PUBLICIDADE

Lançamento: Arch Enemy – “Deceivers” (2022)

Pesado e mais melódico, “Deceivers” mostra que Arch Enemy ainda é a principal referência dentro do Death Metal Melódico.

Décimo e primeiro trabalho de estúdio do grupo liderado por Michael Amott aposta em riffs pegajosos e vocais limpos sem perder sua essência.

   

O Arch Enemy voltou a apostar e abusar da versatilidade vocal da cantora canadense Alissa White-Gluz em “Deceivers”. O 11º álbum de estúdio da banda de Death Melódico, lançado nesta sexta-feira (12/08), com o selo da Century Media Records, mostra que é possível trilhar novos caminhos e alcançar patamares ainda maiores sem perder sua essência.

ARCH ENEMY / Reprodução / Facebook

Desde o lançamento de “War Eternal”, em 2014, a banda tenta atingir um novo público ao criar musicas com uma pagada cada vez mais Metalcore e com linhas vocais mais voltadas para o Screamo. “Will To Power”, o penúltimo trabalho apresentado pelo grupo, em 2017, deixou essas referências mais explicitas em seu som, mas só agora com “Deceivers” é que atual formação pôde mostrar todo o seu potencial.

O disco é pesado e melódico, como toda a discografia do Arch Enemy, mas faz valer o uso de linhas vocais limpas que não puderam ser devidamente exploradas em trabalhos anteriores. Já aviso de antemão que se você é um fã mais oldschool e viúva de Angela Gossow, é bem provável que você deteste esse play.

ARCH ENEMY / Divulgação / Facebook

O álbum começa com “Handshake With Hell”, uma música bastante diferente do que o fã mais ortodoxo está acostumado a ouvir, pois ao mesmo tempo que incorpora uma gama de elementos bastante sólidos do material antigo da banda, os vocais limpos são o grande destaque da canção, o que gera um belíssimo contraste entre dois universos totalmente distintos. Já em “Deceiver, Deceiver”, o grande destaque vai para a bateria de Daniel Erlandsson, que nos presenteia com uma introdução que vai derreter os seus ouvidos, enquanto “In The Eye Of The Storm” resgata as famosas e marcantes guitarras gêmeas que se tornaram sua assinatura dentro do gênero.

Em “The Watcher”, a banda traz uma intro melódica e cadenciada, que esconde todo o poder e agressividade por trás da música que faz uma bela ponte para a próxima faixa “Poisoned Arrow”, que nos entrega uma abertura orquestral recheada de elementos melódicos que fluem muito bem e que devem ficar ainda mais bonitos ao vivo.

A próxima faixa é “Sunset Over The Empire”, que logo de cara apresenta uma abertura de baixo feita por Sharlee D’Angelo. A música é rápida, conta com riffs frenéticos e um refrão bastante cativante. Podemos dizer que é uma verdadeira aula de como se fazer uma música de Metal extremo com elementos que beiram a perfeição.

As guitarras melódicas de Michael Amott e Jeff Loomis, que abrem “House of Mirrors”, são capazes de levar o fã da banda em uma viagem ao túnel do tempo, que assim como “In The Eye Of The Storm”, faz muito bem o uso dos duetos guitarrísticos que ficaram muito populares quando Christopher Amott, irmão de Michael, ainda estava presente no grupo. Em “Spreading Black Wings”, a banda aposta em uma atmosfera mais obscura que, em alguns momentos, mostra ao ouvinte algumas pitadas de Doom Metal em sua composição.

O disco caminha para o fim com um interlúdio instrumental chamado “Mourning Star”, que diminui o ritmo e te prepara para “One Last Time”, que funciona basicamente como um resumo bem apresentado do que vimos em todo o trabalho até aqui.

ARCH ENEMY / Divulgação / Facebook / Instagram

Por fim, surge “Exiled From Earth”, que fecha mais um capítulo na renomada carreira do Arch Enemy.

“Deceivers” é, sem sombra de dúvidas, o melhor disco composto pela atual formação e boa parte das músicas lançadas devem ser incorporadas ao novo setlist da banda. O grupo se mostra entrosado e pronto para lançar trabalhos que trazem novas influências, mas sem abandonar o passado que consolidou o Arch Enemy como um dos maiores nomes no segmento do Death Metal Melódico.

Nota: 9,0

Integrantes:

  • Michael Amott (guitarra)
  • Daniel Erlandsson (bateria)
  • Sharlee D’Angelo (baixo)
  • Jeff Loomis (guitarra)
  • Alissa White-Gluz (vocal)

Faixas:

  • 1.Handshake with Hell
  • 2.Deceiver, Deceiver
  • 3.In the Eye of the Storm
  • 4.The Watcher
  • 5.Poisoned Arrow
  • 6.Sunset over the Empire
  • 7.House of Mirrors
  • 8.Spreading Black Wings
  • 9.Mourning Star
  • 10.One Last Time
  • 11.Exiled from Earth

Redigido por: Jonathan Vieira

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
195SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações