PUBLICIDADE

Resenha: The Three Tremors – “The Three Tremors” (2019)

The Three Tremors é um super projeto de Heavy Metal com os renomados vocalistas Tim “Ripper” Owens (Judas Priest, Iced Earth, Beyond Fear), Sean “Hell Destroyer” Peck (Cage, Denner-Sherman) e Harry Conklin (Jag Panzer). O super grupo lançou no dia 18 de janeiro de 2019 o seu debut auto intitulado e, sem mais delongas, vamos a analise do material.

   

Raras são as oportunidades de se apreciar três grandes vocalistas em um único álbum e o debut do The Three Tremors é uma dessas. Tim Ripper, Sean Peck e Harry Conklin fizeram um trabalho impecável. Três vozes diferentes atuando harmonicamente nas canções de um Heavy Metal moderno e sofisticado. Embora possam ser notadas nas composições influências das inúmeras bandas pelas quais passaram os três cantores, a que ficou mais em evidência foi a de Judas Priest no período em que Tim Owens foi o vocalista.

THREE TREMORS / Divulgação / Facebook

“Invaders From The Sky

Gritos altíssimos e perfeitamente afinados fazem parte de toda a audição do álbum. “Invaders From The Sky” introduz o disco como um verdadeiro cartão de visitas que convida a uma audição prazerosa. As guitarras de Dave Garcia e Casev Trask rasgam seus riffs e bends o tempo todo.

“Bullets For the Damned” dá sequência ao tiroteio de solos e gritos agudos e agradavelmente ensurdecedores. “When The Last Scream Fades” introduz com um ritmo mais cadenciado a la Black Sabbath com Tony Martin, mas logo acelera e mantém a vibração de suas antecessoras.

“Wrath Of Asgard”

A canção seguinte foi uma das minhas favoritas e talvez isso tenha uma explicação bem simples, pois “Wrath Of Asgard” se assemelha as fases mais modernas do Judas Priest. A próxima música, “The Cause”, é completamente distinta de “Wrath Of Asgard”, é bem mais acelerada e com vocais que mantém a linha das primeiras músicas do álbum.

Já em sua introdução, “The King Of The Monsters”, minha favorita, é uma canção diferenciada. Seus solos melódicos e marcantes fazem com que sua audição ocorra com uma atenção mais do que especial. Vale salientar, os guitarristas se destacam tanto quanto os vocalistas durante todo o álbum.

“The Pit Shows No Mercy”

Logo após vem “The Pit Shows No Mercy” é um Heavy Metal que mantém a fórmula das primeiras três canções, sem grandes novidades. Já “Sonic Suicide” é completamente diferente do restante do álbum, pois é mais voltada ao Heavy Metal tradicional 80’s e isso a torna bem interessante.

“Lust Of The Blade” é a música com o refrão mais marcante, tanto que já é assimilado logo na primeira audição. Essa canção também é um dos grandes momentos do álbum, pois é daquele tipo que dá vontade de repetir a audição logo que a mesma termina.

“Fly Or Die”

Em contrapartida, “Fly Or Die” resgata a fórmula inicial, embora tenha uma introdução diferenciada, com narração e solo de guitarra. “Speed To Burn” tem riffs sombrios e maléficos, sendo a música mais pesada do álbum e um momento ímpar.

Assim como a faixa título que é homônima ao nome da banda, também é a marca registrada da personalidade sonora do projeto, presente em grande parte das canções.

“Sweet Divine”

No entanto, “Sweet Divine” é uma canção instrumental recheada de solos de guitarra, os quais transbordam feeling e beleza harmônica. Aliás, só temas instrumentais são capazes de proporcionar momentos psicodélicos em um álbum de Heavy Metal. Enfim, o álbum se encerra com a pequena faixa “Prelude To Doom”, que se parece mais uma continuação da anterior.

“The Three Tremors” lançou o seu debut homônimo e começou com o pé direito, embora o excesso de gritos agudos dos vocais torne o álbum um tanto quanto enjoativo. Mesmo assim, ainda indico aos fãs de Heavy Metal, o disco merece audições cuidadosas.

Nota 8,3

Integrantes:

  • Tim “Ripper” Owens (vocal)
  • Sean “Hell Destroyer” Peck (vocal)
  • Harry Conklin (vocal)
  • Casev “The Sentinel” Trask (guitarra)
  • Dave Garcia guitarra)
  • Alex Pickard (baixo)
  • Sean Elg (bateria)

Faixas:

  • 1.Invaders from the Sky
  • 2.Bullets for the Damned
  • 3.When the Last Scream Fades
  • 4.Wrath of Asgard
  • 5.The Cause
  • 6.King of the Monsters
  • 7.The Pit Shows No Mercy
  • 8.Sonic Suicide
  • 9.Fly or Die
  • 10.Lust of the Blade
  • 11.Speed to Burn
  • 12.The Three Tremors
  • 13.Sweet Divine
  • 14.Prelude To Doom
   

Redigido por Cristiano “Big Head” Ruiz

Confira a resenha do álbum “Guardians Of The Void” (2022):

Quem é Mundo Metal?

Mundo Metal nasceu em 2013, através de uma reunião de amigos amantes do Rock e Metal. Com o objetivo de garimpar, informar e compartilhar todos os bons lançamentos, artistas promissores e tudo de melhor que acontece no mundo da música pesada.

Despretenciosamente, veio o grupo e depois a página no Facebook, aos poucos passamos a utilizar outras redes como Instagram e Youtube e, posteriormente, nosso site oficial veio a luz. Apesar de todas as dificuldades da vida cotidiana, nunca desistimos de nossos objetivos e, hoje, nosso site está em franca expansão.

Sejam muito bem-vindos a nossa casa e desejamos de coração que voltem sempre.

PUBLICIDADE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Veja também

PUBLICIDADE

Redes Sociais

30,849FãsCurtir
8,583SeguidoresSeguir
197SeguidoresSeguir
261SeguidoresSeguir
1,151InscritosInscrever

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -