Jason Becker: segundo sua mãe, guitarrista tem sentido falta de ar e taquicardia

PUBLICIDADE

Segundo Pat Becker, mãe do lendário guitarrista e compositor Jason Becker, ele tem estado “em contato constante com seus médicos”, pois tem sentido “falta de ar e taquicardia”. Jason tem ELA (esclerose lateral amiotrófica) há mais de 30 anos. Ontem (segunda-feira, 5 de abril), ela twittou: “Jason pediu orações de todos vocês, pessoas maravilhosas. Ele pode sentir suas orações e está tendo falta de ar e batimentos cardíacos acelerados, o que é muito assustador. Ele não conseguiu comunicar sua gratidão e amor por todas as recentes doações e apoio, mas ele é muito grato a todos vocês e espera voltar a um nível de energia que possibilite que todos saibam, pessoalmente, o quanto ele os aprecia. Estamos em contato constante com seus médicos e vamos mantê-los informados. Obrigada a todos.”

Pouco tempo depois que esta história foi postada pela primeira vez, o frontman do Kiss, Paul Stanley, compartilhou o artigo em seu Twitter e incluiu a seguinte mensagem: “Vamos todos enviar bons pensamentos e usar o poder da oração para emanar nossa energia positiva para Jason Becker. Este guitarrista prodígio lutou contra todas as probabilidades por 30 anos, lutando contra a ELA e agora está pedindo nossa ajuda. Você é amado, admirado e não está sozinho, Jason”. Ao longo de março e abril, alguns dos maiores guitarristas do mundo se reuniram para arrecadar dinheiro e celebrar a música de Jason.

A história de Becker é de brilho, talento, determinação, adversidade e, em última análise, triunfo. Uma criança que foi prodígio na guitarra, Jason ganhou destaque ainda adolescente, quando era a membro da dupla Cacophony com seu grande amigo Marty Friedman. Em 1989, com apenas 19 anos e após conquistar o público em todo o mundo, o jovem virtuoso tornou-se o guitarrista de David Lee Roth, seguindo os enormes passos de Eddie Van Halen e Steve Vai. Ele escreveu e gravou no terceiro álbum solo de Roth, “A Little Ain’t Enough”, e estava prestes a chegar ao estrelato quando uma dor lancinante na perna foi diagnosticada como doença neuronal motora, também conhecida como esclerose lateral amiotrófica (ELA) , ou doença de Lou Gehrig, a mesma condição com a qual Stephen Hawking viveu por mais de cinco décadas. É uma condição fatal com uma expectativa de vida de talvez cinco anos. Isso foi há mais de 30 anos. Ele perdeu a capacidade de tocar guitarra, andar, falar e respirar por conta própria. Mas nunca perdeu a vontade de viver nem o desejo de criar música. Comunicando-se por meio de uma série de movimentos oculares com um sistema desenvolvido por seu pai, Jason soletra palavras, notas musicais e acordes. Ele transmite sua visão musical para sua equipe, que pode inserir as notas em um computador, editar as partes de acordo com seus padrões exigentes e, em seguida, gerar gráficos para músicos de sessão. Sua música inspiradora e sua história de vida foram o assunto de incontáveis ​​artigos de notícias e histórias de capa de revistas. O último álbum de Becker, “Triumphant Hearts”, foi lançado em dezembro de 2018 pelo selo Music Theories Recordings / Mascot Label Group. O disco traz participações especiais de mestres de seis cordas, incluindo Joe Satriani, Steve Vai, Neal Schon, Steve Morse, Paul Gilbert e Joe Bonamassa.

O Mundo Metal deseja a mais breve recuperação a Jason Becker e que ele continue nos abrilhantando com o seu talento, coragem e exemplo de vida.

Créditos: Sie Oficial

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,663SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
152SeguidoresSeguir
960InscritosInscrever

Últimas Publicações