PUBLICIDADE

Pantera: “o que quer que os caras queiram fazer, nós fazemos”, diz Zakk sobre álbum ao vivo

Desde que o Pantera iniciou seus shows de reunião sem os irmãos Abbott, mas com Zakk Wylde (Ozzy e Black Label Society) nas guitarras e Charlie Benante (Anthrax) na bateria, ocorreu um misto de emoções dentro dos corações dos fãs mais fervorosos.

   

Muitos reclamaram, mas podemos cravar que a imensa maioria gostou de poder ouvir os clássicos da banda ao vivo mais uma vez. Os shows foram um sucesso, as performances bastante dignas e o tom de homenagem não se perdeu mesmo após 2 anos.

Com algumas declarações vindas do baixista e membro remanescente da formação clássica, Rex Brown, somadas à curiosidade dos fãs, logo começaram acontecer questionamentos sobre a possibilidade desta encarnação atual do Pantera, por fim, gravar algum tipo de material. Não passaram de boatos, é verdade, mas vira e mexe, alguém levanta esse questionamento.

Reprodução/Youtube

Álbum ao vivo ou de inéditas?

Rex parece ser favorável, mas Zakk nas poucas vezes em que foi indagado sobre o tema, disse que não teria problemas a não ser o de usar o nome Pantera, isso o incomodaria caso fosse colocado em pauta internamente na banda. Phil praticamente não se pronunciou e Benante parece estar navegando junto com a tripulação.

Um tema que está cada vez mais forte sobre o Pantera e, sobre isto, a resistência é muito menor, é sobre a possibilidade de um disco ao vivo ser lançado. Em uma nova entrevista concedida ao jornalista Igor Miranda, o guitarrista Zakk Wylde foi questionado sobre a possibilidade deste trabalho ao vivo realmente acontecer. Veja a resposta:

“É, o que quer que os caras queiram fazer, nós fazemos. Vamos ser realistas, temos um álbum ao vivo todas as noites. As pessoas com seus telefones e tudo mais estão gravando de qualquer maneira, então não importa para mim. Você vai lá e toca para valer todas as noites.”

Já sobre novas músicas de estúdio, o guitarrista afirmou que o assunto não foi colocado em pauta. Ele disse:

“Não, nós não sentamos e conversamos sobre isso, não teve algo como, ‘oh, pessoal, vamos nos reunir e escrever músicas’ ou algo assim. Não houve nada parecido. Quer dizer, as únicas discussões que tivemos é sobre quais outras músicas novas queremos colocar no setlist. Como quando colocamos ‘Floods’ e então nos reunimos nos ensaios, nos reunimos na casa do Phil e apenas ensaiamos tudo. Mas não, não teve nada parecido… Nós não ficamos sentados escrevendo riffs e coisas assim.”

Reprodução

Zakk também foi questionado se ele enxerga esta nova encarnação do Pantera como uma espécie de banda tributo. Ele respondeu o seguinte:

“Sim, é isso que eu sinto que é. Não é nem um tributo, é mais uma celebração do Pantera. Como sempre que saímos e fazemos as turnês ‘Experience Hendrix’, que eu sempre me divirto muito quando faço isso, nesse caso somos todos nós saindo e celebrando a grandeza de Jimi Hendrix. Para mim, esta é uma celebração do Pantera. Estamos celebrando todas as montanhas que o Pantera conquistou. Então é isso que é.”

Sobre não tocar as partes de Dimebag exatamente iguais as versões originais dos discos, portanto, nota por nota, Zakk explica:

“Ah, sim, mesmo que Dime estivesse lá em cima tocando o solo de ‘No More Tears’ ou ‘Mama I’m Coming Home’, vai soar como Dime tocando o solo de ‘No More Tears’. Porque ele tem seu toque e seus sentimentos. Como quando Randy Rhoads estava tocando músicas do Black Sabbath, soa como Randy Rhoads tocando músicas do Black Sabbath. Você ouve o álbum ‘Tribute’, de Ozzy Osbourne, quando o santo Rhoads estava tocando ‘Iron Man’ e ele estava tocando ‘Paranoid’ e ‘Children Of The Grave’, soa como Randy tocando músicas do Black Sabbath. É o tom de guitarra de Randy, o toque de Randy e a forma de tocar de Randy. Mas é isso que o torna legal. Sim, para mim, é apenas senso comum. Dime soa como Dime, não importa o que ele esteja tocando.”

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -