PUBLICIDADE

Morbid Angel: para David Vincent, discos clássicos da banda são “uma lição de humildade”

O Morbid Angel é um dos grandes pilares do Death Metal. O início avassalador da banda nos apresentou obras seminais como “Altars Of Madness”, “Blessed Are The Sick”, “Covenant”, assim como outros que vieram mais tarde.

   

Todos estes trabalhos brilhantes foram alguns dos maiores responsáveis pelo desenvolvimento e amadurecimento de todo um cenário favorável ao Metal extremo.

O ex-baixista/vocalista do Morbid Angel, David Vincent, hoje à frente do Vltimas e do I Am Morbid, esteve presente no festival belga Graspop Metal Meeting e deu uma declaração no mínimo curiosa quando questionado à respeito da longevidade de obras como “Blessed Are The Sick”.

Para Vincent, isso jamais foi esperado por nenhum dos integrantes do grupo e, de certa forma, ainda causa certa incredulidade no músico. Veja a resposta dele:

“É humilhante. Realmente é. Não acho que se você tivesse me perguntado naquela época eu pensaria que seria possível… eu não acho que seria, nem pensei nisso. E é uma lição de humildade. Só posso dizer obrigado aos fãs por nos manterem em movimento. A única razão pela qual fazemos isso ainda é por eles.”

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -