PUBLICIDADE

“Me assumir nos anos 80 poderia ter sido o fim da banda, o que era irônico porque muitos caras em bandas pareciam drag queens”, diz Rob Halford

O vocalista do Judas Priest, Rob Halford, cedeu uma nova entrevista ao Dallas Morning News e entre vários assuntos, ele falou sobre ser um dos “Pioneiros do Heavy Metal” e a decisão de assumir sua homossexualidade em plena década de 80.

Acompanhe um trecho da entrevista a seguir:

Pergunta: “Os ‘anos 90 gays’ foram uma era fundamental para os direitos LGBTQ, mas não tanto no Heavy Metal, que sempre foi repleto de homofobia. Como você teve coragem de se assumir gay em uma entrevista para a MTV em 1998?”

   

Rob Halford: “Foi difícil, porque eu sempre quis agradar as outras pessoas. Eu não queria fazer barulho.”

“Minha identidade sexual poderia ter sido o fim da banda nos anos 80, porque como você aponta, o clima na época era todo ‘Girls, Girls, Girls’ e Mötley Crüe ou o que quer que seja, o que eu sempre acho irônico porque muitos caras em bandas pareciam drag queens.”

“Foi preciso minha sobriedade para me levar a um lugar onde eu queria dar um passo à frente e dizer: ‘Já chega… Tenho que parar de fingir, porque estou causando muito dano mental a mim mesmo.’ Quando fiz isso, foi um alívio.”

“Para qualquer pessoa que esteja lidando com essa decisão de mudança de vida, eu digo: ‘Apenas faça isso’. Apenas faça por você, porque você descobrirá quem realmente te ama e quem te aceita sem limites.”

O Judas Priest esteve presente na cerimônia de posse do Hall do Fama do Rock and Roll na edição de 2022 que aconteceu em 5 de novembro no Microsoft Theatre em Los Angeles, CA., levando para casa o prêmio de “Excelência Musical“.

ROB HALFORD / Reprodução / Facebook
PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
223SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações