PUBLICIDADE

Jake E. Lee: guitarrista revela que foi enganado e ameaçado por Sharon e Ozzy Osbourne

Durante entrevista para Eddie Trunk, em meados de 2015, o guitarrista Jake E. Lee revelou que foi enganado por Sharon e Ozzy Osbourne à época do álbum “Bark At The Moon” (1983), terceiro álbum do Madman. Por conta de um acordo de confidencialidade feito entre ambas as partes durante a gravação do disco, Lee não se mostrava muito seguro a contar sua versão dos fatos.

Trunk o convenceu dizendo que esse acordo já havia expirado com o passar do tempo e que Jake poderia expor tais informações. O guitarrista disse que desde o começo eles lhe falaram que o acordo previa que ele receberia parte dos direitos autorais das músicas que ele ajudasse a compor e a gravar. Então estavam gravando o disco em uma fazenda na Escócia, no meio do nada, e por mais que ele pedisse várias vezes, eles não dariam o contrato pra ele ler ou assinar.

   

“Eu estou lá sozinho, não tenho empresário, não tenho experiência, nem nada, e exatamente no dia que eu termino de gravar as minhas partes, eles me apresentam o contrato pra eu assinar. E o contrato diz que Ozzy escreveu todas as músicas, e que eu não tenho direito a nada, e que eu não posso falar sobre isso publicamente” – disse Jake. E ele ainda cita ter indagado a Sharon sobre este não ser o tratado que fora combinado, porém, ela também disse que não.

Jake perguntou a Sharon por que ele assinaria esse tipo de contrato e as ameaças vieram. “Se você não assinar, a gente vai te dar uma passagem aérea, você pega o avião, volta pra sua casa, entra na fila e nos processa.” Jake ainda disse que ela continuou o ameaçando: “E enquanto você espera anos pelo processo avançar, nós temos aqui as suas gravações, e vamos pegar outro guitarrista, regravar as suas partes e você não terá nada.”

Sem muita instrução sobre cláusulas de contratos e como estas funcionavam, Jake E. Lee se viu em maus lençóis. Sem muita alternativa e com medo de perder tudo o que havia conquistado até então, e correndo sérios riscos de jogar fora sua chance de participar da turnê do disco, Jake optou por assinar o contrato.

Por mais que Jake tenha se mostrado inocente no caso, ele assinou um contrato. E um contrato não demonstra sentimento algum por quem o assina. As regras impostas estão ali e também acontece muito da pessoa não ler ou não saber interpretar cada regra contida no contrato, o que acaba fazendo com que a mesma se saia derrotada logo adiante. Não que este tenha sido o caso dele, já que o mesmo ficou impossibilitado de ler o contrato antes do previsto, conforme retratou. Lembrando que a própria Sharon tem sua fama de carrasco desde os primórdios quando o Black Sabbath estava nas mãos de seu pai, Don Arden.

Confira a entrevista na íntegra:

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PARCEIROspot_img

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
221SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações