PUBLICIDADE

Metallica: assista aos vídeos de Kirk e Trujillo tocando diversos covers no lendário Fillmore, San francisco

Após o encerramento do primeiro show de comemoração aos 40 anos do Metallica no Chase Center em san Francisco, Califórnia, na última quinta-feira (17 de dezembro), Kirk Hammett e Robert Trujillo se dirijiram até o lendário Fillmore (muito conhecido por já ter recebido apresentações antológicas de diversas bandas) tocaram um conjunto de covers com a The Wedding Band.

   

Além de Hammett e Trujillo, a programação da The Wedding Band para o show da noite incluía seus amigos Whitfield Crane (Ugly Kid Joe), Mark Osegueda (Death Angel), Jon Theodore (The Mars Volta, Queens Of The Age Stone) e Doc Coyle (Bad Wolves e God Forbid).

Kirk falou à Cosmo Music sobre The Wedding Band:

“É muito divertido tocar com esses caras. É algo diferente. Para Rob e eu, é legal, porque podemos satisfazer nosso amor pelo funk e punk… Eu estava ouvindo todos tipo de música maluca nos anos 70 – muito funk, R&B – então eu sempre gostei muito da música daquela época. Quando descobri que Rob gostava, começamos a tocar nossas músicas favoritas. Funk dos anos 70 são tão únicos, e é quase uma arte perdida porque ninguém mais escreve músicas assim… Nós nos reunimos e começamos a improvisar músicas e soava incrivelmente bom! E é principalmente uma forma de Rob eu apenas nos divertir. Amamos fazer geléia; adoramos brincar com as pessoas; nós amamos tocar funk. Tornou-se um pouco uma válvula de escape para nós, mas não é nada sério ou algo parecido. Estamos realmente abertos a qualquer pessoa que venha e toque conosco. Eu até perguntei aos outros caras do Metallica se eles queriam vir e tocar. Estamos sempre abertos – este não é um tipo de situação de banda fechada. Qualquer um pode entrar e tocar, contanto que seja bom.”

Ele continuou:

“É tão recreativo, mas os músicos também precisam de música recreativa. Eles precisam tocar coisas com as quais não precisam se preocupar muito e sobre as quais não temos muita responsabilidade. É apenas uma coisa leve, legal e divertida para nós, e Rob eu precisamos disso, porque muitas vezes colocamos muito em nossa performance, sempre com muita tanta intensidade. Você apenas tem que colocar muito amor e cuidado na música da nossa banda, e tudo bem, e eu adoro isso – estou super apaixonado por isso – mas também é divertido ir para a Disneylândia por um tempo e tocar algumas músicas que são divertidas para você tocar, te inspiram, te fazem sorrir, te fazem suar e te fazem pensar, ‘Cara, eu precisava disso.’ Acho que todo mundo precisa de algo assim… É tão divertido. Somos algo que não deve ser levado muito a sério, porque nenhum de nós quer levar isso tão a sério.”

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -