que eu tropecei eu estava tipo, ‘Que diabos foi isso?’ Eu apenas dizia ‘Como tocar isso?’. e ia ao YouTube e via todos esses outros guitarristas incríveis tocando essas coisas… Para mim, isso é tudo diferente também. tocar com o disco rolando de fundo é uma coisa, mas aí você tira o disco e tenta se convencer, ‘Tudo bem. Toque isso para mim.’ É uma diretriz nova, entende? É como se cobrir com alguns truques e aí você sabe para onde está indo. mas se tirarem o seu GPS do carro, você vai pensar, ‘Tudo bem, você se lembra como voltar para Hollywood?’ Você fica meio, ‘não tenho ideia. Eu apenas estava seguindo o GPS o tempo todo’.”

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
223SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações